Aprendizagem baseada em problemas: um estudo de caso na disciplina de tratamento de água, efluente e lodos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.unesp.v13.n4.out/dez.2018.10497

Palavras-chave:

Processo de ensino-aprendizagem, Metodologia alternativa, Modelo tradicional, Material didático.

Resumo

Qualquer instituição educacional que ofereça cursos profissionais leva consigo uma grande responsabilidade traduzida na formação de um profissional plenamente apto de suas competências e habilidades na eminente atuação em nosso competitivo e seletivo mercado de trabalho. Partindo-se desta premissa e apoiando-se na vasta literatura existente, vê-se o norte apontado para a Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL), como sendo uma ferramenta facilitadora para que os discentes possam mais facilmente assimilar as competências (atitudes e conhecimento), os quais podem ser aplicados em sua futura carreira profissional de forma contundente. Portanto, esta pesquisa teve como objetivo avaliar o PBL aplicado à disciplina de Água, Efluentes e Tratamento de Esgoto do Curso Técnico em Química do IFG, que foi realizado no ano de 2013. Para isso, esta pesquisa baseou-se no procedimento técnico atrelado ao estudo de caso. Os dados foram coletados através da observação participante, questionários e o protótipo gerado. Em geral, os resultados mostraram que o PBL foi útil para incluir maior integração e envolvimento dos alunos, motivados pela comunicação e participações bilaterais de professores e alunos, bem como o uso de tecnologias como ferramentas para crescimento pessoal, intelectual e profissional, pois os alunos ao utilizarem problemas práticos e reais ganharam destreza na resolução de problemas de ordem prática e profissional.

Biografia do Autor

Regina Machado, IFG-Campus Luziânia

Docente do Instituto Federal de Goiás - Campus Luziânia, onde leciona para o curso de Licenciatura em Química e Técnicos Integrados. Possui graduação em Lic. Plena e Bacharel em Química pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) (1999), metrado em Solos e Nutrição de Plantas (UFLA) (2002) e doutorado em Solos e Nutrição de Plantas na UFV (2008). Fez pós-doutorado pela Universidade Federal de Fluminense, Institut de recherche pour le développement (Paris, França) e na Fundação Bio - Rio.Atualmente. Foi coordenadora do curso Técnico Integral em Química do IFG Campus Luziânia (Portaria nº 1300/2014) e participou no reconhecimeno do curso Técnico Integral em Química do IFG Campus Luziânia pelo CRQ – região XII. Atua como revisora do periódico da Revista Brasileira de Ciência do Solo e no comitê de avaliação de projetos de pesquisa referente aos editais dos Programas Institucionais de Iniciação Científica e Tecnológica. Participou como coordenadora do projeto do CNPq da chamada 488335/2013-2 e da chamada professores para futuro VET 2015. Tem participação em projetos de pesquisa na área de solos, sedimentos, resíduos e oceanografia química.

Giani Böhm, IFSul-Campus Pelotas

Professora Titular na Instituição IFSul-Campus Pelotas. Possui graduação em Lic. Plena p/Prof Form. Esp. Cur. Ens. 2° grau pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (1995), Mestrado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (2003) e Doutorado em Biotecnologia pela Universidade Federal de Pelotas (2007). Orientadora de Mestrado no Programa de Pós Graduação em Engenharia e Ciências Ambientais (PPGECA). Ministra disciplinas nos cursos superiores de Engenharia Química, Gestão Ambiental e Saneamento Ambiental e no curso técnico do Instituto Federal Sul-rio-grandense. Como pesquisadora tem desenvolvido trabalhos sobre degradação de pesticidas no solo, atividade microbiana, soja transgênica, biossólido, resíduos e metais pesados.

Emerson Böhm, IFSul-Campus Pelotas

Atualmente desenvolve dissertação de mestrado em Engenharia e Ciências Ambientais com foco em co-pirólise de biomassas. Tem experiência profissional na área comercial de projetos, comercialização de equipamentos e montagem de laboratórios na área Química, Biologia e Biotecnologia. No meio acadêmico atua na área de Ciências Ambientais, principalmente nos seguintes temas: pirólise e co-pirólise de biomassas, casca de arroz, lodo de esgoto industrial, runoff, hidrocarbonetos, hpas, soja e biossólido.

Referências

BARAN, E. J. Suplementação de Elementos-Traços. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola – Química Ambiental, n. 6, p. 7-12, 2005.

BARROWS, H. S. “Problem-based Learning in medicine and beyond: a brief overview”. In: WILKERSON, L.; GIJSELAERS, W. H. (Ed.). Bringing Problem-based Learning to higher education. San Francisco: Jossey- Bass Publishers, p. 3-12,1996.

BARROWS, H. S.; TAMBLYN, R. M. Problem-based learning: an approach to medical education. New York: Springer,1980.

BERBEL, N. A. N. “Problematization” and Problem-Based Learning: different words or different ways? Interface — Comunicação, Saúde, Educação, v. 2, n. 2, 1998.

