Revisão sistemática

Avaliando as contribuições das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) para o desenvolvimento das funções psicológicas superiores de estudantes universitários

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i2.14734

Palavras-chave:

Desenvolvimento humano, Autonomia, Ensino, Aprendizagem

Resumo

Esta revisão sistemática se propôs a identificar como a literatura científica do período de 2015 a 2019 descreve o uso das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) para fomentar o desenvolvimento das Funções Psicológicas Superiores (FPS). Empregou-se o protocolo Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA). Foram parametrizados e analisados artigos a partir do portal de Periódicos Eletrônicos em Psicologia (PePSIC), da biblioteca eletrônica da Scientific Electronic Library Online (SciELO) e da base de dados Latino-Americana de Informação Bibliográfica em Ciências da Saúde (LILACS), que constituem a Biblioteca Virtual em Saúde - BVS Saúde. Esta revisão mensura quais áreas de conhecimento empregam academicamente as TDICs como prática de ensino mediada, assim como realça as habilidades necessárias ao profissional do século XXI, ocasião em que ocorre uma nova (re)evolução tecnológica nos espaços de ensinagem, com o despontar de aplicativos, ambientes virtuais, tecnologias móveis e demais recursos digitais que estão sendo repensados à medida em que máquinas, redes eletrônicas e tecnologias móveis invadem as Instituições de Educação Superior, fazendo emergir conceitos e práticas que potencializam e o desenvolvimento das FPS dos estudantes universitários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Cristie de França Silva, Universidade de Brasília (UnB), Brasília – DF – Brasil

Professora Formadora do curso de Licenciatura em Teatro da Universidade de Brasília. Professora convidada no Curso Lato Sensu em Informática na Educação (UnB). Master in Business Administration em Gestão das Tecnologias da Informação e da Comunicação em Educação (PUC-RS). Pedagoga. Membro associado da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Doutora e Mestre em Psicologia (UCB).

Leda Gonçalves de Freitas, Universidade Católica de Brasília (UCB), Brasília – DF – Brasil

Professora titular no Programa de Pós em Psicologia. Pedagoga. Pós-doutorado no CNAM (Paris, 2017). Doutora em Psicologia Social e do Trabalho (UNB). Mestre em Educação.

Referências

BARROS, M. M. A. F. et al. Tecnologias digitais de informação e comunicação como suporte ao Estágio em Odontologia. Revista da Abeno, v. 19, n. 2, p. 117-126, 2019. Disponível em: https://revabeno.emnuvens.com.br/revabeno/article/view/670. Acesso em: 03 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. A RNP e a história da internet brasileira. Rio de Janeiro: RNP, MCT, 1989. Disponível em: https://memoria.rnp.br/noticias/imprensa/2002/not-imp-marco2002.html. Acesso em: 05 ago. 2019.

BRASIL. Lei n. 12965, de 23 de abril de 2014. Marco Civil da Internet. 1. ed. Brasília, DF: Presidência da República, 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l12965.htm. Acesso em: 19 jul. 2019.

COLL, C.; MONEREO, C. (org.). Psicologia da Educação Virtual: Aprender e Ensinar com as Tecnologias da Informação e da Comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010.

FRANZOI, M. A. H.; SILVEIRA, A. O. Digital Information and Communication Technologies in nursing undergraduate: report of a pedagogical activity. Reme: Revista Mineira de Enfermagem, v. 22, e-1145, p. 01-06, 2018. Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/reme.org.br/pdf/e1145.pdf. Acesso em: 03 jan. 2021.

KOZULIN, A. Instrumentos psicológicos: la educación desde una perspectiva sociocultural. Barcelona: Paidós, 2000.

LALUEZA, J. L.; CRESPO, I.; CAMPS, S. As tecnologias da informação e da comunicação e os processos de desenvolvimento e socialização. In: COLL, C.; MONEREO, C. (org.). Psicologia da Educação Virtual: aprender e ensinar com as Tecnologias da Informação e da Comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010.

LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Livros Horizonte, 1978.

LURIA, A. R. Fundamentos de neuropsicologia. São Paulo: Edusp, 1981.

PACHECO, J. A. Currículo: Teoria e Práxis. Portugal: Porto, 1996.

PRISMA. Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses. University of Ottawa/Oxford University, 2015. Disponível em: http://www.prisma-statement.org/PRISMAStatement/. Acesso em: 02 abr. 2018.

VYGOTSKY, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. Linguagem, Desenvolvimento e Aprendizagem. São Paulo: Ícone, 1988.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

VYGOTSKY, L. S. Formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

WANDERLEY, T. P. S. P. et al. Docência em saúde: tempo de novas tecnologias da informação e comunicação. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, Rio de Janeiro, v. 12, n. 4, p. 488-501, dez. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.29397/reciis.v12i4.1522. Acesso em: 03 jan. 2021.

Publicado

01/04/2022

Como Citar

SILVA, C. C. de F.; FREITAS, L. G. de. Revisão sistemática: Avaliando as contribuições das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) para o desenvolvimento das funções psicológicas superiores de estudantes universitários. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 2, p. 1246–1262, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i2.14734. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14734. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos