O uso de dispositivos móveis na sala de aula: pedagogia de projetos e tecnologias móveis na educação superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.10047

Palavras-chave:

Educação superior, Tecnologias móveis, Pedagogia de projetos, Processo de ensino e aprendizagem.

Resumo

O presente estudo relata resultados parciais da pesquisa intitulada “Pedagogia de Projetos e as Tecnologias Móveis: Potencialidades e Desafios aos Processos de Ensino e de Aprendizagem no Curso Superior de Marketing”, desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE/Presidente Prudente/SP/Brasil). Esta investigação adotou como objetivo geral analisar como as tecnologias móveis podem ser articuladas ao desenvolvimento de projetos de trabalho, visando à sua integração às práticas pedagógicas no ensino superior. A investigação se desenvolveu embasada na abordagem qualitativa e foi realizada sob a forma de pesquisa-intervenção. Os dados foram coletados por meio da observação participante, entrevista semiestruturada, questionário e grupo focal. Como contexto, adotou-se a realidade do curso superior de Marketing, ofertado por uma IES da rede privada, situada no município de Lins/SP/Brasil. Os resultados alcançados propiciaram a compreensão do perfil dos estudantes de ensino superior na era contemporânea e a necessidade de (re)construção das práticas pedagógicas diante desse alunado. Evidenciou-se ainda a importância dos projetos de trabalho como uma oportunidade de adotar uma metodologia ativa articulada às tecnologias móveis no ensino superior.

Biografia do Autor

José Vorlei Guimarães Martins, Professor da Unilins, Senac Bauru e ETEC Lins - Centro Paula Souza.

Bacharel em Marketing pelo Centro Universitário de Lins (2006). Pós-Graduado em Planejamento Estratégico de Marketing pelo Centro Universitário de Lins (2008). Pós-Graduado em Gestão Universitária pelo Centro Universitário de Lins (2010). Mestre em Educação pela Unoeste Presidente Prudente (2016). Atualmente é professor da Unilins, Senac Bauru e ETEC Lins - Centro Paula Souza. Licenciado em Educação pelo Centro Paula Souza (2017). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em MARKETING, atuando principalmente em educação, marketing, mercado, ensino, IES.

Renato Marcelo Teixeira de Menezes, Centro Universitário de Lins (UNILINS)

Graduação em Jornalismo pela Universidade de Marília (2002), mestrado em Comunicação pela Universidade de Marília (2005) e pós-graduação em Gestão Universitária pela Unilins - Centro Universitário de Lins (2011). De 2005 a 2014, atuou como jornalista da Fundação Paulista de Tecnologia e Educação; e, de 2014 a 2015, como gerente de Marketing na instituição. Atualmente é professor do curso de Marketing da Unilins e de cursos de pós-graduação e MBA e docente de Educação Profissional no SENAC – Bauru. Pesquisador na área de comunicação, com ênfase em mídias.

Adriana Aparecida de Lima Terçariol, Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE/Presidente Prudente/SP Professora e Pesquisadora no Programa de Pós-Graaduação em Educação (Mestrado em Educação).

Doutora em Educação e Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestre e Pedagoga pela Faculdade de Ciências e Tecnologia Unesp/Campus de Presidente Prudente/SP. Possui experiência como Coordenadora de Núcleo de Educação a Distância, desenvolvendo as seguintes ações: Gestão de Projetos de EaD, Produção de Material Didático, Formação de Professores Tutores e Autores, Acompanhamento de Alunos e Organização de Ambientes Virtuais. Professora na Graduação e Pós-Graduação nas disciplinas: Tecnologias Aplicadas à Educação; Educação a Distância; Formação de Professores; Metodologia da Pesquisa, Didática, Educação Inclusiva, Avaliação Escolar, entre outras áreas. Atualmente é docente no Curso de Pedagogia (Presencial/Distância) na Universidade Nove de Julho (UNINOVE-SP). Docente, Pesquisadora e Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Currículo e Tecnologias- GEPECeT no Programa de Pós-Graduação - Mestrado em Educação na Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE-Presidente Prudente-SP).

Raquel Rosan Christino Gitahy, Docente da Universidade do Oeste Paulista e da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul Avaliadora de cursos pelo MEC-INEP

É avaliadora de cursos de graduação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep, docente da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul e da Universidade do Oeste Paulista. Líder do grupo de estudos e pesquisas em Educação, Currículo e Tecnologias. Pesquisador da Rede internacional ESTRADO, que é formada por pesquisadores que estudam o trabalho docente na América Latina. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994), graduação em Direito - Instituição Toledo de Ensino (1994), mestrado em Curso de Pós Graduação Em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997) e doutorado em Curso de Pós Graduação Em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002).

Elisangela Aparecida Bulla Ikeshoji, Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – Câmpus Birigui.

Mestra em Educação pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Especialista em Gestão de Recursos Humanos pelo Centro Universitário Claretiano. Bacharel em Administração pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – Campus Birigui. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Currículo e Tecnologias – GEPECeT.

Referências

BALC, A.; BOZKURT, S. Job expectations of Generation X and Y Teachers in Turkey. World Applied Sciences Journal, v. 21, n. 4, p. 599-614. 2013.

