A produção de imaginários sociais nas aulas de educação física e seus efeitos na formação inicial de professores

Autores

  • Bruno Vasconcellos Silva Especialista em Gestão Educacional. Licenciado pleno em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo. Coordenador da formação continuada dos professores de Educação Física da rede municipal de Cariacica. Cariacica – ES – Brasil.
  • Francisco Eduardo Caparróz UFES - Universidade Federal do Espírito Santo. Centro de Educação Física e Desportos - Departamento de Ginástica. Vitória – ES – Brasil.
  • Ueberson Ribeiro Almeida Membro do Laboratório de Estudos em Educação Física. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo. Centro de Educação Física e Desportos. Vitória – ES – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v10i3.8095

Resumo

O artigo trata de uma investigação realizada com estudantes do Curso de Licenciatura em Educação Física (EF) do Centro de Educação Física e Desportos da Universidade do Espírito Santo, Brasil (CEFD/UFES). Analisa-se e se compreende, através do trabalho etnográfico, o imaginário social dos discentes sobre suas experiências nas aulas de EF e os efeitos provocados no processo de formação inicial. Empreendem-se triangulações e se identificam vetores que vão sendo construídos durante o processo. Tais elementos expressam uma rede de sentidos que imprime desafios e indagações para os Cursos de Licenciatura em Educação Física.

Downloads

Publicado

06/10/2015

Como Citar

Silva, B. V., Caparróz, F. E., & Almeida, U. R. (2015). A produção de imaginários sociais nas aulas de educação física e seus efeitos na formação inicial de professores. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 10(3), 842–856. https://doi.org/10.21723/riaee.v10i3.8095

Edição

Seção

Artigos