A gestão educacional nos planos de educação: do nacional ao municipal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp.1.13345

Palavras-chave:

Política educacional, PNE, PEE, PME, Meta 19.

Resumo

Este trabalho objetiva analisar a gestão educacional nos Planos de Educação, com especial atenção aos Planos Nacionais de Educação (2001-2011 a 2014-2024) que orientam a elaboração e adequação dos Planos Estaduais e Municipais de Educação. Ao considerar que o PNE (2014-2024) exigiu o alinhamento entre os Planos de Educação no âmbito estadual, distrital e municipal, trabalhou-se com pesquisa bibliográfica e documental. Constatou-se que a elaboração ou adequação dos Planos Estaduais e Municipais de Educação não expressou alterações consideráveis em relação as suas especificidades e a maioria deles apresenta uma reescrita da meta 19 do PNE (2014-2014). A situação em tela revelou que mesmo sendo prevista a construção dos PEEs e PMEs pelos estados e municípios, considerando as suas singularidades locais, eles não a realizaram no que se refere à gestão democrática. Na construção dos planos educacionais ocorreu ainda uma disputa pela hegemonia do pensamento educacional, o que implica diretamente na elaboração da concepção de gestão educacional.

Biografia do Autor

Andréia Vicência Vitor Alves, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Dourados - MS

Docente do Programa de Pós-graduação em Educação. Doutora em Educação.

Andrêssa Gomes de Rezende Alves, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Mundo Novo - MS

Docente da Unidade Universitária de Mundo Novo. Doutora em Educação.

Elis Regina dos Santos Viegas, Secretaria Municipal de Educação de Dourados (SEMED), Dourados - MS

Técnica Pedagógica do Núcleo de Educação Infantil. Doutora em Educação.

Referências

ALVES, A. V. V. Fortalecimento de conselhos escolares: propostas e práticas em municípios sul-mato-grossenses. Dourados-MS: Editora da UFGD, 2014.

ALVES, A. V. V. As formulações para a gestão da educação básica no estado de Mato Grosso do Sul em interseção com as ações da União (1988-2014). Orientadora: Prof. Dra. Maria Dilnéia Espíndola Fernandes. 2015. 285 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campo Grande, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufms.br:8443/jspui/handle/123456789/2872. Acesso em: 19 fev. 2020.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 5 out. 1988.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 19 fev. 2020.

BRASIL. Lei n. 10.172, de 09 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2001. Seção 1, p. 1. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm. Acesso em: 19 fev. 2020.

BRASIL. Lei n. 13.005/2014, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014. Seção 1, p. 1. Edição Extra. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 19 fev. 2020.

DOURADO, L. F. Avaliação do plano nacional de educação 2001-2009: questões estruturais e conjunturais de uma política. Educação e Sociedade, Campinas, v. 31, n. 112, p. 677-705, jul./set. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v31n112/03. Acesso em: 30 set. 2019.

DOURADO, L. F. O Plano nacional de educação: o epicentro das políticas de Estado para a educação brasileira. Goiânia: Editora da Imprensa Universitária/ANPAE, 2017.

FREITAS, D. N. T de. Sistemas e escolas de educação básica: entre democratizar e compartilhar a gestão. In: SENNA, E. Trabalho, educação e política pública: estudos em educação. Campo Grande: UFMS, 2003, p. 189-219.

FRIGOTTO, G. Os circuitos da história e o balanço da educação no Brasil na primeira década do século XXI. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 16, n. 46, p. 235-274, jan./abr. 2011.

LÜCK, H. Concepções e processos democráticos de gestão educacional. Petrópolis: Editora Vozes, 2006.

SAVIANI, D. Sistema nacional de educação articulado ao plano nacional de educação. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 15, n. 44, p. 380- 392, ago. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v15n44/v15n44a13.pdf. Acesso em: 19 out. 2019.

SAVIANI, D. Sistema nacional de educação e plano nacional de educação: significado, controvérsias e perspectivas. Campinas, SP: Autores Associados, 2014.

OLIVEIRA, D. A. Das políticas de governo a política de Estado: reflexões sobre a atual agenda educacional brasileira. Educação e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 115, p. 323- 337, abr./jun. 2011.

Publicado

04/03/2020

Como Citar

Alves, A. V. V., Rezende Alves, A. G. de, & Viegas, E. R. dos S. (2020). A gestão educacional nos planos de educação: do nacional ao municipal. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 15(esp.1), 719–734. https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp.1.13345

Edição

Seção

Seção Temática - Planos de educação: processos, condições e situações