CAVALCANTI NETO, A. L. G.; AQUINO, J. de L. F. The evaluation of learning as a love act: what the teacher practices? Education in Journal, Belo Horizonte, v. 25, n. 2, p. 223-240, aug. 2009.

CERBASI, G.; BARBOSA, C. More Time More Money: Strategies for a More Balanced Life. 1. ed. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil, 2009.

CIRÍACO, D. What is Stop Motion? World Tec. 2009. Available at: https://www.tecmundo.com.br/player-de-video/2247-oque-e-stop-motion-.htm. Access in: 13 mar. 2016.

CLARO, J. A. C. et al. Youthful lifestyle of "Generation Y" and their perspectives of career, income and consumption. In: Seminars in Administation - SEMEAD. 2010. São Paulo. Anais... São Paulo: FEA/USP, 2010.

COMAZZETTO, L. R. et al. The Generation Y in the Labor Market: A Comparative Study Between Generations. Psychology: science and profession, Brasília, v. 36, n. 1, p. 145-157, mar. 2016.

CORSO, K.B.; FREITAS, H. M. R. de.; BEHR, A. The Context in Mobile Work: a discussion in the light of the ubiquity paradigm. Journal Management in Dialogue. Program of Post-Graduate Studies in Administration, Pontifical Catholic University of São Paulo, v. 15, n. 2, p. 01-25, may/aug. 2013.

CRAMPTON, S. M.; HODGE, J. W. Generation Y: Unchartered Territory. Journal of Business & Economics Research, v. 7, n. 4, p. 1-6. 2009.

DICECCO, V. Hey! What's the matter with kids today? Or Managing today's cross-generational workforce. 2006. Available at: http: // www. Sgia.org/feature_articles/kids_today_dicecco.htm. Access in: 20 nov. 2013.

FGI. One workplace, four generations: Managing their conflicting needs. Working Well for Managers, n. 7. 2006. Available at: http://www.mta.ca/hr/managers/workingwell_sept2004.pdf#search=%22Working%20for%20managers%20One%20workplace%2C%20Four%20generations%20FGI%22. Access in: 20 nov. 2013.

FONSECA, M. 5 Ways to Conquer Your Customers by Cell Phone. 2015. Available at: http://exame.abril.com.br/pme/5-maneiras-de-conquistar-seus-clientes-pelo-celular/. Access in: 03 jul. 2017.

HOWE, N.; STRAUSS, W. Generations: The History of America's Future, 1584 to 2069. 1. ed. New York: Morrow, 1991.

MEDEIROS, Z.; VENTURA P. C. S. The concept of technological culture and a study in the educational environment. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciência, Belo Horizonte, v. 9, n. 2, p. 272-289, dec. 2007.

MITCHELL, S. How to Talk to Young Adults. American Demographics, v. 15, n. 4, p. 50-54. 1993.

MITRE, S. M. et al. Active teaching-learning methodologies in health professional training: current debates. Science and collective health, Rio de Janeiro, v. 13, suppl. 2, p. 2133-2144, dec. 2008.

NETO, E. S.; FRANCO, E. S. Teachers and the pedagogical challenges facing the new generations: considerations about the present and the future. Journal of Education COGEIME, v. 19, n. 36, p. 9-25. 2010.

OLIVEIRA, P. Mobile Marketing will be imperative in 2017. World of Marketing. Notebook Market. Available at: https://www.mundodomarketing.com.br/reportagens/mercado/37064/mobile-marketing-sera-imperativo-em-2017.html?utm_source=akna&utm_medium=email&utm_%20campaign=news+10.01.17. Access in: 11 jan. 2017.

ROESLER, J. Communication, Society and Online Education. 2008. 199f. Thesis (Doctorate in Social Communication) - Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul, RS, 2008.

SANTAELLA, L. Ubiquitous communication: repercussions on culture and education. São Paulo: Paulus, 2013.

SIMÕES, L.; GOUVEIA, L. Targeting the Millennial Generation. III Jornada de Publicidade e Comunicação. Advertising for the consumer of the 21st century. Porto: Fernando Pessoa University (UFP), April 10, 2008.

TERÇARIOL, A. A. L. A challenge in the training of educators: the experience and development of human values using technologies. 2003. 313f. Dissertation (Master in Education) – Paulista State University, Faculty of Science and Technology, Presidente Prudente, SP, 2003.

UNESCO. UNESCO policy guidelines for mobile learning. Published by the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization. Paris, France, v. 1, n. 1, feb. 2013. Available at: http://unesdoc.unesco.org/images/0021/002196/ 219641E.pdf. Access in: 15 apr. 2014.

WOODRUFF, C. Generation Y. Training Journal. Ely: Jul, 2009, p. 31-35.

Publicado

30/04/2018

Como Citar

Martins, J. V. G., Menezes, R. M. T. de, Terçariol, A. A. de L., Gitahy, R. R. C., & Ikeshoji, E. A. B. (2018). O uso de dispositivos móveis na sala de aula: pedagogia de projetos e tecnologias móveis na educação superior. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 13(esp.1), 500–519. https://doi.org/10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.10047

Edição

Seção

Artigos