Didática multicultural e educação física

Entre a escola e a formação inicial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i1.14432

Palavras-chave:

Didática, educação intercultural, Educação Física escolar

Resumo

O artigo retomou alguns marcos históricos na constituição do campo da Didática e relatou duas experiências sobre o ensino na Educação Física na perspectiva multi/intercultural. Um dos relatos cita a experiência com a disciplina “Didática Geral: ensino e aprendizagem”, em uma faculdade particular e, o segundo, o ensino do conteúdo de Lutas na Educação Física escolar em uma instituição federal, ambas situadas no Rio de Janeiro. Notou-se que há iniciativas de pensar e vivenciar uma Educação Física que se aproxime do imperativo democrático e da pluralidade cultural. Ademais, os relatos ilustram um aumento da participação dos alunos, uma valorização do diálogo e das diferentes experiências socioculturais discentes ao longo da aplicação das propostas. Todavia, o tempo foi um fator limitador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Henrique Zubcich Caiado de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro – RJ – Brasil

Professor das disciplinas Didática e Currículo - Departamento de Didática - Faculdade de Educação. Doutorado em Educação (UFRJ).

Guilherme Gonçalves Baptista, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), Rio de Janeiro – RJ – Brasil

Professor EBTT de Educação Física. Doutorado em Educação (UFRJ).

Referências

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Educação física. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CANDAU, V.; KOFF, A. M. Conversas com... sobre a didática e a perspectiva multi/intercultural. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 95, p. 471-493, ago. 2006.

CANDAU, V. (org.). A didática em questão. 33. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

CANDAU, V. Diferenças culturais, interculturalidade e educação em direitos humanos. Educação & Sociedade, Campinas, v. 33, n. 118, p. 235-250, 2012.

CANDAU, V. Construindo Práticas Escolares Interculturais e Formação Docente In: ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICA DE ENSINO, 17., 2014, Fortaleza. Anais [...]. Fortaleza, CE: ENDIPE, 2014. p. 1-14. Tema: Didática e Prática de Ensino: diálogos sobre a Escola, a Formação de Professores e a Sociedade.

CANDAU, V. (org.). Interculturalizar, descolonizar, democratizar: uma educação “outra”? Rio de Janeiro: 7 Letras, 2016.

CAPARROZ, F.; BRACHT, V. O tempo e o lugar de uma didática da educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 28, p. 21-37, 2007.

CASTRO, P. H. Z. C. Formação inicial de professores de Educação Física: entre permanências e proposições. In: ANACLETO, F. N. A.; SILVA, G. M.; SANTOS, J. H. (org.). Educação física e interfaces com a história, o currículo e a formação profissional. 1. ed. Curitiba, PR: CRV, 2017. v. 1, p. 273-287.

CASTRO, P. H. Z. C.; SILVA, A. C.; LÜDORF, S. M. A. Dissertações e teses em Educação Física: uma investigação sobre abordagens metodológicas. Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, e25013, fev. 2019.

CASTRO, P. H. Z. C. et al. A produção cinetífica em Educação Física de 2001 a 2010: caminhos da construção de um campo. Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, p. 869-882, set. 2017.

CRUZ, G. Didática e docência no ensino superior. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 98, n. 250, p. 672-689, set./dez. 2017.

CRUZ, G. B.; CASTRO, P. H. Z. C. A didática e a formação do professor de Educação Física: uma análise a partir da avaliação de alunos concluintes. Pro-Posições, Campinas, v. 30, e20160106, 2019.

CRUZ, G. B. et al. Didática na formação inicial de professores: concepções e práticas de professores formadores na visão de estudantes. Revista Internacional de Formação de Professores, p. 3-17, dez. 2017.

DARIDO, S. Educação Física na Escola: implicações para a prática pedagógica. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

FONSECA, D.; MACHADO, R. (org.). Educação Física: (re)visitando a didática. Porto Alegre: Sulina, 2015. 206 p.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

LIBÂNEO, J. C. Democratização da escola pública: a pedagogia crítico-social dos conteúdos. São Paulo: Edições Loyola, 1984.

LUCKESI, C. C. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. São Paulo: Cortez, 2011.

LÜDKE, M.; BOING, L. A. Do trabalho à formação de professores. Cadernos de Pesquisa, v. 42, n. 146, p. 428-451, 2012.

NEIRA, M.; UVINHA, R. Cultura corporal: diálogos entre educação física e lazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

OLIVEIRA, M. R.; ANDRÉ, M. E. A prática do ensino de didática no Brasil: introduzindo a temática. In: ANDRÉ, M. E.; OLIVEIRA, M. R. Alternativas no ensino de Didática. (orgs.). Campinas,SP: Papirus, 1997. p. 7-18.

PUENTES, R.; LONGAREZI, A. Escola e didática desenvolvimental: seu campo conceitual na tradição da teoria histórico-cultural. Educação em Revista, v. 29, n. 1, p. 247-271, 2013.

SILVA, G.; LÜDORF, S. M. Significados corporais no filme “Substitutos” a partir da visão sociológica de David Le Breton: uma análise sob o “manto de Arlequim”. Arquivos em Movimento, Rio de Janeiro, v. 12, n. 1, p. 27-38, 2016.

VAZ, A.; PINTO, F.; SAYÃO, D. (org.). Educação do Corpo e Formação de Professores: Reflexões sobre a Prática de Ensino de Educação Física. Florianópolis: EDUFSC/INEP, 2002. v. 1, 110 p.

Publicado

02/01/2022

Como Citar

CASTRO, P. H. Z. C. de; BAPTISTA, G. G. Didática multicultural e educação física: Entre a escola e a formação inicial. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 1, p. 0557–0575, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i1.14432. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14432. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Experiência