Amorosidade, autopoiese e ‘com-versações’: a potência dos ‘entrelaços nós’ na educação e na ciência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16i4.15676

Palavras-chave:

Educação, Amorosidade, ‘Com-versações’, Biologia cultural, Esquizoanálise

Resumo

O texto tem caráter ensaístico, abordando a potência da amorosidade, da autopoiese e das ‘com-versações’, no acionamento dos ‘entrelaços nós’ na Educação e na Ciência. Traz o relato de reflexões, resultantes de percursos de aprendizagem direta com Humberto Maturana, em conexão com formação holística e esquizoanalítica. O ensaio fundamenta-se em produção científica de mais de 30 anos, em pesquisas, supervisões de escrita de teses, dissertações e monografias, em muitos universos de saberes, e orientações diretas de investigadores no Sul do Brasil, em Comunicação, Turismo e Hospitalidade. Relata emergências, urgências e potencialidades, expressas nas conversas e pesquisas do Amorcomtur! Grupo de Estudos em Comunicação, Turismo, Amorosidade e Autopoiese, que se acirram com as demandas para o mundo Pós-Pandemia Covid-19. Entre elas, está a urgência de uma ‘re-evolução’ amorosa, em termos reflexivos e de produção, em que os ‘nós’ – as conexões intensas e afetivas de seres e ecossistemas – sejam reconhecidos como a grande potência de reinvenção e como chance de sobrevivência da Educação, da Ciência e do Planeta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Luiza Cardinale Baptista, Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul – RS

Professora e Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hospitalidade e dos cursos de Comunicação Social da UCS. Coordenadora do Amorcomtur! Grupo de Estudos em Comunicação, Turismo, Amorosidade e Autopoiese. Professora Colaboradora da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Pós-doutoranda em Sociedade e Cultura da Amazônia (UFAM). Doutora em Ciências da Comunicação (ECA/USP).

Referências

ANDRADE, C. D. Poesia completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2002.

BAPTISTA, M. L. C. Comunicação: trama de desejos e espelhos. Os metalúrgicos, a telenovela e a comunicação do sindicato. Canoas: ULBRA, 1996.

BAPTISTA, M. L. C. Paixão pesquisa: o encontro com o fantasminha camarada. Revista Textura, Canoas, v. 1, p. 67-78, 1999a.

BAPTISTA, M. L. C. Psicomunicación y trama de subjetividades. Interfaces teóricas en la constituición de una investigación transdisciplinar. Revista Latina de Comunicação Social, v. 1, n. 16, p. 1, 1999b.

BAPTISTA, M. L. C. Emoção e desejo em processos de escrita rumo a uma educação autopoiética. Novos Olhares (USP), São Paulo, v. 1, n. 6, p. 18-25, 2000.

BAPTISTA, M. L. C. Emoção Subjetividade na Paixão-Pesquisa em Comunicação. Revista OnLine Ciberlegenda, v. 1, n. 4, p. 1, 2001.

BAPTISTA, M. L. C. O Avesso do Turismo como proposição de Sinalizadores para o Futuro. Reflexões ecossistêmicas sobre entrelaçamentos e processualidades do avesso das desterritorializações turísticas em seus saberes e fazeres. In: SEMINÁRIO ANPTUR, 17., 2020. Anais [...]. [online], [S. l.] ,02-04 dez 2020.

CAPRA, F. O tao da física. Um paralelo entre a física moderna e o misticismo oriental. 11. ed. São Paulo: Cultrix, 1990.

CAPRA, F. O ponto de mutação. A ciência, a sociedade e a cultura emergente. 12. ed. São Paulo: Cultrix, 1991.

CAPRA, F. A teia da vida. Uma nova compreensão dos sistemas vivos. 9. ed. São Paulo: Cultrix, 1997.

CAPRA, F.; LUISI, P.L. A visão sistêmica da vida. Uma concepção unificada e suas implicações filosóficas, políticas, sociais econômicas. São Paulo: Cultrix, 2014.

