Reflexões sobre o processo de aprendizagem para o século XXI: um relato de experiência a partir das aulas de Estatística de um curso técnico em Segurança do Trabalho

Autores

  • Juliana Campos Sabino de Souza Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB)
  • Mateus Gianni Fonseca Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB)

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11455

Palavras-chave:

Aprendizado centrado no aluno, Aprendizado colaborativo, Aprendizagem para o século XXI.

Resumo

O presente relato de experiência busca apresentar dois encontros presenciais do componente curricular de Estatística do curso Técnico em Segurança do Trabalho do Campus Ceilândia, do Instituto Federal de Brasília. As atividades desenvolvidas nesses encontros buscaram focar no aprendizado centrado no aluno, em que os mesmos protagonizaram seu processo de aprendizado, na medida que se buscou estimulá-los a desenvolverem pensamento crítico em relação a dados estatísticos referentes à área de segurança do trabalho. Primou-se que as atividades propostas fossem baseadas em dados estatísticos reais, buscando um conhecimento mais aprofundado do cenário da área específica de formação dos alunos. Os mesmos foram divididos em grupos, buscando um trabalho colaborativo e interação entre os pares, de acordo com o que se espera de uma educação voltada ao século XXI. Utilizou-se também Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) para mediar o desenvolvimento de algumas atividades, principalmente na elaboração de tabelas e gráficos. Por resultados, pôde-se perceber que a maior parte dos alunos se sentiram mais motivados em trabalhar numa perspectiva mais ativa, construindo conceitos significativos.

Referências

BROOKHART, S. M. How to give effective feedback to your students. Alexandria: Association for Supervision and Curriculum Development, 2008.

FERNANDES, D. Avaliar para aprender: fundamentos, práticas e políticas. São Paulo: Editora Unesp, 2009.

FIORENTINI, D.; LORENZATO, S. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 1ª Ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

MIRANDA, G. L. Limites e possibilidades das TIC na educação. Revista de Ciências da Educação, n. 03, p. 41 50, 2007.

NEWTON, L. D.; NEWTON, D. P. Creativity in 21 st century education. Prospects, 2014.

P21 – Partnership for 21 st Century Learning. Framework for 21st Century Learning, 2016. Disponível em: http://www.p21.org/storage/documents/docs/P21_framework_0816.pdf. Acesso em: 8 maio 2017.

Downloads

Publicado

30/04/2018

Como Citar

SOUZA, J. C. S. de; FONSECA, M. G. Reflexões sobre o processo de aprendizagem para o século XXI: um relato de experiência a partir das aulas de Estatística de um curso técnico em Segurança do Trabalho. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. esp.1, p. 564–569, 2018. DOI: 10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11455. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/11455. Acesso em: 6 mar. 2021.

Edição

Seção

Relatos de Experiência