Educação em e para os direitos humanos: a escola e o direito a afirmação da diferença

Tarcia Regina Silva

Resumo


As práticas pedagógicas na Educação Infantil constituem-se no tema-problema deste artigo, cujo objetivo é analisar como a questão da diferença tem sido tratada nas escolas da Educação Infantil da microrregião de Garanhuns. Esta pesquisa se ancora na perspectiva da criança como sujeito singular. Baseia-se no pressuposto de que uma Educação pautada em/para os Direitos Humanos, que incorpora desde a Educação Infantil, o direito à diferença na perspectiva da interculturalidade, tem contribuído para que as crianças possam conviver e celebrar as diferenças. Para tal, recorremos aos pressupostos da pesquisa qualitativa de cunho etnográfico para observar as práticas pedagógicas de oito escolas municipais de Educação Infantil em oito municípios da microrregião de Garanhuns-PE relacionados às questões da diversidade religiosa, de gênero, étnico-racial e da educação inclusiva. Os dados coletados evidenciam que ao negar o espaço de convívio com as diferenças as práticas têm reproduzido desigualdades no espaço escolar desde a Educação Infantil.


Palavras-chave


Educação Infantil. Educação em direitos humanos. Diferença. Desigualdade.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOWICZ, Anete. A pluralidade de ser judeu. In: GOMES, Nilma Lino; SILVA, Petronilha B. Gonçalves (Org.). Experiências étnico-culturais para a formação de professores. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. p. 27-38.

ABRAMOWICZ, Anete; LEVCOVITZ, Diana. Tal infância. Qual criança? In: Afirmando diferenças: montando o quebra-cabeça da diversidade na escola. Campinas, São Paulo: Papirus, 2010, p. 73-86.

ABRAMOWICZ, Anete.; OLIVEIRA, Fabiana. A escola e a construção da identidade na diversidade. In: ABRAMOWICZ, Anete.; BARBOSA, Lucia Maria de Assunção.; SILVÉRIO, Valter Roberto (Orgs.). Educação como prática da diferença. Campinas, SP: Armazém do Ipê, 2006. p. 41-64.

ABREU, Márcia.; CORDIOLLI, Marcos (Orgs.). O projeto de lei do plano nacional de educação (PNE): projeto em tramitação no congresso nacional. Brasília: Câmara dos Deputados; Comissão de Educação e Cultura, 2011. (Cadernos CEC, 1).

ARROYO, Miguel Gonzáles. Outros Sujeitos, outras pedagogias. Petrópolis: Vozes, 2012.

BARREIROS, Cláudia Hernandez. Dialogando com Peter McLaren: em busca de uma prática pedagógica multicultural e crítica. In: CANDAU, V. M. (Org.). Cultura(s) e educação: entre o crítico e o pós-crítico. Rio de Janeiro: DP&A, 2005, p. 95-114.

BRASIL. Educação em direitos humanos: diretrizes nacionais. Brasília: Coordenação Geral de Educação em SDH/PR, Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, 2013.

BRASIL. Lei nº 11.645 de 10 de março de 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11645.htm. Acesso em: 10 maio 2017.

BRASIL. Plano nacional de educação em direitos humanos. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Ministério da Educação, Ministério da Justiça, UNESCO, 2006.

CANDAU, Vera Maria. Multiculturalismo e educação: desafio para a prática pedagógica. In: MOREIRA, Antonio Flávio.; CANDAU, Vera Maria (Orgs.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. Petrópolis: Rio de Janeiro: Vozes, 2011. p. 13-17.

CANDAU, Vera Maria. Educação em direitos humanos: desafios atuais. In: SILVEIRA, Rosa Maria Godoy (Org). Educação em Direitos Humanos: fundamentos teórico-metodológicos. João Pessoa: Universitária/UFPB, 2007. p. 399-411.

CARVALHO, Marília Pinto de. Gênero na sala de aula: a questão do desempenho escolar. In: MOREIRA, Antonio Flávio.; CANDAU, Vera Maria. (org.) Multiculturalismo diferenças culturais e práticas pedagógicas. Petrópolis: Vozes, 2013. Cap. 4, p. 90-124.

CECCHETTI, Elcio. et al. Diversidade religiosa e direitos humanos: conhecer, respeitar e conviver. In: FLEURI, Reinaldo Matias et al. (Orgs): Diversidade religiosa e direitos humanos: conhecer, respeitar e conviver. Blumenau: Edifurb, 2013.

