A epistemológia da formação de professores de dança: visibilidades das práticas formativas

Ricardo Augusto Gomes Pereira, Carlos Jorge Paixão

Resumo


Este texto integra as reflexões teóricas do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Teorias, Epistemologias e Métodos da Educação – EPIsTEM/ICED/PPGED/UFPA que converge investigações que sobre a epistemologia no campo educacional. O objetivo do presente estudo é analisar a configuração da epistemologia da formação do professor de dança em artigos publicados entre 2002 e 2017 através de uma revisão sistemática de literatura, a qual se deu a partir da análise de 20 artigos coletados em periódicos nacionais. O artigo inicialmente expõe a preocupação com a formação de uma epistemologia em torno da formação do professor de dança, a qual subsidiou a reflexão crítica sobre os objetos, referenciais teóricos e metodologias utilizados nos artigos investigados, os quais mostraram que a referida epistemologia se conforma em temáticas como ensino, currículo, escola e na própria formação do professor, além do corpo, identidades e subjetividades como marcadores do conhecimento que habitam a formação do professor de dança enquanto saber científico; isso foi possível identificar pelo tratamento metodológico dado pelos autores e sua busca de compreensão da dança em diversos contextos, mostrando a preocupação com a consolidação da dança como ciência. Constatou-se que a referida epistemologia está configurada sobre a prática escolar e educacional, como também nos conhecimentos que embasam a formação do professor da área, permitindo refletir sobre o delineamento da epistemologia em torno da referida formação, identificando perspectivas para o trabalho doente na Educação Básica e Superior.


Palavras-chave


Epistemologia; Formação do professor; Dança; Currículo; Práticas

Texto completo:

PDF PDF (Español (España)) XML

Referências


ARAÚJO, Christiane; REBOLO, Flavinês. A formação do professor de dança: um estudo da licenciatura em Artes Cênicas e Dança da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul. Série-Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB. Campo Grande, MS: n. 39, jan./jun. 2015. 175-197pp. Disponível em http://www.serie-estudos.ucdb.br/index.php/serie-estudos/article/view/824. Acesso em 10 fev 2018.

BARRETO, Débora. Dança: ensino, sentido e possibilidades na escola. Campinas: Autores Associados, 2004.

BRASIL. Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996, Lei de diretrizes e bases da educação nacional. – Brasília: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2017. 58 p. disponível em http://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/529732/pdf. Acesso em 05 fev 2018.

BRASIL. LEI Nº 13.278, DE 2 DE MAIO DE 2016. Altera o § 6º do art. 26 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Disponível em www.abmes.org.br. acesso em 05 fev 2018.

BRASIL. LEI Nº 11.769, DE 18 DE AGOSTO DE 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11769.htm. Acesso em 05 fev 2018.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. Brasília/DF: Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997. 130p.

BRASIL. Plano decenal de educação para todos. Brasília: MEC, 1993 - versão acrescida 136 p.

BARBOSA, Ana Mae. O Dilema das Artes no Ensino Médio no Brasil. Disponível em https://www.eba.ufmg.br/revistapos/index.php/pos/article/view. Acesso em 10 fev 2018.

BRASILEIRO, Lívia Tenório; NASCIMENTO FILHO, Márcio José do. A contribuição de Isabel Marques nas produções sobre “dança” e “ensino de dança” na Educação Física. Rev Bras Educ Fís Esporte. São Paulo: Jan-Mar;31(1), 2017. 223-233pp. Disponível em https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/141774. Acesso em 12 fev 2018.

CAMINADA, Eliana. Reflexões Dança. Sprint Magazine, Cidade, v.99, n.104, p.26-27, set/out 1999. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2003. Disponível em http://tchemarcel.tripod.com/Person/dancas.htm#. Acesso em 17 fev 2018.

CRUZ, Shirleide Pereira da Silva; NETO, José Batista. A polivalência no contexto da docência nos anos iniciais da escolarização básica: Refletindo sobre experiências de pesquisas. Revista Brasileira de Educação, v. 17 n. 50 maio-ago. 2012. 385-499pp. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v17n50/v17n50a08.pdf. Acesso em 17 fev 2018.

FILHO, Dalson Britto Figueiredo et al. O que é, para que serve e como se faz uma meta-análise? Teoria e pesquisa, 2014. 205-228pp. Disponível em www.teoriaepesquisa.ufscar.br. Acesso em 12 fev 2018

GALVÃO, Taís Freire; PEREIRA, Mauricio Gomes. Revisões sistemáticas da literatura: Passos para sua elaboração. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, 23(1): jan-mar 2014. 183-184pp. Disponível em http://saudepublica.bvs.br/pesquisa/resource/pt/lil-708043, acesso em 10 fev 2018.

JAPIASSU, Hilton. Introdução ao pensamento epistemológico. Rio de Janeiro: F. Alves, 1975. 202 p.

MARTINS, Liana Zakia; GATTI, Daniela. O processo colaborativo e provisório em dança contemporânea como caminho de construção de saberes. 2016. Disponível em http://uece.br/eventos/spcp/anais/trabalhos_completos/247-38824-30032016-091634.pdf. Acesso em 10 fev 2018.

MARQUES, Isabel Antunes. Ensino de dança hoje: Textos e contextos. São Paulo: Cortez Editora, 6ª edição, 2011. 135p.

MARQUES, Isabel Antunes. Dançando na escola. 5ª ed, São Paulo: Cortez, 2012.

MIRANDA, Rita de Cássia Fernandes; EHRENBERG, Mônica Caldas. Compondo percursos gestuais: a dança na formação inicial de professores de Educação Física. Curitiba/PR, Brasil: Educar em Revista, v. 33, n. 66, out./dez. 2017, 177-192 pp. Disponível em http://revistas.ufpr.br/educar/article/view/50458/33978. Acesso em 17 fev 2018.

MOLINA, Alexandre. A formação de professores de dança no Brasil, 2007. Disponível em http://beta.idanca.net/a-formacao-de-professores-de-danca-no-brasil/. Acesso em 12 fev 2018.

MOSER, Alvino. Tendências epistemológicos-teóricas da pesquisa educacional. Curitiba/ PR: Educar, 6 (1/2), jan./dez, 1987. 87-99pp. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/er/n6.pdf. Acesso em 15 fev 2018.

MUGLIA-RODRIGUES, Barbara; CORREIA, Walter Roberto. Produção acadêmica sobre dança nos periódicos nacionais de Educação Física. São Paulo: Rev Bras Educ Fís Esporte, Jan-Mar;27(1), 2013. 91-99pp. Disponível em https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view. Acesso em 14 fev 2018.

NASCIMENTO, Eder Fernando do. A problemática do ensino da dança: apropriações preliminares da teoria de Bourdieu. Iniciação Científica CESUMAR, Jul./Dez., v. 14, n. 2, 2012. 155-159pp. Disponível em http://periodicos.unicesumar.edu.br. Acesso em 14 fev 2018.

OLIVEIRA, Eleonôra Nunes. Dança, a quem corresponde na escola: a educação física ou ao ensino de arte? Grupo de Investigação Educação Arte e Inclusão UDESC. Florianópolis – SC: Revista Educação, Artes e Inclusão V. 01, ano 03 (2010). Disponível em http://www.revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/2113. Acesso em 14 fev 2018.

RODRIGUES, Graziela Estela Fonseca. Bailarino-pesquisador-interprete: Processo de formação. Rio de Janeiro: FUNARTE, 1997. 179p.

ROCHA, Deizi Domingues da; REZER, Ricardo. Estética, formação inicial e dança: Um olhar para a formação de professores de educação física. Porto Alegre: Movimento, v. 21, n. 4., out./dez, 2015. 865-876pp. Disponível em http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/51878. Acesso em 17 fev 2018.

SILVA, Rubens Alves da. Entre “artes” e “ciências”: A noção de performance e drama no campo das ciências sociais. Porto Alegre/ RS: Horizontes Antropológicos, ano 11, n. 24, jul./dez. 2005. 35-65pp. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ha/v11n24/a03v1124.pdf. Acesso em 17 fev 2018.

STRAZZACAPPA, Márcia. A educação e a fábrica de corpos: A dança na escola. Cadernos Cedes, ano XXI, n o 53, abril/2001. 69-83pp. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v21n53/a05v2153.pdf. Acesso em 24 fev 2018

STRAZZACAPPA, Márcia. Dança na educação discutindo questões básicas e polêmicas. Pensar a Prática, 6, Jul./Jun. 2002-2003. 73-85pp. Disponível em https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/55/54. Acesso em 17 fev 2018.

STRAZZACAPPA, Márcia. Profissão professor de dança: Uma breve cartografia do ensino de dança no estado de São Paulo. João Pessoa: Moringa: Artes do espetáculo, Vol. 2, n. 2, jul./dez. de 2011. 27-40pp. Disponível em http://periodicos.ufpb.br/index.php/moringa/index. Acesso em 17 fev 2018.

TESSER, Gelson, João. Principais linhas epistemológicas contemporâneas. Educar. Curitiba/PR: Editora da UFPR, n.10, 1995. 91-98pp. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/er/n10/n10a12.pdf. Acesso em 10 fev 2018.

TREVISAN, Priscila Raquel Tedesco da Costa; SCHWARTZ, Gisele Maria. Produção do conhecimento científico sobre dança na perspectiva educacional. R. da Educação Física/UEM. Maringá/ PR: v. 22, n. 33. trim. 2011. 361-372pp. Disponível em http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/10058. Acesso em 12 fev 2018.

TAQUETTE, Stella Regina, MINAYO, Maria Cecília. Análise de estudos qualitativos conduzidos por médicos publicados em periódicos científicos brasileiros entre 2004 e 2013. Rio de Janeiro: Physis Revista de Saúde Coletiva. 26 [2], 2016. 417-434pp. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/physis/v26n2/0103-7331-physis-26-02-00417.pdf. Acesso em 15 fev 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Dança. Belém-Pa: ETDUFPA, 2011. 118p. Disponível em http://www.aedi.ufpa.br/parfor/arquivos/ppp/PPP_DANCA.pdf. Acesso em 17 fev 2018.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v13.n3.2018.11135



Direitos autorais 2018 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.