Práxis docente com leitura literária

Contribuições para o desenvolvimento e emancipação humana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17iesp.1.16322

Palavras-chave:

Educação, Leitura literária, Práxis docente, Desenvolvimento e emancipação humana

Resumo

O artigo resulta de um trabalho realizado junto à disciplina de Educação, formação humana e práxis: implicações da Teoria Histórico-Cultural e da Pedagogia Histórico-Crítica para a Educação Escolar, do Programa de Pós-Graduação, nível de Mestrado em Educação, da Universidade Estadual de Londrina (UEL). O objetivo foi apresentar contribuições das práticas docentes em âmbito escolar, com vistas ao desenvolvimento humano e social a partir do trabalho com a Leitura Literária. Teve por base o problema: como a Leitura Literária pode contribuir para a práxis docente e para o desenvolvimento e a emancipação humana do estudante? Trata-se de uma abordagem crítico-dialética com tratamento de dados qualitativos. A geração de dados consistiu na realização de pesquisa bibliográfica. Como resultados e discussões entendemos que a práxis docente quando planejada intencionalmente proporciona o desenvolvimento e a emancipação humana, pois a Leitura Literária possui contribuições em relação à linguagem, à criticidade e à consciência do leitor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suelen Cristina dos Santos Klem, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR – Brasil

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Londrina (PPEdu-UEL). 

Gislaine Gomes Granado Sanches, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR – Brasil

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Londrina (PPEdu-UEL). 

Ângela Maria Franco Martins Coelho de Paiva Balça, Universidade de Évora (UEVORA), Évora – Portugal

Professora Auxiliar com Agregação e Diretora do Departamento de Pedagogia e Educação. Investigadora do Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) - Universidade do Minho (Portugal). Integra a Comissão de Curso do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico. Professora Visitante da UNESP, São Paulo, Brasil. Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Évora (Portugal).

Sandra Aparecida Pires Franco, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR – Brasil

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Doutorado em Letras (UEL).

Referências

ADOLFO, S. P. Literatura e visão de mundo. In: REZENDE, L. A. (org.). Leitura e Visão de Mundo: Peças de um quebra-cabeça. Londrina: EDUEL, 2007. p. 25-36.

ARENA. D. B. A Literatura infantil como produção cultural e como instrumento de iniciação da criança no mundo da cultura escrita. In: SOUZA, R. J. et al. Ler e compreender: estratégias de leitura. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010. p. 13-44.

ARENA, D. B, MILLER, S. A constituição dos significados e dos sentidos no desenvolvimento das atividades de estudo. Ensino em Re-vista, v. 18, n. 2, p. 341-353, 2011.

BERNARDES, M. E. M. O desenvolvimento humano e a apropriação da cultura. In: BERNARDES, M. E. M. Mediações simbólicas na atividade pedagógica: contribuições da teoria histórico-cultural para o ensino e aprendizagem. 1. ed. Curitiba: CRV, 2012. p. 29-77.

COELHO, N. N. A natureza da Literatura infantil. In: COELHO, N. N. Literatura Infantil: teoria, análise, didática. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2000. p. 27-32.

DUARTE, N. A pedagogia histórico-crítica e a formação da individualidade para si. In: SILVA, J. C. (org.) et. al. Pedagogia histórico-crítica, a educação brasileira e os desafios de sua institucionalização. 1. ed. Curitiba, PR: CRV, 2014.

FRANCO, S. A. P. Leitura e escrita: práxis educativa para a emancipação humana. Revista Eletrônica Pesquiseduca, Santos, v. 04, n. 08, p. 391-409, jul./dez. 2012. Disponível em: https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/230. Acesso em: 07 jul. 2021.

FRANCO, S. A. P; MERETT; F. N. Dimensões dialéticas na obra “O Filho Maldito” de Balzac: possibilidade para o desenvolvimento do ato de ler no Ensino Fundamental II. Revista Educação e Cultura Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 16, n. 45, 2019. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/336680671. Acesso em 12 jul. 2021.

GIROTTO, C. G. G; REVOREDO, M. Narrativas míticas e a apropriação da leitura escrita literária: uma proposição prática. In: SOUZA, R. J.; FEBA, B. L. T. (org.). Leitura literária na escola: reflexões e propostas na perspectiva do letramento. São Paulo: Mercado de Letras, 2011. p. 183-212.

LEONTIEV, A. O homem e a cultura. In: LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte, 1978.

MALANCHEN, J. Cultura, processo de humanização e emancipação humana: definição e compreensão a partir da teoria marxista. In: Formação, ensino e emancipação humana: desafios da contemporaneidade para a educação escolar. Curitiba, PR: CRV, 2019.

MARX, K. terceiro Manuscrito. In: MARX, K. Manuscritos econômicos- filosóficos e outros textos escolhidos. Trad. José Carlos Bruni; Edgar Malagodi; José Arthur Giannotti, Walter Rehfeld; Leandro Konder. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1978. (Coleção os Pensadores).

MARTINS, L. M. A constituição histórico-social da subjetividade humana: contribuições para a formação de professores. In: MILLER, S.; BARBOSA, M. V.; MENDONÇA, S. G. L. Educação e Humanização: as perspectivas da teoria histórico-cultural. Jundiaí: Paco Editorial, 2014. p. 97-110.

MARTINS, L. M. Da concepção de homem à concepção de psiquismo. In: MARTINS, L. M. A formação social da personalidade do professor: um enfoque vigotskiano. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2015. p. 31-74.

MELLO, S. A. Cultura, mediação e atividade. In: MENDONÇA, S. G. L; SILVA, V. P.; MILLER, S. (org.). Marx, Gramsci e Vigotski: aproximações. Araraquara, São Paulo: Junqueira & Martin; Marília, São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009.

S

AVIANI, D. Educação, práxis e emancipação humana. Revista Práxis e Hegemonia Popular, n. 2, jul. 2017. ISSN 2526-1843.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 8. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2003. (Col. Educação contemporânea).

SILVA, G. F.; SILVA, B. L. A Literatura infantil e a formação do leitor nos anos iniciais do Ensino Fundamental. In: GIROTTO, C. G. G. S.; FRANCO, S. A. P; SILVA, G. F. (org.). Formação de leitores e a educação estética: arte e Literatura. Curitiba: CRV, 2019. p. 91-105.

VYGOTSKI, L. S. Obras escogidas III. Madrid: Visor, 1995. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/289941/mod_folder/content/.../Tomo%203.pdf?. Acesso em: 12 jul. 2021.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2005. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/ . Acesso em: 12 jul. 2021.

Downloads

Publicado

01/03/2022

Como Citar

KLEM, S. C. dos S.; SANCHES, G. G. G.; BALÇA, Ângela M. F. M. C. de P.; FRANCO, S. A. P. Práxis docente com leitura literária: Contribuições para o desenvolvimento e emancipação humana. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. esp.1, p. 0938–0952, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17iesp.1.16322. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16322. Acesso em: 25 maio. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)