POTENCIALIDADES DO SCRATCH NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE IGACI - ALAGOAS

Autores

  • Ivonaldo Pereira de Lima Universidade Federal de Sergipe - UFS https://orcid.org/0000-0003-4748-3348
  • Anne Alilma Silva Souza Ferrete Universidade Federal de Sergipe - UFS
  • Alana Danielly Vasconcelos Universidade Federal de Sergipe - UFS

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16i2.13225

Palavras-chave:

Educação, Aprendizagem, Scratch

Resumo

 

 

RESUMO: O estudo apresentado mostra as possíveis potencialidades do Scratch  usado em sala de aula, nos Anos Finais, do Ensino Fundamental, no município de Igaci-AL. Este trabalho é de natureza qualitativa, e a abordagem é descritiva e exploratória, conforme Richardson (2009), e com o trabalho de campo. Os dados foram coletados através de um questionário semiestruturado, tendo como participantes da pesquisa, quatro professores da Rede de Ensino de Igaci, que fazem uso do Scratch em sala de aula. Para a análise dos dados, tomou-se como referência a Análise de Conteúdo de Bardin (2016), que nos permitiu entender que, através do software Scratch, o estudante desenvolve capacidade de solucionar problemas pré-existentes ou que venham a surgir no decorrer do processo. Os resultados levantados, nesta pesquisa, também apontam que, quando se trabalha com esse software, o estudante se torna o autor de seus materiais de estudo, pois, é uma ferramenta que possibilita a criatividade e o desenvolvimento do raciocínio lógico na tentativa de encontrar respostas para as diversas situações encontradas.

 

PALAVRAS-CHAVE: Educação; Aprendizagem; Scratch.

Biografia do Autor

Ivonaldo Pereira de Lima, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Professor da Rede Pública de Ensino do Estado de Alagoas. Doutorando em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da (UFS). Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da (UFS). 

Anne Alilma Silva Souza Ferrete, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Professora Associada do Departamento de Educação da (UFS) e Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da (UFS). Mestre em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Alana Danielly Vasconcelos, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Professora Adjunta nos Cursos de Graduação da Faculdade São Luís de França (FSLF). Doutoranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da (UFS). Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente da (UFS).

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Tradução: Luís Antero Reto; Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

MALONEY, John; RESNICK, Mitchel; RUSK, Natalie; SILVERMAN, Brian; EASTMOND, Evelyn. The scratch programming language and environment. ACM Trans. Comput. Educ. 10, 4, Article 16 (November 2010), 15 pages. http://web.media.mit.edu/~jmaloney/papers/ScratchLangAndEnvironment.pdf. Acessado em 29 jul. 2019.

MARQUES, Maria Teresa Pinheiro Marinho. Recuperar o engenho a partir da necessidade, com recurso às tecnologias educativas: Contributo do ambiente gráfico de programação Scratch em contexto formal de aprendizagem. Tese de Mestrado em Tecnologias Educativas. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Universidade de Lisboa, 2019.

MÉLO, Francisco Édson Nogueira, et. al (2011). Do Scratch ao Arduino: Uma proposta para o ensino introdutório de programação para cursos superiores de tecnologia. XXXIX Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia, Blumenau, SC. Disponível em www.abenge.org.br/CobengeAnteriores/2011/sessoestec/art1886.pdf Acesso em 02 ago. 2019.

PROFESSOR A1; A2; A3. Avaliação dos conteúdos através do Scratch. [Questionário aplicado por] Ivonaldo Pereira de Lima. Igaci-AL, 17 mai. 2019.

PROFESSOR A4. Uso do Scratch em sala de aula e o comportamento da turma. [Questionário aplicado por] Ivonaldo Pereira de Lima. Igaci-AL, 17 mai. 2019.

PROFESSOR A3. Escalas Termoméricas e o uso do Scratch. [Questionário aplicado por] Ivonaldo Pereira de Lima. Igaci-AL, 17 mai. 2019.

PROFESSOR A3. Participação, colaboração e autoria. [Questionário aplicado por] Ivonaldo Pereira de Lima. Igaci-AL, 17 mai. 2019.

PROFESSOR A3. Jogos dos movimentos. [Questionário aplicado por] Ivonaldo Pereira de Lima. Igaci-AL, 17 mai. 2019.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa Social: métodos e técnicas. Colaboradores José Augusto de Souza Peres (et. al.). -3. ed. -14. Reimpr. São Paulo: Atlas, 2012.

SCRATCH. ABOUT Scratch (Scratch Documentation Site). Disponível em: http://info.scratch.mit.edu/ About_Scratch. Acessado em 03 ago. 2019.

RUSK, Natalie; RESNICK, Mitchel; MALONEY, John. Competências de aprendizagem para o século 21. Tradução: Teresa Martinho Marques. Azeitão, Portugal, 2003. Disponível em: https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/847/51/20150_ulsd_dep.17852_tm_anexo38c.PDF. Acessado em 04 ago. 2019.

Publicado

22/01/2021

Como Citar

DE LIMA, I. P.; SILVA SOUZA FERRETE, A. A.; VASCONCELOS, A. D. POTENCIALIDADES DO SCRATCH NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE IGACI - ALAGOAS. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 2, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16i2.13225. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13225. Acesso em: 3 mar. 2021.