BERBEL, N. A. N. A metodologia da problematização com o Arco de Maguerez: uma reflexão teórico-epistemológica. [livro eletrônico]. Londrina, Eduel, 2016. ISBN 978-85-7216-825-0.

BORDENAVE, J. D.; PEREIRA, A. M. Estratégias de ensino-aprendizagem. 19 ed. Petrópolis: Vozes; 1998.

CAMPOS, M. L. A. M.; JARDIM, W. F. Aspectos relevantes da biogeoquímica da Hidrosfera. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola, Química Ambiental, n. 5, p. 18-27, 2003.

CHAVES, E. O. C. Educação orientada para competências e currículo centrado em problemas, 2000. Available at: < http://www.chaves.com.br/TEXTSELF/PHILOS/comphab. htm >. Acesso em: 10 jul. 2017.

FADINE, P. S.; FADINE, A. A. B. Lixo: desafios e compromissos. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola, Química Ambiental, Edição especial, n. 1, p. 5-8, 2001.

FREITAS, V. P.; CARVALHO, R. B.; GOMES, M. J.; FIGUEIREDO, M. C.; SILVA, D. D. F. Mudança no processo ensino-aprendizagem nos cursos de graduação em odontologia com utilização de metodologias ativas de ensino e aprendizagem- Learning process modifications in odontology undergraduate courses using actives learning methodologies. RFO, v. 14, n. 2, p. 163-167, 2009.

HAGUENAUER, C. Metodologias e estratégias na educação à distância. Latec. Adaptado da entrevista concedida à Folha Dirigida, em Janeiro de 2005. Available at: < http:// www.latec.ufrj.br/portfolio/at/4%20EAD%20metodologias. pdf >. Acesso em: 10 ago. 2017.

HOLLENBECK, J. Proceedings of the International Journal of Arts & Sciences Conference (Germany 2008). Enhanced Student Learning with Problem Based Learning. Disponível em: < http://files.eric.ed.gov/fulltext/ED519989.pdf >. Acesso em: 17 set. 2017.

MUNIZ JUNIOR, J.; RODRIGUES, J. de S.; ASSIS, A.; OLIVEIRA, F. C. de P.; FRANCO, B. C.; MACIEL, F. G. Increasing students’ skills in operations management classes: Cumbuca Method as teaching-learning strategy. Gest. Prod., São Carlos, v. 24, n. 4, p. 680-689, 2017. DOI: 10.1590/0104-530x1172-15.

KONDO, M. M.; ROSA, V. A. M. Protótipo de Reator Anaeróbio: Tratamento de Esgoto Doméstico nas Escolas. Química Nova na Escola, Experimentação no Ensino de Química, n. 26, p. 33 - 36, 2007.

LARMER, J.; MERGENDOLLER, J. Why We Changed Our Model of the “8 Essential Elements of PBL”. Buck Institute for Education, 2015. Disponível em: < http://devonshire.ccsd59.org/wp-content/uploads/sites/7/2016/03/8_Essential-Elements-of-PBL.pdf >. Acesso em: 10 jan. 2018.

LIRA, M. B.; WULF, M.; AREDES, L. B. S.; RECENA, M. C. P. Protótipo de estação de tratamento de água com materiais de baixo custo: um recurso para o ensino de ciências contextualizado. Revista Ciências & Ideias, v. 3, n. 2, p.1-9, 2012.

MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. 1. ed. São Paulo: Bontempo; 2005.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva, Ed. Unijuí: Ijuí, 2007.

PEREIRA, A. C. Odontologia em saúde coletiva. Planejando ações e promovendo saúde. 1. ed. Porto Alegre: Artmed; 2003.

RIBEIRO, C. M. R.; VALVERDE, A. L.; RIBEIRO, M. M. J.; SOUZA, T. S. G.; FAGUNDES, T. S. F.; BITTENCOURT, L. B.; DUTRA, K. D. B.; EPIFÂNIO, R. A. A Videoaula “Cromatografia em Camada Delgada” e a Motivação da Aprendizagem nas Disciplinas Experimentais de Química Orgânica dos Cursos de Química, Engenharia Química e Farmácia da UFF. Rev. Virtual Quim., 2015, v. 7, n. 3, p. 1030-1055.

WALKER, A. E.; LEARY, H.; HMELO-SILVER, C. E.; ERTMER, P. A. Essential Readings in Problem-based Learning. Purdue University Press, 2015 - 384 p.

Publicado

01/10/2018

Como Citar

MACHADO, R.; BÖHM, G.; BÖHM, E. Aprendizagem baseada em problemas: um estudo de caso na disciplina de tratamento de água, efluente e lodos. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. 5, p. 1866–1879, 2018. DOI: 10.21723/riaee.unesp.v13.n4.out/dez.2018.10497. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/10497. Acesso em: 25 fev. 2021.

Edição

Seção

Relatos de Experiência