Orientação Profissional na interface entre Psicologia e Educação: uma revisão de literatura

Ladislau Ribeiro Nascimento

Resumo


Este artigo expõe resultados de uma pesquisa sobre a prática de Orientação Profissional (OP) na interface entre Psicologia e Educação. Realizou-se uma revisão bibliográfica a partir do acesso às plataformas Scientific Electronic Library Online (SciELO) e Biblioteca Virtual em Saúde – Psicologia (BVS – Psi). A partir do emprego do descritor Orientação Vocacional, constatou-se um total de 83 artigos, dos quais nove foram selecionados após a aplicação de critérios de inclusão e de exclusão. Priorizaram-se relatos de OPs praticadas na interface entre psicologia e educação. A OP mostrou-se potente para apoiar estudantes em processo de escolha profissional. Além disso, despontou como dispositivo estratégico para aproximar psicologia e educação de modo ético e político.

Palavras-chave


Orientação Profissional; Educação; Psicologia escolar e educacional.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ABADE, F. L. Orientação profissional no Brasil: uma revisão histórica da produção científica. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 6, n. 1, p. 15-24, 2005. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-33902005000100003. Acesso em: 02 jul. 2019.

AGUIAR, K. F; ROCHA, M. L. Micropolítica e o exercício da pesquisa-intervenção: referenciais e dispositivos em análise. Psicologia ciência e profissão, v. 27, n. 4, p. 648-663, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-98932007000400007&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 12 jul. 2019.

BARBOSA, A. J. G; LAMAS, K. C. A. A orientação profissional como atividade transversal ao currículo escolar. Estudos de Psicologia, v. 17, n. 3, p. 461-468, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2012000300015&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 04 abr. 2019.

BECKER, A. P. S; BOBATO, S. T; SCHULZ, M. L. C. Meu lugar no mundo: Relato de experiência com jovens em orientação profissional. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 13, n. 2, p. 253-263, 2012. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-33902012000200012&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 19 maio 2019.

BOCK, A. M.; AGUIAR, W. M. Por uma prática promotora de saúde em Orientação Vocacional. In: BOCK, A. M. et al., (Org.). A escolha profissional em questão. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1995. p. 9-24.

BOCK, A. M. B. A adolescência como construção social: estudo sobre livros destinados a pais e educadores. Psicologia Escolar e Educacional, v. 11, n. 1, p. 63-76, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572007000100007. Acesso em: 12 jul. 2019.

BOCK, S. D. Orientação profissional: a abordagem sócio-histórica. São Paulo: Cortez, 2002.

BOHOSLAVSKY, R. Orientação vocacional: a estratégia clínica. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 27 jun. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/. Acesso em: 05 jul. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 971, de 09 de outubro de 2009. Institui o Programa Ensino Médio Inovador. Brasília, DF, 2009. Disponível em: http://educacaointegral.mec.gov.br/images/pdf/port_971_09102009.pdf. Acesso em: 02 ago. 2019.

CASTRO, A. C; BICALHO, P. P. G. Juventude, território, Psicologia e política: intervenções e práticas possíveis. Psicologia Ciência e Profissão, v. 33, n. esp., p. 112-123, 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932013000500012&lng=en&tlng=pt. Acesso em: 07 jul. 2019.

DELEUZE, G. Conversações. São Paulo, SP: 34, 1992.

HOLLAND, J. L. Making vocational choices: a theory of vocational personalities and work environments. 3. ed. Odessa: Psychological Assessment Resources, 1997.

LAMAS, K. C. A; PEREIRA, S. M; BARBOSA, A. J. G. Orientação Profissional na escola: Uma pesquisa com intervenção. Revista Psicologia em Pesquisa, v. 2, n. 1, 2008. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psipesq/v2n1/v2n1a08.pdf. Acesso em: 04 jul. 2019.

LASSANCE, M. C. Reflexões em defesa da teoria na prática da OP. Revista da ABOP, v. 3, n. 1, p. 69-76, 1999. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-88891999000100006&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 06 set. 2019.

LUNA, S. V. Planejamento de pesquisa: uma introdução. São Paulo: EDUC, 1998.

MACHADO, A. M; ALMEIDA, I. E; SARAIVA, L. F. O. Rupturas necessárias para uma prática inclusiva. In: ANACHE, A. A.; SILVA, I. R. (Orgs.). Educação inclusiva. Brasília, SP: Conselho Federal de Psicologia, 2009. p. 21-35.

MARCONI, M. D. A; LAKATOS, E. M. Metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2004. Volume 4.

NASCIMENTO, L. R; MACHADO, I. N. S. Orientação profissional no ensino público: relato de uma experiência. Humanidades & Inovação, v. 6, n. 18, p. 283-290, 2019. Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/1806. Acesso em: 05 set. 2019.

NEIVA, K. M. C. Escala de maturidade para a escolha profissional (EMEP). São Paulo: Vetor, 1999.

OZELLA, S; AGUIAR, W. M. J. Desmistificando a concepção de adolescência. Cadernos de pesquisa, v. 38, n. 133, p. 97-125, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v38n133/a05v38n133. Acesso em: 05 set. 2019.

RIBEIRO, M. A. Demandas em orientação profissional: um estudo exploratório em escolas públicas. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 4, n. 1-2, p. 141-151, 2003. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-33902003000100012. Acesso em: 05 ago. 2019.

SANTOS, A. S. et al. Oficinas de sensibilização às questões profissionais realizadas com estudantes do ensino médio de escola pública. Psicologia Revista, v. 25, n. 1, p. 151-172, 2016. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/psicorevista/article/view/29615. Acesso em: 05 set. 2019.

SELIG, G. A; VALORE, L. A. Orientabilidade ao longo de um processo grupal com adolescentes: relato de uma experiência. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 9, n. 2, p. 127-140, 2008. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-33902008000200011&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 29 maio 2019.

SILVA, M; FARIA, R DE; FOCHESATO, I. A. A orientação profissional (OP) como elo entre a universidade e a escola. Psicologia Argumento, v. 30, n. 68, 2012. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/psicologiaargumento/article/view/19757. Acesso em: 05 jul. 2019.

SOUZA, L. G. S, et al. Oficina de orientação profissional em uma escola pública: Uma abordagem psicossocial. Psicologia Ciência e Profissão, v. 29, n. 2, p. 416-427, 2009. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932009000200016&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 29 jul. 2019.

SUPER, D. E. Vocational development in adolescence and early adulthood: Tasks and behaviors. In: SUPER, D. E.; STARISHEVSKY, R.; MATLIN, N.; JORDAAN, J. P. (Eds.). Career development: Self-concept theory: Essays in vocational development. New York: Teachers College, Columbia University, 1963. p. 79-93.

SUPER, D. E. A life-span, life-space approach to career development. Journal of Vocational Behavior, v. 16, n. 3, p. 282-298, 1980.

VON HOHENDORFF, J; PRATI, L. E. Re-escolha profissional: relato de experiência de orientação profissional com estudantes do Ensino Normal. Contextos Clínicos, v. 3, n. 1, p. 51-61, 2010. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-34822010000100006&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 20 maio 2019.




DOI: https://doi.org/10.30715/doxa.v22i1.13214

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

 

 

 

 

DOXA: Rev. Bras. Psicol. Educ., Araraquara, São Paulo, Brasil, e-ISSN: 2594-8385

DOI: 10.30715/doxa

Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.