O Sistema de Avaliação Nacional Superior e a Avaliação Formativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v18i00.18390

Palavras-chave:

Avaliação Formativa, Educação Superior, Formação Docente, SINAES

Resumo

Este estudo trata de compreender até que ponto o Sistema de Avaliação da Educação Superior influencia a avaliação formativa na formação docente. Para tal finalidade, realizou-se um estudo bibliográfico e de análise documental de relatórios sobre cursos de Licenciatura em Pedagogia com conceito 5 no Exame Nacional de Desempenho do Estudante (2017). Foram selecionados quatro cursos de pedagogia, com base nos seguintes critérios: conceito 5, estado de São Paulo, número de alunos matriculados, categoria administrativa, modalidades de ensino e organização acadêmica. Verificou-se, pela percepção dos estudantes, que a prova é importante na avaliação do desempenho do curso, e pode auxiliar na melhoria da qualidade das instituições. Numa perspectiva de avaliação formativa, foi possível compreender que o Sistema de Avaliação atua como um incentivo à avaliação formativa na formação docente, visto que estabelece critérios de avaliação que devem ser seguidos e que são baseados na qualidade da formação ofertada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiza Helena Rodrigues Arantes, Centro Universitário Adventista de São Paulo

Mestranda no Programa de Pós-graduação em Educação - Mestrado Profissional em Educação. 

Silvia Cristina de Oliveira Quadros, Centro Universitário Adventista de São Paulo

Pós-doutora em Educação na FE/USP (2005/2006). Doutora em Letras: Semiótica e Linguistica Geral pela FFLCH/USP(1999). MBA em Gestão Estratégica na (FEARP USP - Ribeirão Preto - 2016). Especialização na UNESC (2022) - Liderança, Gestão, Resultados e Engajamento. Experiência na área acadêmica com as disciplinas: Língua Portuguesa, Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa, Análise do Discurso, Prática de Ensino e Produção de Textos, formação de Professores e Metodologia de Ensino da Linguagem. Atuou na área administrativa como coordenadora do curso de Letras e diretora acadêmica nas Faculdades Integradas Módulo - atual UNIMODULO. Participação em congressos nacionais e internacionais com apresentação de trabalho. Participa dos grupos de pesquisa: GPADE- Grupo de pesquisa aprendizagem, práticas docentes e de gestão escolar; GEDEC - Grupo de estudos em direito e diversidade étnico-cultural) do centro Universitário Adventista de São Paulo. Atuou como Assessora Pedagógica, Diretora Acadêmica e Pró-reitora de Graduação no Centro Universitário Adventista de São Paulo - UNASP e de junho de 2017 a 2022, atuou como Pró-reitora Associada e Diretora de Graduação na mesma Instituição e como docente do curso de Pedagogia - campus SP. Atua como professora do curso de Pedagogia - UNASP-SP e professora Permanente no Mestrado Profissional em Educação do UNASP, além da coordenação do referido curso de Mestrado.

Referências

BRASIL. Lei n. 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Brasília, F: Ministério da Educação, 2004. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.861.htm. Acesso em: 10 jan. 2023.

BRASIL. Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Brasília, DF: Ministério da Educação, 2014.

BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Revista Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, jan./jun. 2011. DOI: 10.5433/1679-0359.2011v32n1p25.

BORGES, M. C. et al. Avaliação formativa e feedback como ferramenta de aprendizado na formação de profissionais da saúde. Revista da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto e do Hospital das Clínicas da FMRP, Ribeirão Preto, v. 47, n. 3, p. 324-331, 2014. DOI: 10.11606/issn.2176-7262.v47i3p324-331.

CAMARGO, C. C. O.; MENDES, O. M. A avaliação formativa como uma política includente para a educação escolar. Revista Educação e Políticas em Debate, v. 2, n. 2, p. 372-390, jul./dez. 2013. DOI: 10.14393/REPOD-v2n2a2013-24825.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

CHUEIRI, M. S. F. Concepções sobre a Avaliação Escolar. Revista Estudos em Avaliação Educacional, v.19, n. 39, jan./abr. 2008. DOI: 10.18222/eae193920082469.

