A apropriação do conhecimento como elemento de transformação do trabalho educativo

Geuciane Felipe Guerim Fernandes, Sandra Aparecida Pires Franco

Resumo


O artigo apresenta um recorte de pesquisa em andamento, a qual tem como objetivo investigar as possíveis práticas de leitura presentes na realidade de alunos e professores do 1º ano do Ensino Médio e as possíveis mudanças obtidas após a realização de um grupo de estudos com os professores de Língua Portuguesa e suas intervenções em sala de aula. Aqui, buscou-se analisar o desenvolvimento do grupo de estudo e as possibilidades de formação teórica consistente para práxis transformadora. Este estudo de caráter qualitativo fundamentou-se nas reflexões teóricas do Materialismo Histórico-Dialético e da Pedagogia Histórico-Crítica como possibilidades de um referencial teórico capaz de orientar as reflexões e ações em sala de aula. Os resultados obtidos demonstram a importância da unidade teoria-prática para a formação docente, na medida em que superando o senso comum, o professor busca formas adequadas para juntamente com os alunos, atingir níveis mais elevados de consciência humana frente aos conteúdos científicos. 


Palavras-chave


Formação. Pedagogia histórico-crítica. Unidade teoria-prática.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v11.n4.8752



Direitos autorais 2016 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.