Práticas pedagógicas na educação especial, formação docente e pesquisa-ação

O que dizem as pesquisas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i3.15971

Palavras-chave:

Pesquisa-ação, Educação especial, Práticas pedagógicas

Resumo

O estudo teve por objetivo identificar e analisar o que tem sido produzido academicamente sobre as práticas pedagógicas no campo da educação especial no período de 2008 a 2020. Trata-se de uma revisão sistemática de literatura que articula as temáticas que envolvem as práticas pedagógicas inclusivas na educação especial, formação docente e pesquisa-ação. A busca foi feita a partir da combinação entre os descritores: Inclusão, Educação Especial, Educação Inclusiva com os descritores Pesquisa-ação, Pesquisa Participante e Pesquisa Colaborativa. Foram encontrados 193 artigos, dos quais 44 artigos se aproximavam do tema. Como resultado foi observado que o maior número de publicações sobre o tema ocorreu após a promulgação, em 2015, da lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Além disso, foi possível identificar que a pesquisa-ação aparece como importante instrumento teórico-metodológico para o desenvolvimento de práticas pedagógicas mais efetivas e para a formação continuada de professores da Educação Especial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Flávia de Freitas, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Mariana – MG – Brasil

Mestre em Educação e membro do Núcleo de Estudo e Pesquisas sobre Práticas na Alfabetização e na Inclusão em Educação (NEPPAI).

Marco Antonio Melo Franco, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Mariana – MG – Brasil

Professor Associado do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE-UFOP). Doutorado em Ciências da Saúde (UFMG).

Referências

BRASIL. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, DF: Presidência da República, 2015. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 12 out. 2021.

FRANCO, M. A. M. Formação docente, ensino e aprendizagem em contexto de inclusão. In: Práticas pedagógicas em contexto de inclusão: Situações de sala de aula. Jundiaí, SP: Paco, 2015.

FRANCO, M. A. M.; RODRIGUES, P. R. E. O fazer pedagógico em contexto de inclusão: estratégias, ações e resultados. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. 3, p. 1184-1197, jul./set. 2016. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7481. Acesso em: 06 jun. 2021.

FRANCO, M. A. S. Pedagogia da pesquisa-ação. Educação e pesquisa, v. 31, n. 3, p. 483-502, dez. 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/DRq7QzKG6Mth8hrFjRm43vF/?lang=pt&format=html. Acesso em: 09 ago. 2021.

FRANCO, M. A. R. S. Pedagogia e prática docente. São Paulo: Cortez, 2012.

FRANCO, M. A. R. S. Prática pedagógica e docência: Um olhar a partir da epistemologia do conceito. Rev. Bras. Estud. Pedagogia, v. 97, n. 247, p. 534-551, set./dez. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbeped/a/m6qBLvmHnCdR7RQjJVsPzTq/abstract/?lang=pt. Acesso em: 18 jun. 2021.

FRANCO, M. A. R. S. Pesquisa-ação: Lembretes de princípios e de práticas. Rev. Eletrônica Pesquiseduca, Santos, v. 11, n. 25, p. 358-370, set./dez. 2019. Disponível em: https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/949. Acesso em: 11 jun. 2021.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: Abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

LUSTOSA, F. G.; MELO, C. M. Organização e princípios didáticos para a gestão da sala de aula inclusiva: A gênese de práticas pedagógicas de atenção à diversidade. In: Práticas pedagógicas em contexto de inclusão: Situações de sala de aula. Jundiaí, SP: Paco, 2018.

MANCINI, M. C.; SAMPAIO, R. F. Quando o objeto de estudo é a literatura: Estudos de revisão. Revista Brasileira Fisioter, v. 10, n. 4, p. 361-472, out./dez. 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbfis/a/4SXvxPYFB3GWs4V4s3vz7kN/?lang=pt. Acesso em: 20 ago. 2021.

MANTOAN, M. T. E. Inclusão escolar: O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2003.

MATOS, S. N.; MENDES, E. G. A proposta de inclusão escolar no contexto nacional de implementação das Políticas de Educacionais. Revista Práxis Educacional, v. 10, n. 16, p. 35-59, 2014. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/762. Acesso em: 13 maio 2021.

MENDES, E. G. A radicalização do debate sobre inclusão escolar no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v. 11, n. 33, p. 387-405, dez. 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/KgF8xDrQfyy5GwyLzGhJ67m/. Acesso em: 19 jun. 2021.

PIMENTA, S. G.; FRANCO, M. A. S.; FUSARI, J. C. Didática multidimensional: Da prática coletiva à construção de princípios articuladores. EDUCAÇÃO & SOCIEDADE, v. 37, n. 135, 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/333403579_Didatica_multidimensional_da_pratica_coletiva_a_construcao_de_principios_articuladores. Acesso em: 29 jul. 2021.

PLETSCH, M. D.; GLAT, R. Pesquisa-ação: Estratégia de formação continuada de professores para favorecer a inclusão escolar. Espaço, Rio de Janeiro, v. 33, p. 50-60, 2011. Disponível em: https://docplayer.com.br/9994481-Pesquisa-acao-estrategia-de-formacao-continuada-de-professores-para-favorecer-a-inclusao-escolar-1.html. Acesso em: 08 maio 2021.

SANTOS, V. O que é e como fazer “Revisão de Literatura” na pesquisa teológica. Fides Reformata XVII, n. 1, p. 89-104, 2012. Disponível em: https://cpaj.mackenzie.br/wp-content/uploads/2020/01/6-O-que-é-e-como-fazer-“revisão-da-literatura”-na-pesquisa-teológica-Valdeci-Santos.pdf. Acesso em: 23 maio 2021.

SOUZA, C. T. R.; MENDES, E. G. Revisão sistemática das pesquisas colaborativas em Educação Especial na perspectiva da inclusão escolar no Brasil. Rev. Bras. Educ. Espec., v. 23, n. 2, p. 279-292, abr./jun. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbee/a/sxPMLY5ZBTgWMJVfkdsGQdP/abstract/?lang=pt. Acesso em: 05 jul. 2021.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 1986.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: Uma introdução metodológica. Educ. Pesqui., v. 31, n. 3, p. 443-466, dez. 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/3DkbXnqBQqyq5bV4TCL9NSH/abstract/?lang=pt. Acesso em: 23 jun. 2021.

Publicado

01/07/2022

Como Citar

FREITAS, R. F. de; FRANCO, M. A. M. Práticas pedagógicas na educação especial, formação docente e pesquisa-ação: O que dizem as pesquisas. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 3, p. 1714–1735, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i3.15971. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15971. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.