DIAS SOBRINHO, J. Avaliação e Transformações da Educação Superior Brasileira (19995-2009): do Provão ao SINAES. Avaliação: Revista de Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 15, n. 1, p. 195-224, mar. 2010. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/341. Acesso em:02 maio 2023.

FERNANDES, D. Avaliação Formativa. Folha de apoio à formação - Projeto de Monitorização Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Portugal: Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação, 2021.

FERREIRA, C. A. Instrumento de avaliação para a melhoria do ensino e da aprendizagem. EduPSI – Revista Eletrônica de Educação e Psicologia, v. 8, p. 12-17, 2018. Disponível em: http://edupsi.utad.pt/index.php/component/content/article/79-revista2/152. Acesso em: 17 nov. 2022.

FERREIRA, C. A. A avaliação no quotidiano da sala de aula. Porto: Porto Editora, 2010.

HADJI, C. Avaliação desmistificada. Porto Alegre: Editora ATMED, 2001.

HADJI, C. A avaliação, regras do jogo: das intenções aos instrumentos. Porto: Editora Porto, 1994.

LIBÂNEO, J. C. Didática. 13. ed. São Paulo: Cortez, 1994.

LOPES, B. J. S. Avaliação formativa e capacidade de reflexão e argumentação. 2020. Disponível em: https://www.educacao.uol.com.br/disciplinas/avaliacao-formativa-e-capacidade-de-reflexao-e-argumentacao.htm. Acesso em: 15 jun. 2023.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

PERRENOUD, P. A avaliação entre duas lógicas. In: PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens. Porto Alegre: Artmed Editora, 1999a. p. 9-23.

PERRENOUD, P. A avaliação formativa no ensino superior como parte do processo formativo: reflexões sobre inovação na avaliação. Revista Brasileira de Educação, v. 4, n. 7, p. 7-21, 1999b.

PIMENTEL, W. M.G; RIBEIRO, J. M.R; SILVA, R. K.V. A avaliação como instrumento de aprendizagem na Educação Profissional – uma análise do Centro Territorial de Educação Profissional do Sertão Produtivo – Caetité. In: COLOQUIO INTERNACIONAL “EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE”, 6., 2012, São Cristóvão. Anais [...]. São Cristóvão, SE: BrasilSet, 2012. Disponível em: https://ri.ufs.br/bitstream/riufs/10183/58/132.pdf. Acesso em: 10 jan. 2023.

SANTOS, C. M. dos; KROEFF, R. F. da S. A contribuição do feedback no processo de avaliação formativa. EDUCA -Revista Multidisciplinar em Educação, [S. l.], v. 5, n. 11, p. 20–39, 2018. DOI: 10.26568/2359-2087.2018.2776.

SILVA, N. L.; MENDES, O. M. Avaliação formativa no ensino superior: avanços e contradições. Avaliação: Revista de Avaliação da Educação Superior, v. 22, n. 1, p. 271-297, mar. 2017. DOI: 10.1590/S1414-40772017000100014.

SOUZA, F. W. B. et al. Avaliação: desafio no fazer docente. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 3., 2016, Campina Grande. Anais [...]. Campina Grande, PB: Realize Editora, 2016.

TAVARES, C. Z. Avaliação formativa: Um processo contínuo e reflexivo. São Paulo: Ática, 2008.

TUZZO, C. M.; BRAGA, A. P. Abordagem qualitativa: fundamentos e aplicações. São Paulo: Atlas, 2016.

VILLAS BOAS, B. M. de F. Avaliação formativa e formação de professores: ainda um desafio. Linhas Críticas, [S. l.], v. 12, n. 22, p.75-90, 2006. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/lc/v12n22/v12n22a06.pdf. Acesso em:15 nov. 2022.

Publicado

07/12/2023

Como Citar

ARANTES, L. H. R.; QUADROS, S. C. de O. O Sistema de Avaliação Nacional Superior e a Avaliação Formativa. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 18, n. 00, p. e023122, 2023. DOI: 10.21723/riaee.v18i00.18390. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/18390. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos