Formação contínua para professores sem formação pedagógica: um estudo de caso com professores de Educação Física da Escola Primária n. 74 Dangereux, na Província de Malanje-Angola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16i4.15518

Palavras-chave:

Educação física, Metodologia de ensino, Formação pedagógica, Professores, Escola

Resumo

A Educação Física é uma disciplina composta por atividades físicas planejadas e estruturadas com o propósito de melhorar a saúde física, e a docência nesta área requer formação profissional assim como nas demais áreas do conhecimento. O objetivo deste artigo foi analisar as competências pedagógicas dos professores de Educação Física de uma escola primária no município de Malanje, em Angola. Para tanto, utilizou-se uma abordagem quali-quantitativa por meio da aplicação de questionário, observação e entrevista a oito professores, 29 alunos e a diretora da escola. Constatou-se a presença de professores sem formação específica conduzindo as aulas de Educação Física, alunos desmotivados e uma direção empenhada em fortalecer seu corpo pedagógico tendo em vista o perigo em potencial que profissionais despreparados podem causar tanto aos alunos como para a Escola. Por estes motivos, este artigo propôs um programa de formação contínua aos professores a fim de melhor prepará-los para seus cargos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Isarael Cabamba, Instituto Superior Politécnico de Malanje (ISPM), Malanje

Professor do Departamento de Ciências da Educação e Diretor Geral Adjunto.

Cristina Yane Cabrera, Universidad de Sevilla (US), Sevilla – Andalucía

Professora do Departamento de Teoria e História da Educação e Pedagogia Social.

Miguel Ángel Ballesteros-Moscosio, Universidad de Sevilla (US), Sevilla – Andalucía

Professor do Departamento de Teoria e História da Educação e Pedagogia Social.

Referências

ANGOLA. Ministério da Educação. Princípios de base para a reforma do sistema de educação e ensino na R.P.A. Luanda: Ministério de Educação, 1978.

ANGOLA. Consulado Geral no Porto. Províncias. 2014. Disponível em: http://www.consuladogeralangola-porto.pt/pt/provincias. Acesso em: 21 set. 2021.

BARBOSA, I. P. Formação inicial em educação física: uma nova epistemologia da prática docente. Porto Alegre: Movimento ESEF/UFRGS, 2001.

CARDOSO, E. M. S.; FLORES, M. A. A formação inicial de professores em angola: problemas e desafios. In: CONGRESSO INTERNACIONAL GALEGO-PORTUGUÊS DE PSICOPEDAGOGIA, 10., 2009. Anais [...]. Braga: Universidade do Minho, 2009.

CARVALHO, V. O acesso a uma educação de qualidade é um direito. Unicef Angola, 2015. Disponível em: https://www.unicef.org/angola/educacao. Acesso em: 21 set. 2021.

DW. Made for minds. Frente para a Libertação do Enclave de Cabinda (FLEC). DW, 10 ago. 2021. Disponível em: https://www.dw.com/pt-002/frente-para-a-liberta%C3%A7%C3%A3o-do-enclave-de-cabinda-flec/t-17418282. Acesso em: 21 set. 2021.

GOODWIN, D. L; WATKINSON, E. J. Inclusive physical education from the perspective of student with physical disabilities. Adapted Physical Activity Quarterly, v. 17, p. 144-160, 2000.

KÜHL, M. R. O valor das competências docentes no ensino da Administração. Revista de Administração, v. 48, n. 4, dez. 2013.

MASETTO, T. Competências pedagógicas do professor universitário. São Paulo: Summus, 2012.

NEIRA, M. C. Educação física: desenvolvimento e competências. São Paulo: Phorte, 2003.

OTT, E. et al. Relevância dos conhecimentos, habilidades e métodos instrucionais na perspectiva de estudantes e profissionais da área contábil: estudo comparativo internacional. Revista Contabilidade e Finanças, v. 22, n. 57, 2011. DOI: 10.1590/S1519-70772011000300007

PAQUAY, L. et al. (Dir.). Formando professores profissionais. Quais estratégias? Quais competências? Porto Alegre: ArtMed, 2006.

ROLDÃO, M. C. Formar professores: os desafios da profissionalidade e o currículo. Aveiro: Universidade de Aveiro, CIFOP, 2007.

SACRISTÁN, J. Profissão professor. In: NÓVOA, A. Consciência e ação sobre a prática como libertação profissional dos professores. Porto: Porto Editores, 1995.

SLOMSKI, V. G. Saberes que fundamentam a prática pedagógica do professor de ciências contábeis. São Paulo, 2008.

TCHALYONGO, K. Má qualidade da educação em Angola resulta da falta de vontade política do Governo. Voa Português, 20 out. 2019. Disponível em: https://www.voaportugues.com/a/m%C3%A1-qualidade-da-educa%C3%A7%C3%A3o-em-angola-resulta-da-falta-de-vontade-pol%C3%ADtica-do-governo/5131594.html. Acesso em: 21 set. 2019.

ZUNINO, A. P. Educação física: ensino fundamental, 6º-9º. Curitiba: Positivo, 2008

Downloads

Publicado

21/10/2021

Como Citar

CABAMBA, J. I.; YANE CABRERA, C. .; BALLESTEROS-MOSCOSIO, M. Ángel. Formação contínua para professores sem formação pedagógica: um estudo de caso com professores de Educação Física da Escola Primária n. 74 Dangereux, na Província de Malanje-Angola. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 4, p. 2279–2294, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16i4.15518. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15518. Acesso em: 22 jan. 2022.