Carta a Paulo Freire: como superar o assistencialismo por meio de uma prática educativa como caráter crítico-libertador?

Sinval Martins Farina, André Luis Castro de Freitas, Luciane Albernaz de Araujo Freitas

Resumo


O texto, em formato de carta, possui como intenção tecer aproximações ao pensamento de Paulo Freire de tal maneira que seja capaz de contribuir no processo de questionamentos e respostas acerca de um trabalho social vinculado a comunidades eclesiais de base. O referido trabalho social está relacionado a práticas que buscam superar o assistencialismo da doação de cestas básicas a famílias em situação de vulnerabilidade social e, também, é tema de pesquisa de doutorado. A partir de um estudo descritivo crítico, fundamentado em uma pesquisa qualitativa, bibliográfica, tem-se como objetivo refletir a partir do pensamento e testemunho de vida de Freire e, ainda, de autores que estudaram sua obra, sobre a formulação de encaminhamentos qualificados sobre a pesquisa de doutorado em Educação Ambiental.

Palavras-chave


Transformação social; Comunidade eclesial de base; Humanização.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


ARAUJO FREIRE, Ana Maria. Inédito viável. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 224-226, 2010.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é método Paulo Freire. 34. reimp. São Paulo: Brasiliense, 2013.

CALLONI, Humberto. Ecologia. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 131-133, 2010.

CAPRA, Fritjof. A Teia da vida. São Paulo: Cultrix, 1997.

COLLINS, Denis. O otimismo de Paulo Freire. In: GADOTTI, Moacir (Org.). Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez, p. 589-590, 1996.

CORTELLA, Mário Sérgio; VENCESLAU, Paulo de Traso. Paulo Freire. Revista Teoria & Debate. São Paulo, n. 17, p. 28-40, jan./março, 1992.

FANON, Frantz. Condenados da terra. v. 42. 1. ed. São Paulo: Civilização Brasileira, 1968.

FERNANDES, Florestan. A integração do negro na sociedade de classes. v. 1, 3. ed. São Paulo: Àtica, 1978.

FRANCISCO, Felipe Magalhães. A política como forma mais perfeita da caridade. Domtotal. 2016. Disponível em: https://domtotal.com/noticia/1076008/2016/09/a-politica-como-forma-mais-perfeita-da-caridade/

FREIRE, Paulo. A Importância do ato de ler. São Paulo: Autores Associados/Cortez, 1987.

FREIRE, Paulo. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho d´Água, 1995.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 9. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 38. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

GADOTTI, Moacir. Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez, 1996.

GHIGGI, Gomercindo. Paulo Freire e a revivificação da educação popular. Revista Educação. Porto Alegre, v. 33, n. 2, p. 111-118, maio/ago., 2010.

OSOWSKI, Cecília Irene. Cultura do silêncio. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 101-102, 2010.

PREISWERK, Matthias. Teologia da Libertação. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 392, 2010.

SOUZA, Jessé. A elite do atraso: da escravidão a lava-jato. Rio de Janeiro: Leya, 2017.

STRECK, Danilo Romeu. Fé. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 117-118, 2010

STRECK, Danilo Romeu. Cinco Razões para dialogar com Paulo Freire. Revista e-curriculum. São Paulo, v. 7, n. 3, p. 1-18, dez., 2011.

ZITKOSKI, Jaime José. Diálogo/Dialogicidade. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 117-118, 2010.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v24i2.13300



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.