Panorama histórico da educação comparada: as contribuições de George Bereday

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v25iesp.4.15930

Palavras-chave:

Educação comparada, Estudo comparado, Bereday

Resumo

O presente artigo busca apresentar um ângulo do panorama histórico traçado pela Educação Comparada, segundo a revisão bibliográfica documental realizada pelos autores e apresentar a proposta de um método comparativo de Bereday. Inicialmente nossa busca metodológica se voltou para as diferentes divisões em fases ou períodos propostas pelos autores clássicos. Logo a seguir optamos por trazer o transcorrer da educação comparada subdividindo em décadas e incluindo como ela se deu também no cenário brasileiro. No tópico seguinte, nosso estudo se debruçou em trazer a metodologia sistematizada para análises comparativas proposta por George F. Z. Bereday, autor clássico da Educação Comparada, cujo legado ainda podemos observar de forma recorrente nos estudos comparados da atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michele de Lourdes Alves Madureira, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Carlos da Fonseca Brandão, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP

Professor Doutor - Livre Docente em Educação. Professor no Departamento de Educação.

Stelamary Aparecida Despincieri Laham, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Referências

BEREDAY, G. Z. F. Método comparado em educação. Trad. José de Sá Porto. São Paulo: Nacional e USP, 1972.

BONITATIBUS, S. G. Educação comparada: conceito, evolução, métodos. São Paulo: EPU, 1989.

CARVALHO, E. J. G Estudos comparados em educação: novos enfoques teóricos- metodológicos. Revista Acta Scientiarum, Maringá, v. 36, n. 1, p. 129-141, jan./jun. 2014. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/19012. Acesso em: 24 jun. 2021.

CARVALHO, E. J. G. Reflexões sobre a importância dos estudos de educação comparada na atualidade. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 52, p. 416-435, set. 2013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640251. Acesso em: 24 jun. 2021.

FERREIRA, A. G. O sentido da educação comparada: Uma compreensão sobre a construção de uma identidade. Revista Educação, Porto Alegre, v. 31, n. 2, p. 124-138, maio/ago. 2008. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/2764/2111. Acesso em: 12 jun. 2021.

FRANCO, M. C. Quando nós somos o outro: questões teórico-metodológicas sobre os estudos comparados. Educação & Sociedade, ano XXI, n. 72, p. 197-230, ago.2000. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/xGMSnNdj7LYCdPrgFNp7C5Q/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 12 jun. 2021.

GOERGEN, P. L. Educação comparada: uma disciplina atual ou obsoleta? Revista Pro-posições, Campinas, v. 2, n. 3, p. 5-20, dez. 1991. Disponível em: https://fe- old.fe.unicamp.br/pf-fe/publicacao/2017/6-artigo-goergenpl.pdf. Acesso em: 24 jun. 2021.

KALOYANNAKI. P; KAZAMIAS. A. Os primórdios modernistas da Educação Comparada: O tema protocientífico e administrativo reforma-meliorista. In: Educação comparada: panorama internacional e perspectivas. Brasília, DF: UNESCO, CAPES, 2012. v. 1.

MONARCHA C.; LOURENÇO FILHO, R. (org.). Educação comparada. 3. ed. Brasília, DF: MEC/Inep, 2004.

NÓVOA, A. Ilusões e desilusões da educação comparada: política e conhecimento. Revista Educação, Sociedade & Culturas, n. 51, p. 13-31, 2017. Disponível em: https://www.fpce.up.pt/ciie/sites/default/files/ESC51_Antonio.pdf. Acesso em: 24 jun. 2021.

NÓVOA, A. Modelos de análise de educação comparada: o campo e o mapa. In: Educação Comparada Rotas de além-mar. São Paulo: Xamã, 2010.

SCHRIEWER, J. Pesquisa em educação comparada sob condições de interconectividade global. Trad. Geraldo Korndöfer e Luis Marcos Sander. São Leopoldo: Oikos, 2018.

SCHRIEWER, J. Sistema mundial e inter-relacionamento de redes: a internacionalização da educação e o papel da pesquisa comparativa. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 76, n. 182/183, p. 241-304, 1995. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/rbep/article/view/3669/3404. Acesso em: 17 jul. 2021.

WOJNIAK, J.; George Z. F. Bereday (Zygmunt Fijałkowski) and his comparative method in educational research. SHS Web of Conferences, v. 48, n. 1, 01050, 2018. DOI: https://doi.org/10.1051/shsconf/20184801050

Publicado

08/12/2021

Como Citar

MADUREIRA, M. de L. A.; BRANDÃO, C. da F.; LAHAM, S. A. D. Panorama histórico da educação comparada: as contribuições de George Bereday. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. esp.4, p. 1881–1898, 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25iesp.4.15930. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/15930. Acesso em: 13 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)