Carta a Paulo Freire: como superar o assistencialismo por meio de uma prática educativa como caráter crítico-libertador?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v24i2.13300

Palavras-chave:

Transformação social, Comunidade eclesial de base, Humanização.

Resumo

O texto, em formato de carta, possui como intenção tecer aproximações ao pensamento de Paulo Freire de tal maneira que seja capaz de contribuir no processo de questionamentos e respostas acerca de um trabalho social vinculado a comunidades eclesiais de base. O referido trabalho social está relacionado a práticas que buscam superar o assistencialismo da doação de cestas básicas a famílias em situação de vulnerabilidade social e, também, é tema de pesquisa de doutorado. A partir de um estudo descritivo crítico, fundamentado em uma pesquisa qualitativa, bibliográfica, tem-se como objetivo refletir a partir do pensamento e testemunho de vida de Freire e, ainda, de autores que estudaram sua obra, sobre a formulação de encaminhamentos qualificados sobre a pesquisa de doutorado em Educação Ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sinval Martins Farina, Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande, RS.

Mestre em Educação. Em doutoramento no Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande - FURG,

André Luis Castro de Freitas, Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande, RS.

Professor da Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Mestre e Doutor em Ciência da Computação. Mestre e Doutor em Educação.

Luciane Albernaz de Araujo Freitas, Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSUL) Pelotas, RS.

Professora do Instituto Federal Sul-rio-grandense - IF SUL. Mestre em Desenvolvimento Social. Doutora em Educação Ambiental.

Referências

ARAUJO FREIRE, Ana Maria. Inédito viável. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 224-226, 2010.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é método Paulo Freire. 34. reimp. São Paulo: Brasiliense, 2013.

CALLONI, Humberto. Ecologia. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 131-133, 2010.

CAPRA, Fritjof. A Teia da vida. São Paulo: Cultrix, 1997.

COLLINS, Denis. O otimismo de Paulo Freire. In: GADOTTI, Moacir (Org.). Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez, p. 589-590, 1996.

CORTELLA, Mário Sérgio; VENCESLAU, Paulo de Traso. Paulo Freire. Revista Teoria & Debate. São Paulo, n. 17, p. 28-40, jan./março, 1992.

FANON, Frantz. Condenados da terra. v. 42. 1. ed. São Paulo: Civilização Brasileira, 1968.

FERNANDES, Florestan. A integração do negro na sociedade de classes. v. 1, 3. ed. São Paulo: Àtica, 1978.

FRANCISCO, Felipe Magalhães. A política como forma mais perfeita da caridade. Domtotal. 2016. Disponível em: https://domtotal.com/noticia/1076008/2016/09/a-politica-como-forma-mais-perfeita-da-caridade/

FREIRE, Paulo. A Importância do ato de ler. São Paulo: Autores Associados/Cortez, 1987.

FREIRE, Paulo. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho d´Água, 1995.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 9. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 38. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

GADOTTI, Moacir. Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez, 1996.

GHIGGI, Gomercindo. Paulo Freire e a revivificação da educação popular. Revista Educação. Porto Alegre, v. 33, n. 2, p. 111-118, maio/ago., 2010.

OSOWSKI, Cecília Irene. Cultura do silêncio. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 101-102, 2010.

PREISWERK, Matthias. Teologia da Libertação. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 392, 2010.

SOUZA, Jessé. A elite do atraso: da escravidão a lava-jato. Rio de Janeiro: Leya, 2017.

STRECK, Danilo Romeu. Fé. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 117-118, 2010

STRECK, Danilo Romeu. Cinco Razões para dialogar com Paulo Freire. Revista e-curriculum. São Paulo, v. 7, n. 3, p. 1-18, dez., 2011.

ZITKOSKI, Jaime José. Diálogo/Dialogicidade. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIN, Euclídes; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 117-118, 2010.

Publicado

09/04/2020

Como Citar

FARINA, S. M.; FREITAS, A. L. C. de; FREITAS, L. A. de A. Carta a Paulo Freire: como superar o assistencialismo por meio de uma prática educativa como caráter crítico-libertador?. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 24, n. 2, p. 478–493, 2020. DOI: 10.22633/rpge.v24i2.13300. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/13300. Acesso em: 13 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos