Aprígio Gonzaga e Oscar Wanderley

Visões sobre a educação profissional na Primeira República no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v19i00.18157

Palavras-chave:

História da Educação Profissional, Intelectuais, Revistas pedagógicas

Resumo

Este trabalho discute as ideias de Aprígio de Almeida Gonzaga (São Paulo) e Oscar Wanderley (Rio Grande do Norte) a partir da escrita em revistas pedagógicas publicadas na década de 1920. Analisamos três textos dos autores publicados na Revista da Educação de São Paulo e na Revista Pedagogium. Os intelectuais foram normalistas, professores e representantes de instituições de educação profissional. Seus textos circularam na impressa pedagógica do Rio Grande do Norte no período. Investigamos seus lugares de fala e a relação construída entre suas práticas profissionais e a escrita sobre a educação profissional (Certeau, 1982). Estes intelectuais situam-se em um contexto de criação de instituições com o objetivo de fornecer uma educação profissional para crianças, jovens e adultos (Cunha, 2000; Manfredi, 2017). A partir da análise, destacamos as influências da literatura estrangeira, a ênfase no aprender fazendo e no valor do trabalho na construção de cidadãos para um novo Brasil.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laís Paula de Medeiros Campos Azevedo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutorado pelo Programa de Pós-graduação em Educação.

Olívia Morais de Medeiros Neta, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professora do Departamento de Fundamentos e Políticas da Educação.

Referências

A MANHÃ. Rio de Janeiro, 05 jan. 1926.

A ORDEM. Rio Grande do Norte, p. 04, 05 maio 1938.

ARAÚJO, M. M. José Augusto Bezerra de Medeiros - vida, educação, política. 1995. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.

ARRAIS, R. A cidade, o todo e as partes. In: Arrais, R. (org.). A terra, os homens e os sonhos: a cidade de Natal no início do século XX. Sebo Vermelho, Natal, p. 07-12, 2017.

ASSUNÇÃO, M. A. T. Aprígio de Almeida Gonzaga: um seleto normalista fazendo história no ensino profissional (1911 – 1934). 163 f. Tese. (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. 2016.

AZEVEDO, L. P. M. C. As viagens pedagógicas de Nestor dos Santos Lima e a educação no Rio Grande do Norte na Primeira República. 190f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2020.

BARROS, J. D. Os campos da História – uma introdução às especialidades da História. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, n.16, p. 17-35, dez. 2004

CARETA. O ensino profissional em São Paulo. Rio de Janeiro, p. 38, 1913.

CERTEAU, M. A Escrita da História. Tradução de Maria de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro: Forense-Universitária. 1982.

CUNHA, L. A. O ensino industrial-manufatureiro no Brasil. Revista Brasileira de Educação, n. 14, p. 89-107, 2000.

DIARIO DE NATAL. Natal, p. 01, 07 dez. 1909.

GINZBURG, C. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e História. São Paulo: Companhia das Letras. 2007.

GOIS, U. O Ensino Comercial em Natal. Contribuição ao I Seminário de Estudos do Problemas de Educação e Cultura do Municipio de Natal. REVISTA DO IHGRN. Natal: Tip. Centro de Imprensa S. A. Volume LIV, p. 78-86, 1961.

GONZAGA, A. A. Finalidade do Ensino Profissional para homens – observação, inferença e acção. Revista da Educação. v. 1, n. 1, Imprensa Methodista de São Paulo. 1923.

GONZAGA, A. A. O Slojd e a formação moral dos jovens. Revista Pedagogium, n. 21. Natal: Empresa Tipográfica Natalense, p. 36-45, 1925.

JORNAL DO BRASIL. Belo Horizonte, 02 jan. 1926.

JORNAL DO COMMERCIO (RJ). A semana Brasileira de Educação. p. 02. 1928.

JORNAL DO RECIFE. Pernambuco, 18 fev. 1926.

LUCAS, M. K.P.; SILVA, K.K.O.; MEDEIROS NETA, O.M. A escola profissional do Alecrim (década de 1920). Revista Brasileira de Iniciação Científica, v. 6, p. 3-12, 2019.

MANFREDI, S. M. Educação profissional no Brasil: atores e cenários ao longo da História. Jundiaí, SP: Paco Editorial. 2017.

MEDEIROS NETA, O.; NASCIMENTO, J.; RODRIGUES, A. Uma escola para aprendizes artífices e o ensino profissional primário gratuito. HOLOS, v. 2, p. 96-104, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.15628/holos.2012.919. Acesso em: 07 jun. 2023.

MEDEIROS NETA, O. A configuração do campo da Educação Profissional no Brasil. HOLOS, v. 6, p. 50-55, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.15628/holos.2016.4947. Acesso em: 07 jun. 2023.

NASCIMENTO, F. L. S. A Escola Normal de Natal: Rio Grande do Norte, 1908-1971. Natal: IFRN, 2018. Disponível em: https://memoria.ifrn.edu.br/handle/1044/1665. Acesso em: 03 jun. 2023.

PINTO, A. T. E. A presença do professor Luiz Correia Soares de Araújo no Grupo Escolar Frei Miguelinho (1912-1967). 92f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2015.

O BRAZIL. Rio Grande do Sul, p. 02, 07 abr. 1923.

O ESTADO DE SÃO PAULO. São Paulo, p. 04, nov. 1911.

O IMPARCIAL. Rio de Janeiro, p. 05, nov. 1928.

O JORNAL. Rio de Janeiro, 03 abr. 1927.

OLIVEIRA, S. T. Escolarização profissional feminina em São Paulo nos anos 1910/20/30. Projeto História, Revista do Programa de Estudos Pós Graduados de História. v. 11. São Paulo. 1994.

PEDAGOGIUM. Revista Oficial da Associação de Professores. v. 5. n. 17. Natal. Empreza Typographica Natalense, jan./fev. 1925.

PRIMEIRO CONGRESSO BRASILEIRO DE PROTECÇÃO A INFÂNCIA. Departamento da Creança no Brasil. Rio de Janeiro, 1922. Disponível em: http://www.cch.uem.br/grupos-de-pesquisas/gephe/documentos/copy_of_primeiro-congresso-brasileiro-de-protecao-a-infancia. Acesso em: 03 jun. 2023.

REVISTA DA EDUCAÇÃO. O que nós pretendemos. v. 1, n. 1, Imprensa Methodista de São Paulo. p. 06-07, 1923.

RIBEIRO, M. F. O Slojd e a formação moral dos jovens. Research, Society and Development, v. 7, n. 10, p. 01-12, 2018.

RIBEIRO, M. F. Revista Pedagogium: a associação de professores em ação pelo projeto educativo da Escola Nova no RN (1920-1932). 2020. 207f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.

RIO GRANDE DO NORTE. Decreto nº 178, de 29 de abril de 1908. Restabelece a Diretoria na Instrução Pública, cria a Escola Normal, Grupos Escolares e Escolas Mistas e dá outras providências. In: Actos Legislativos e Decretos do Governo (1908-1909). Natal: Typographia d’A República. 1909a.

RIO GRANDE DO NORTE. Presidente Alberto Maranhão. Mensagem apresentada ao Congresso Legislativo na abertura da Terceira Sessão da Sexta Legislatura em 1º de novembro de 1909. Natal: Typografia d’A República, p. 9, 1909b.

RIO GRANDE DO NORTE. Presidente Antônio José de Mello e Souza. Mensagem apresentada ao Congresso Legislativo na abertura da 3ª Sessão da Décima Legislatura em 1º de novembro de 1920. Natal: Typ. Commercial J. Pinto & C. Natal, p. 13, 1920.

RIO GRANDE DO NORTE. Presidente Antônio José de Mello e Souza. Mensagem apresentada ao Congresso Legislativo na abertura da Segunda Sessão da Legislatura em 1º de novembro de 1922. Natal: Typ. Commercial J. Pinto & C. Natal, p. 22, 1922.

RIO GRANDE DO NORTE. Presidente Antônio José de Mello e Souza. Mensagem apresentada ao Congresso Legislativo na abertura da Terceira Sessão da Undecima Legislatura em 1º de novembro de 1923. Natal: Typografia d’A República, p. 15, 1923.

RIO GRANDE DO NORTE. Departamento de Educação do Estado. Álbum de Fotografias do Departamento de Educação. 1927.

SANTOS, R. M. B. Cidadania e ordem social: a educação profissional e o mundo do trabalho no Rio Grande do Norte (1909-1937). 323f. Tese (Doutorado em Ciências da Educação) – Universidade do Minho, 2018.

SANTOS, J. A. A trajetória da educação profissional. In: LOPES, E. M. T.;

FARIA FILHO, L. M.; VEIGA, C. G. (org.). 500 anos de educação no Brasil. 2. ed. Autentica: Belo Horizonte, p. 205–224, 2000.

SÃO PAULO. Decreto nº 2118-B de 28 de setembro de 1911. Organiza as escolas profissionais da capital, de acordo com a Lei nº 1214, de 24/10/1910 e dá-lhes regulamento. 1911. Disponível em: http://dobuscadireta.imprensaoficial.com.br/default.aspx?DataPublicacao=19111105&Caderno=Diario%20Oficial&NumeroPagina=4216. Acesso em: 07 jun. 2023.

SÃO PAULO. Mensagem enviada ao Congresso do Estado a 14 de julho de 1913 pelo Dr. F. de Paula Rodrigues Alves. São Paulo, 1913.

SÃO PAULO. Mensagem apresentada ao Exmo. Sr. Dr. Carlos de Campos, em 1º de maio de 1924 pelo Exmo. Dr. Washington Luis Pereira de Sousa. São Paulo, 1924.

SAVIANI, D. Instituições Escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica. In: NASCIMENTO, I. M. et al. (org.). Instituições Escolares no Brasil. Campinas, SP: Autores associados, p. 03–27, 2007.

SILVA, J. C. C., MEDEIROS NETA, O. M. História do ensino industrial no Brasil: uma análise historiográfica da obra de Celso Suckow da Fonseca. Revista Brasileira De História Da Educação, v. 19, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.4025/rbhe.v19.2019.e091. Acesso em: 23 jun. 2023.

SILVA, K. K. O. O ensino profissional do Rio Grande do Norte: indícios da ação do Estado de 1908 a 1957. 2017. 88 f. Dissertação (Mestrado em Educação Profissional) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. 2017.

SILVA, M. J. G. "Em cada esquina um poeta, em cada rua um jornal": a vida intelectual natalense (1889-1930). 2014. 399f. Dissertação (Mestrado em História) - CCHLA, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.

SIRINELLI, J. F. Os intelectuais. In: REMOND, R. Por uma história política. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, p. 231-269, 2003.

TIZZOT FILHO, O. G. A Argentina como referência de instrução pública: visões da elite normalista de São Paulo (1890-1920). 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: doi:10.11606/D.48.2013.tde-16092013-124708. Acesso em: 03 jun. 2023.

VIDAL, D.; SILVA, J. C. S. Interpretes do passado e do presente: a arte de historiadores da educação e arquivistas. History of Education in Latin America - HistELA, v. 3, e20951. 2020. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/histela/article/view/20951. Acesso em: 07 jun. 2023.

WANDERLEY, O. Da influência da Educação Profissional. In: Associação de Professores. As festividades da Segunda Semana Brasileira de Educação – Natal 7 a 13 de outubro de 1929. Edição da Associação de Professores, Imprensa Oficial Natal, p. 47-56, 1929.

ZANLORENZI, C. M. P.; NASCIMENTO, M. I. M. Análise da imprensa como fonte de pesquisa para a História da Educação. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, v. 15, n. 3, p. 1181-1192, jul./set. 2020. e-ISSN: 1982-5587. Disponível em: https://doi.org/10.21723/riaee.v15i3.12706. Acesso em: 03 jun. 2023.

Publicado

02/04/2024

Como Citar

AZEVEDO, L. P. de M. C.; MEDEIROS-NETA, O. M. de. Aprígio Gonzaga e Oscar Wanderley: Visões sobre a educação profissional na Primeira República no Brasil. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 19, n. 00, p. e024045, 2024. DOI: 10.21723/riaee.v19i00.18157. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/18157. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos