A Construção do Conhecimento a partir da realidade social do educando

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v22.n.1.2018.10707

Palavras-chave:

Diálogo, Epistemologia, Política.

Resumo

O texto possui como objetivo tecer aproximações ao pensamento de Paulo Freire, no que pese à constituição de uma relação dialética entre as práticas sociais e o conhecimento, de tal maneira que os seres humanos assumam uma postura crítica e criativa frente ao mundo do qual fazem parte. A partir de um estudo descritivo crítico, resultante de uma pesquisa de abordagem qualitativa, bibliográfica, tem-se como intenção elencar pressupostos que demonstrem, na concepção freiriana, o fazer de uma educação popular mais humana e libertadora, que não aceita o fatalismo da precariedade do ser humano exposto ao sofrimento. A investigação toma como ponto de partida as relações dialético-dialógicas freirianas imbricadas a indissociável visão entre epistemologia e política, levando em consideração as transformações desejadas no contexto vivido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Luis Castro de Freitas, Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Rio Grande, RS.

Professor associado da Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Mestre e Doutor em Ciência da Computação. Mestre e Doutor em Educação.

Luciane Albernaz de Araujo Freitas, Instituto Federal Sul-Rio-Grandense - IF SUL. Pelotas, RS.

Professora do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense, Mestre em Desenvolvimento Social. Doutora em Educação Ambiental.

Referências

ANDREOLA, B. Mundo. In: STRECK, Danilo.; REDIM, Euclides.; ZITKOSKI, Jaime Jose (orgs). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 282-283.

CALADO, A. J. F. Paulo Freire: sua visão de homem, de homem e de sociedade. Caruaru: FAFICA, 2001.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1969.

FREIRE, P. Quatro cartas aos animadores de Círculos de Cultura de São Tomé e Príncipe. In: BEZERRA COSTA, M. A.; BRANDÃO, C. R. (Orgs). A questão política da educação popular. São Paulo: Brasiliense, 1980. p. 136-195.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 3. ed. São Paulo: Cortez, 1983.

FREIRE, P. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 9. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 38. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. 14. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

GHIGGI, G.; Paulo Freire e a revivificação da educação popular. Educação. Porto Alegre, v. 33, n. 2, p. 111-118, maio/ago., 2010.

JAPIASSU, H.; MARCONDES, D. Dicionário básico de filosofia. 3. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

KRONBAUER, L G. Ação-reflexão. In: STRECK, D.; REDIM, E.; ZITKOSKI, J. J. (Orgs). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 23-24.

Downloads

Publicado

07/01/2018

Como Citar

FREITAS, A. L. C. de; DE ARAUJO FREITAS, L. A. A Construção do Conhecimento a partir da realidade social do educando. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, p. 365–380, 2018. DOI: 10.22633/rpge.v22.n.1.2018.10707. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/10707. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos