Processos formativos de professores supervisores no âmbito do PIBID: sentidos atribuídos às atividades experienciadas na universidade e na escola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16iEsp.1.14932

Palavras-chave:

Formação de professores, Programa de iniciação à docência, Integração escola-universidade

Resumo

Este artigo tem como objetivo compreender os sentidos atribuídos pelos professores supervisores do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) às atividades experienciadas na universidade e nas escolas parceiras no âmbito do subprojeto Laboratório de Práticas Pedagógicas. Procurou-se, por meio de um estudo analítico-descritivo, analisar e discutir dados dos relatórios produzidos pelos oito professores supervisores participantes do subprojeto do Pibid, no período de 2014 a 2017, em parceria com estudantes bolsistas de Iniciação à Docência (ID), as professoras formadoras coordenadoras de área do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia e os professores coformadores das quatro escolas da educação básica da rede municipal de ensino de Guanambi, estado da Bahia, que participaram deste programa. A análise dos dados indica que as atividades desenvolvidas pelos professores supervisores na universidade e nas escolas parceiras do subprojeto Laboratório de Práticas Pedagógicas, por meio da participação nos grupos colaborativos de estudo no contexto da formação e da prática docente, possibilitaram o compartilhamento de saberes, experiências e aprendizagens da formação e da prática docente. O Pibid constitui-se como uma alternativa de estabelecimento dessa parceria, aproximando a universidade da educação básica, por meio de um trabalho colaborativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Alves de Oliveira, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora – MG

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação. Integra os Grupos de Pesquisas: NEPE/Campus XII/UNEB, GEM/UFSCar, GREPEM/UFJF.

Dayselane Pimenta Lopes Rezende, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora – MG

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Reginaldo Fernando Carneiro, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora – MG

Professor no Programa de Pós-Graduação em Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Doutorado em Educação (UFSCAR).

Referências

ANDRÉ, M. Políticas de iniciação à docência para uma formação profissional qualificada. In: ANDRÉ, M. (Org.). Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas, SP: Papirus, 2016. p. 49-70.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BAKHTIN, M.; VOLOCHINOV, V. N. Marxismo e filosofia da Linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. 8. ed. São Paulo: Hucitec, 1997.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Trad. Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Portugal: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Portaria n. 096, de 18 de julho de 2013. Regulamento do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Brasília, DF: CAPES/PIBID, 2013. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Portaria_096_18jul13_AprovaRegulamento PIBID.pdf. Acesso em: 10 set. 2019.

CAPES. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Detalhamento do subprojeto Laboratório de Práticas Pedagógicas. Edital CAPES 061/2013. Brasília, DF: CAPES, 2013.

FREITAS, M. T. A. A perspectiva sócio-histórica: uma visão humana da construção do conhecimento. In: FREITAS, M. T. A.; SOUZA, S. J.; KRAMER, S. (Org.). Ciências humanas e pesquisa: leituras de Mikhail Bakhtin. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2007. p. 26-38.

GARCEZ, P. M.; SCHLATTER, M. Professores-autores-formadores: princípios e experiências para a formação de profissionais de educação linguística. In: MATEUS, E.; TONELLI, J. R. A. (Org.). Diálogos (im)pertinentes entre formação de professores e aprendizagem de línguas. São Paulo: Blucher, 2017. p. 13-36.

GARCIA-REIS, A. R.; MAGALHÃES, T. G. As experiências de escrita na formação de professores de Língua Portuguesa: uma prática no curso de Letras da UFJF. In: GARCIA-REIS, A. R.; MAGALHÃES, T. G. (Org.). Letramentos e práticas de ensino. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016. p. 35-52.

MICARELLO, H. A. L. S.; MAGALHÃES, T. G. Letramento, linguagem e escola. Revista Bakhtiniana, São Paulo, v. 9, n. 2, p. 150-163, ago./dez. 2014.

MIZUKAMI, M. G. N.; REALI, A. M. M. R.; REYES, C. R.; MARTUCCI, E. M.; LIMA, E. F.; TANCREDI, R. M. S. P.; MELLO, R. R. Escola e aprendizagem da docência: processos de investigação e formação. 2. reimpr. São Carlos: EdUFSCar, 2006.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 166, p.1106-1133, out./dez. 2017.

OLIVEIRA, S. A. O.; REIS, S. M. A. O.; PRADO, J. R.; CARVALHO, M. F. P. Subprojeto Laboratório de Práticas Pedagógicas do Pibid/Uneb Campus XII no contexto da formação de estudantes do curso de Pedagogia. In: SEMINÁRIO NACIONAL, 6.; SEMINÁRIO INTERNACIONAL, 2017, Vitória da Conquista. Anais [...]. Vitória da Conquista: PPGED/UESB, 2017. Disponível em: http://anais.uesb.br/index.php/semgepraxis/article/view/7453. Acesso em: 28 nov. 2019.

PASSOS, L. F. Práticas formativas em grupos colaborativos: das ações compartilhadas à construção de novas profissionalidades. In: ANDRÉ, M. (org.). Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas, SP: Papirus, 2016. p. 165-188.

SILVA, W. R. Letramento científico na formação inicial do professor. Revista Práticas de Linguagem, v. 6, escrita discente, 2016.

SILVESTRE, M. Aparecida. Práticas de estágios no Programa de Residência Pedagógica da UNIFESP/Guarulhos. In: ANDRÉ, M. (org.). Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas, SP: Papirus, 2016. p. 147-164.

ZABALZA, M. A. Diários de aula: um instrumento de pesquisa e desenvolvimento pessoal. Porto Alegre: Artmed, 2007.

Publicado

01/03/2021

Como Citar

OLIVEIRA, S. A. de; REZENDE, D. P. L.; CARNEIRO, R. F. Processos formativos de professores supervisores no âmbito do PIBID: sentidos atribuídos às atividades experienciadas na universidade e na escola. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. esp.1, p. 982–998, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16iEsp.1.14932. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14932. Acesso em: 6 maio. 2021.