DIAS, Adelaide Alves.; PORTO, Rita de Cássia Cavalcanti. A Pedagogia e a Educação em Direitos Humanos: subsídios para a inserção da temática da Educação em Direitos Humanos nos cursos de Pedagogia. In: FERREIRA, Lúcia de Fátima Guerra. et al. Direitos Humanos na Educação Superior: Subsídios para a Educação em Direitos Humanos na Pedagogia. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2010, p. 29-70.

DIAS, Lucimar Rosa. Formação de professores, educação infantil e diversidade étnico-racial: saberes e fazeres nesse processo. Revista Brasileira de Educação, v. 17, n. 51, p. 661-749, set./dez. 2012.

DUSCHATZKY, Silvia.; SKILIAR, Carlos. O nome dos outros: narrando a alteridade. In: LARROSA, Jorge; SKILIAR, Carlos. Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011, p.119-162.

FINCO, Daniela. Educação infantil, espaços de confrontos e convívio com as diferenças: análise das interações entre professoras e meninas e meninos que transgridem as fronteiras de gênero. 2010. 198 f. Tese (Doutorado em Educação) - - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2010.

GARCIA, Regina Leite. Currículo emancipatório e multiculturalismo: reflexões de viagem. In: SILVA, Tomaz Tadeu da.; MOREIRA, Antônio Flávio (Orgs.). Territórios contestados: o currículo e os novos mapas políticos e culturais. Petrópolis: Vozes, 1995. p. 114-143.

GOMES, Nilma Lino. Diversidade cultural, currículo e questão racial: desafios para a prática pedagógica. In: ABRAMOWICZ, Anete.; BARBOSA, Lúcia Maria de Assunção Barbosa.; SILVÉRIO, Valter Roberto. Educação como prática da diferença. Campinas, SP: Armazém do Ipê, 2006. p. 21-40.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Rio de Janeiro: Vozes, 1997.

MCLAREN, Peter. Multiculturalismo crítico. São Paulo: Cortez, 1997.

LOURO, Guacira Lopes. Multiculturalismo revolucionário: pedagogia do dissenso para o novo milênio. Porto Alegre: ed. ArtMed, 2000.

MIGNOLO, Walter. A colonialidade de cabo a rabo: o hemisfério ocidental no horizonte conceitual da modernidade. In: LANDER, Edgardo. A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais – perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005.

MORUZZI, Andrea Braga.; ABRAMOWICZ, Anete. Infância, raça e currículo: alguns apontamentos sobre os documentos brasileiros para a educação infantil. Revista Contemporânea de Educação, v. 10, n. 19, p. 199-214, jan./jul. 2015.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (Org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Buenos Aires: Conselho Latino-americano de Ciências Sociais – CLACSO, 2005.

SANTOS, Boaventura Santos.; NUNES, João Arriscado. Introdução: para ampliar o cânone do reconhecimento, da diferença e da igualdade. In: SANTOS, Boaventura Santos; (org.). Reconhecer para libertar: os caminhos do cosmopolitismo multicultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003, p. 25-68.

SANTOS, Hélio. A busca de um caminho para o Brasil: a trilha do círculo vicioso. São Paulo: SENAC, 2003.

SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Porto Alegre: Educação & Realidade, 1995

SILVA, Elisa Rodrigues.; SANTANA, Valdineia. Brasil–África, importância, reconhecimento, ressignificação. Brasília: UNESCO, 2012. (Debates e perspectivas para a institucionalização da Lei n° 10.639/2003).

TEIXEIRA, Faustino. O desafio da mística comparada. In: TEIXEIRA, F. (org.). No limiar do mistério: mística e religião. São Paulo: Paulinas, 2004. p. 13-31. (Religião e Cultura).

UNESCO. Declaração universal sobre a diversidade cultural. UNESCO, 2002. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0012/001271/127160por.pdf. Acesso em: 10 ago. 2015.

WALSH, Catherine. Interculturalidade crítica e pedagogia decolonial: in-surgir, re-existir e re-viver. In: CANDAU, Vera Maria (Org.). Educação Intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2009a. p. 12-42.

WALSH, Catherine. Interculturalidade e (des) colonialidade: perspectivas críticas e políticas. In: CONGRESSO ARIC, 12., 2009, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ARIC 2009b.

ZANETTE, Jaime Eduardo.; FELIPE, Jane. Os enigmas da infância: quando a transexualidade tensiona os scripts de gênero. In: ALBUQUERQUE, Simone Santos de.; FELIPE, Jane.; CORSO, Luciana Vellinho. (org.) Para pensar a Educação Infantil em tempos de retrocessos. Porto Alegre: Evangraf, 2017, p. 17-35.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v21.n.esp2.2017.10176



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.