CREMA, R. Introdução à visão holística. Breve relato de viagem do velho ao novo paradigma. São Paulo: Summus, 1989.

DÁVILA, X.; MATURANA, H. Eras Psíquicas de la Humanidad. En Habitar Humano, en seis ensayos de Biología-Cultural. Santiago, Comunicaciones Noreste Ltda, 2008.

DÁVILA, X.; MATURANA, H. El árbol del vivir. (J. Sáez, Ed.). Santiago: MPV Editores, 2015.

FERNANDES, I. Memória da telenovela brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1987.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREUD. S. Obras psicológicas completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

GUATTARI, F.; ROLNIK, S. Cartografias do desejo. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1986.

GUATTARI, F. Caosmose. Um novo paradigma ético-estético. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992.

GUATTARI, F.; DELEUZE, G. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia. São Paulo: 34, 1995 [1997]. v. 5.

LIMA, E. P. Da escrita total à consciência planetária. In: Criatividade e novas metodologias. São Paulo: Petrópolis, 1998.

LIMA, E. P. Páginas ampliadas: o livro-reportagem como extensão do Jornalismo e da Literatura. São Paulo: Manole, 2004.

LIMA, E. P. Escrita total. Escrevendo bem e vivendo com prazer, alma e propósito. São Paulo: Sistema Clube de Autores, 2009.

MARCONDES FILHO, C. O Princípio da Razão Durante. O conceito de comunicação e a epistemologia metapórica. Nova Teoria da Comunicação III. São Paulo: Paulus, 2010. t. 5.

MATURANA, H. Biología del fenómeno social y ontología del conversar. De la biología a la psicología. (Luzoro, J; compilador). Santiago: Editorial Universitaria, 1995.

MATURANA, Humberto. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

MATURANA, H. Conferencia el origen de la vida. In: CONGRESO DEL FUTURO, 2017, Santiago. Anais [...]. Santiago, Chile, 2017. Disponível em: https://congresofuturo.senado.cl/video/Humberto-Maturana-Del-Micro-al-Macrocosmos-Origen-de-la-vida-en-la-tierra/01ccefa18bae14a6518bd5db2d511eed. Acesso em: 10 ago. 2021.

MATURANA, H.; VARELA, F. El árbol del conocimiento. Santiago: Editorial Universitaria, 1984.

MATURANA, H.; VARELA, F. De máquinas e seres vivos: autopoiese e a organização do vivo. 3. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

MEDINA, C.; GRECCO, M. (org.). Novo pacto da ciência. A crise dos paradigmas. Seminário transdisciplinar. São Paulo: ECA-USP, 1990 [1991].

MEZAN, R. Sigmund Freud. A Conquista do Proibido. 5. ed. São Paulo: Brasiliense, 1987.

MEZAN, R. Freud: a Trama dos Conceitos. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 1991.

MORIN, E. Amor, poesia e sabedoria. 6. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

MORIN, E. Ciência com consciência. 15. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.

MORIN, E. É hora de mudarmos de via: as lições do coronavírus. São Paulo: Bertrand Brasil, 2020.

PRIGOGINE, I. Ciência razão e paixão. In: CARVALHO, E. A.; ALMEIDA, M. C. (org.). Ciência, Razao e Paixao. Trad. Carvalho, E. A. e Isa Hetzel. Belém, Pará: Eduepa. 2001.

RESTREPO, L. C. O direito à ternura. Rio de Janeiro: Vozes, 1998.

SANTOS, B. S. Um discurso sobre as ciências. 2. ed. Porto, Portugal: Afrontamento, 1997.

SODRÉ, M. As estratégias sensíveis. Afeto, mídia e política. Petrópolis: Vozes, 2006.

SODRÉ, M. A narração do fato: notas para uma teoria do acontecimento. Petrópolis: Ed. Vozes, 2009.

Publicado

21/10/2021

Como Citar

BAPTISTA, M. L. C. Amorosidade, autopoiese e ‘com-versações’: a potência dos ‘entrelaços nós’ na educação e na ciência. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 4, p. 2358–2378, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16i4.15676. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15676. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos