A pedagogia histórico-crítica e o desenvolvimento emancipatório da subjetividade humana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17iesp.1.16321

Palavras-chave:

Educação, Pedagogia histórico-crítica, Subjetividade, Emancipação, Modernidade

Resumo

O presente artigo é uma reflexão sobre o modo como a pedagogia histórico-crítica apresenta-se enquanto uma das alternativas para o desenvolvimento da subjetividade humana. Ao utilizar a pesquisa bibliográfica, ancorada no método dialético, esperamos mostrar como essa perspectiva visa fundamentalmente a realização emancipatória do ser humano e a construção de sua identidade enquanto ser histórico-social. É um estudo que se justifica por conta da relevância acadêmica, profissional, pessoal e social no que diz respeito à crescente necessidade de se revisitar os modelos e projetos modernos de formação da subjetividade humana, sobretudo aqueles que reivindicam o status de emancipatórios (ex.: o projeto iluminista do conhecimento, pautado no cientificismo). Analisaremos o paradigma científico da Modernidade e discorreremos acerca da crise da educação fundamentada em seus propósitos. Em seguida, analisaremos em que medida a perspectiva histórico-crítica apresentar-se como alternativa para a realização de uma educação autenticamente emancipatória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Paulo Rodrigues, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR – Brasil

Professor de Filosofia no Ensino Médio pela SEED-PR. Mestrado em Filosofia (UEL).

Claudiney José de Sousa, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR – Brasil

Professor Adjunto do Departamento de Filosofia e do Colegiado de Pedagogia (UNESPAR). Doutorado em Filosofia (UNICAMP).

Referências

RODRIGUES, João Paulo; SOUSA, Claudiney José de. A pedagogia histórico-crítica e o desenvolvimento emancipatório da subjetividade humana. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.32, n.3, p. 551-565, set./dez. 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022006000300009. Acesso em: jun. 2021.

GOERGEN, Pedro. O embate modernidade/pós-modernidade e seu impacto sobre a teoria e a prática educacionais. EccoS, São Paulo, n. 28, p. 149-169. maio/ago. 2012. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/715/71523339010.pdf. Acesso em: jun. 2021.

HABERMAS, Jürgen. Modernidade - um projeto inacabado. In: ARANTES, O. B. F.; ARANTES, P. E. Um ponto cego no projeto moderno de Jürgen Habermas: arquitetura e dimensão estética depois das vanguardas. São Paulo: Brasiliense, 1992.

HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade. Trad. Luiz Sérgio Repa e Rodnei Nascimento. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

HENRIQUE, Ana Lúcia Sarmento. Era uma vez... A história de um grupo em busca do reino perdido. In: HENRIQUE, Ana Lúcia Sarmento; SOUZA, Samir Cristino de (org.). Transdisciplinaridade e complexidade: uma nova visão para a educação no século XXI. Natal: Editora do CEFET-RN, 2005.

JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago Editora Ltda., 1976.

MARTINS, Lígia Márcia. Psicologia histórico-cultural, pedagogia histórico-crítica e desenvolvimento humano. In: MARTINS, Lígia Márcia; ABRANTES, Angelo Antonio; FACCI, Marilda Gonçalves Dias (org.). Periodização histórico-cultural do desenvolvimento psíquico: do nascimento à velhice. Campinas, SP: Editora Autores Associados, 2016.

MARTINS, Lígia Márcia. A constituição histórico-social da subjetividade humana: contribuições para a formação de professores. In: MILLER, Stela; BARBOSA, Maria Valéria; MENDONÇA, Sueli Guadelupe de Lima (org.). Educação e Humanização: as perspectivas da teoria histórico-cultural. Jundiaí: Paco Editorial: 2014.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos. Trad. Jesus Ranieri. São Paulo: Boitempo Editorial, 2008.

PADILHA, Augusta; BARROS, Marta Silene Ferreira. Da formação humana ou do desenvolvimento do homem: de que desenvolvimento se trata? In: BARROS, Marta Silene Ferreira; PASCHOAL, Jaqueline Delgado; PADILHA, Augusta (org.). Formação, ensino e emancipação humana: desafios da contemporaneidade para a educação escolar. Curitiba: CRV, 2019.

RODRIGUES, João Paulo; SOUSA, Claudiney José de. Crítica pós-moderna ao paradigma epistemológico da modernidade e suas implicações na educação: contribuições da interdisciplinaridade. Revista Dialectus, ano 10, n. 22, p. 98-115, jun. 2021. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/dialectus/article/view/71235. Acesso em: jun. 2021.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

SAVIANI, Dermeval. A Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 11. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

SOUSA, Juliane Gomes de; PINHO, Maria José de. Interdisciplinaridade e transdisciplinaridade como fundamentos na ação pedagógica: aproximações teórico-conceituais. Revista Signos, Lajeado, ano 38, n. 2, p. 93-110, 2017. Disponível em: http://univates.br/revistas/index.php/signos/article/view/1606. Acesso em: jun. 2021.

Downloads

Publicado

01/03/2022

Como Citar

RODRIGUES, J. P.; SOUSA, C. J. de. A pedagogia histórico-crítica e o desenvolvimento emancipatório da subjetividade humana. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. esp.1, p. 0674–0687, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17iesp.1.16321. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16321. Acesso em: 25 maio. 2022.