Estado do conhecimento sobre financiamento da educação obrigatória e privatização a partir do web of science, 2015-2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v0i0.12009

Palavras-chave:

Estado do conhecimento, Financiamento, Privatização, Educação obrigatória.

Resumo

Trata-se de um estado do conhecimento, Romanowski e Ens (2006), construído a partir de levantamento de publicações entre 2015-2018 em periódicos que integram a Web of Science. O inventário foi realizado pelo descritor Financing identificado em títulos, resumos e palavras-chave em trabalhos circunscritos à educação básica/obrigatória. A análise dos resumos indicou que 23%, dos 76 artigos selecionados, abordaram o tema da privatização, a maioria por autores estadunidenses. A produção brasileira foi a terceira mais frequente, embora sem análises sobre formas de privatização. O estudo indicou ainda que escolha parental foi a forma de privatização mais analisada.

Biografia do Autor

Andrey Mori, Unicamp.

Graduando em Pedagogia da Faculdade de Educação da Unicamp, membro do Greppe.

Theresa Adrião, Unicamp.

Professora Livre Docente da Faculdade de Educação da UNICAMP.). Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Política Educacional (GREPPE)/Unicamp. Integra a Associação Nacional de Financiamiento da Educação (Fineduca) e Coordena o Grupo de Trabalho 5 "Estado e Política Educacional" da ANPED.

Referências

ADRIÃO, T. Dimensões da privatização da educação básica no Brasil a partir de 1990: um diálogo com a produção acadêmica. 2015. 227f. Tese (Livre-Docência), Universidade Estadual de Campinas.

ADRIÃO, T. A privatização dos processos pedagógicos: Grupos editoriais e os negócios na educação básica. In: MARINGONI, G. (Org.). O negócio da educação. São Paulo: Olho D’água e Fepesp. p. 129-144, 2017.

ADRIÃO, T. Dimensões e formas da privatização da educação no Brasil: caracterização a partir de mapeamento de produções nacionais e internacionais. Currículo sem fronteiras, v. 18, n. 1, p. 8-28, jan./abr. 2018.

ARAÚJO, C. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, Porto Alegre, v. 12, n. 1, p. 11-32, jan./jun. 2006.

BALL, S.; YOUDELL, D. Hidden privatisation in public education. 2008. Disponível em: https://pages.ei-ie.org/quadrennialreport/2007/upload/content_trsl_images/630/Hidden_privatisation-EN.pdf. Acesso em: 17 nov. 2018.

BELFIELD, C.; LEVIN, H. Education Privatization: Causes, Consequences, and Planning Implications. Paris, UNESCO-IIPE, 2002.

DALE, R. A promoção do mercado educacional e a polarização da educação. Educação, Sociedade e Cultura, n. 2, p. 109-139, 1996 Disponível em http://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC2/2-6-dale.pdf> Acesso em: 17 nov. 2018.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas "estado da arte". Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302002000300013&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 17 nov. 2018.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (Orgs.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

MARTINS, A. (Org.). Estado da Arte: Gestão, autonomia escolar e órgãos colegiados. Brasília: Editora Liber Livro, 2011.

NOGUEIRA, M. A. Teses e dissertações sobre a relação família-escola no. Brasil (1997-2011): um estado do conhecimento. 37ª Reunião Anual da ANPEd, UFSC – Florianópolis, 2015. Disponível em: http://37reuniao.anped.org.br/wp-content/uploads/2015/02/Trabalho-GT14-4137.pdf. Acesso em: 17 nov. 2018.

ROBERTSON, S. L. Parcerias público-privadas, empresas digitais e a produção de um espaço educacional neoliberal em escala européia. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 34, n. 3, p. 573-586, dez. 2008.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Revista Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, set./dez. 2006, p. 37-50.

WITTIMAN, L; GRACINDO, R. (Orgs.). Políticas e gestão da educação (1991-1997). Brasília: MEC/Inep/Comped, 2001.

Downloads

Publicado

02/12/2018

Como Citar

Mori, A., & Adrião, T. (2018). Estado do conhecimento sobre financiamento da educação obrigatória e privatização a partir do web of science, 2015-2018. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, 22(esp3), 1241–1257. https://doi.org/10.22633/rpge.v0i0.12009

Edição

Seção

Artigos