A atividade discente na universidade: caracterização dos estudantes e impactos da produtividade acadêmica

Autores

  • Maísa Aparecida Oliveira Universidade Federal de São Carlos. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação.
  • Maria Cristina Silveira Galan Fernandes Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Educação. São Carlos. Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v11.n3.7179

Palavras-chave:

Ensino superior. Produtividade acadêmica. Discente. Socialização.

Resumo

O artigo analisa o perfil e o impacto da produtividade acadêmica na formação dos estudantes universitários. Utilizou-se a aplicação de 120 questionários a estudantes de graduação pertencentes a três Centros de Ciências de uma IFES, sendo analisados com o processo de categorização dos conteúdos semânticos fundamentados em perspectivas críticas. Os dados revelam que há maior índice de participação em eventos científicos e programas de iniciação científica, o que corrobora a concepção da maior valorização da pesquisa. Ao mesmo tempo, a formação social, cultural e política do estudante estão deficitárias, considerando a baixa inserção nos grupos formais e informais e o pequeno índice de realização de estágios. Este fato pode sinalizar uma possível ampliação do individualismo fundamentado na competição no campo universitário.

Biografia do Autor

Maísa Aparecida Oliveira, Universidade Federal de São Carlos. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação.

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). É mestre em Educação pela UFSCar e licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Viçosa.

Maria Cristina Silveira Galan Fernandes, Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Educação. São Carlos. Brasil.

Doutora em Educação pela Unesp/Araraquara. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação – UFSCar

Downloads

Publicado

20/10/2016

Como Citar

Oliveira, M. A., & Fernandes, M. C. S. G. (2016). A atividade discente na universidade: caracterização dos estudantes e impactos da produtividade acadêmica. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 11(3), 1423–1440. https://doi.org/10.21723/riaee.v11.n3.7179

Edição

Seção

Artigos