Consultoria colaborativa como estratégia de formação continuada para professores que atuam com estudantes com deficiência intelectual

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp.1.13512

Palavras-chave:

Educação especial, Consultoria colaborativa, Formação de professores, Deficiência intelectual.

Resumo

A colaboração entre profissionais da educação especial e comum fomentou uma pesquisa de pós-doutorado, cujo objetivo foi analisar a Consultoria Colaborativa como estratégia pedagógica para formação continuada de professores que atuam com estudantes com deficiência intelectual. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa pautado nos pressupostos da pesquisa colaborativa e da Teoria Histórico Cultural. Ocorreu na Universidade Federal de Goiás – UFG e em duas escolas; participaram seis professoras da rede estadual de ensino. Os dados foram construídos nos meses de fevereiro a dezembro de 2016. Nesse recorte analisou-se uma das categorias advindas do Roteiro de entrevista, contendo a avaliação da formação. Os resultados apontaram que esse tipo de formação proporciona discussões com foco na escolarização, apresenta caminhos possíveis para uma prática docente que visa a potencialidade desses estudantes e pode se constituir como estratégia para os cursos de formação continuada.

Biografia do Autor

Danúsia Cardoso Lago, Universidade Federal da Bahia (UFBA), Instituto Multidisciplinar em Saúde, Campus Anísio Teixeira, Vitória da Conquista – Bahia

Professora Adjunta em Regime de Dedicação Exclusiva. Doutorado em Educação do Indivíduo Especial e Pós-doutorado em Educação.

Dulcéria Tartuci

Professora do Programa de Pós-Graduação. Coordenadora do Curso de Letramento para Estudantes com Deficiência e do Estágio do Curso de Pedagogia e Preside a CAD (UAEE/UFG). Pós-Doutorado em Educação Especial (PPGEEs-UFSCar).

Referências

ALMEIDA, R. V. de M. Escolarização dos alunos com deficiência intelectual: a construção de conhecimento e letramento. Orientadora: Dulcéria Tartuci. 2016 240f. Dissertação. (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Goiás – Regional Catalão. 2016. Disponível em: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6197. Acesso em: 27 fev. 2020.

ARAÚJO, S. L. S.; ALMEIDA, M. A. Contribuições da consultoria colaborativa para a inclusão de pessoas com deficiência intelectual. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 27, n. 49, p. 341-352, maio/ago. 2014. ISSN 1984-686X. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/8639. Acesso em: 03 jan. 2020.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto, Porto Editora, 1994.

BRAUM, P. Uma intervenção colaborativa sobre os processos de ensino e aprendizagem do aluno com deficiência intelectual. Orientadora: Leila Regina d’Oliveira de Paula Nunes. Tese. 2012. 324 f. Universidade do estado do Rio de Janeiro (UERG). Rio de Janeiro. 2012. Disponível em: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5308. Acesso em: 21 jan. 2020.

CAMPOS, D. M F. Formação continuada na perspectiva da Consultoria Colaborativa: contribuições no contexto da inclusão escolar. Orientadora: Maria Marta Lopes Flores. 2018. 171f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Goiás, UFG, Catalão, 2018. Disponível em: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8462. Acesso em: 10 dez. 2019.

CAPELLINI, V. L. M. F. Avaliação das Possibilidades do Coensino no processo de Inclusão Escolar do Aluno com Deficiência Mental. 2004. 302 f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.

CARAMORI, P. M. Formação em serviço de professores comuns e especializados e suas implicações na prática: uma experiência de consultoria colaborativa. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, n. esp. 2, p. 1034-1047, 2016. E-ISSN: 1982-5587. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8941. Acesso em: 27 mar. 2020.

DAMÁZIO, M. F. M. Metodologia do serviço do atendimento educacional especializado em uma perspectiva inclusiva na escola regular. Revista on line de Política e Gestão Educacional, v. 22, n. esp. 2, p. 840-855, dez. 2018. ISSN 1519-9029. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/11916. Acesso em: 27 fev. 2020.

EL KADRI, M. S.; MOLINARI, A. C.; RAMOS, S. M. Pedagogia deliberativa, linguagem e poder: emancipação e transformação social na educação pelo viés da teoria crítica. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. esp. 4, p. 2088-2103, dez. 2019. E-ISSN: 1982-5587. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12936. Acesso em: 27 fev. 2020.

FRIEND, M.; COOK, L. Collaboration as a predictor for success in school reform. Journal of Educational and Psychological Consultation. New York, v. 1, n. 1, p. 69-86, 1990.

GIROTO, C. R. M.; POKER, R. B.; VITTA, F. C. F. 10 anos da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva em debate: trajetória, limites e desafios. Revista on line de Política e Gestão Educacional, v. 22, n. esp. 2, p. 711-715, dez. 2018. ISSN 1519-9029. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/11968. Acesso em: 27 fev. 2020.

IBIAPINA, I. M. L. M. Pesquisa colaborativa: investigação, formação e produção de conhecimentos. Brasília: Líber Livro, 2008.

KAMPWIRTH, T. J. Collaborative consultation in the schools: effective practices for students with learning and behavior problems. Chapter 1: Overview of School – Based Consultation. New Jersey: Merril Prentice Hall, 2003. p. 1-39.

LAGO, D. C., TARTUCI, D. Consultoria Colaborativa Educacional viabilizando o Coensino entre professor regente e de apoio à inclusão escolar. Projeto/relatório de estágio pós-doutoral desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão. Goiás, 2016-2018.

MACHADO, A. C.; ALMEIDA, M. A. Efeitos de uma Proposta de Consultoria Colaborativa na Perspectiva dos Professores. Revista Meta: Avaliação. v. 6, n. 18, p. 222-239, 2014. ISSN 2175-2753. Disponível em: http://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/metaavaliacao/article/view/160. Acesso em: 05 jan. 2020.

MANTOAN, M. T. E.; BAPTISTA, M. I. S. D. Inovar para fazer acontecer: como estamos fortalecendo redes de apoio à educação inclusiva. Revista on line de Política e Gestão Educacional, v. 22, n. esp. 2, p. 763-777, dez. 2018. ISSN 1519-9029. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/11911. Acesso em: 27 mar. 2020.

MENDES, E. G. Colaboração entre ensino regular e especial: o caminho do desenvolvimento pessoal para a inclusão escolar. In: MANZINI, E. J. Inclusão e acessibilidade, Marília: ABPEE, 2006. p. 29-41.

ONOHARA, A. M. H.; SANTOS CRUZ, J. A.; MARIANO, M. L. Educação inclusiva: o trabalho pedagógico do professor para com o aluno autista no ensino fundamental I. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, v. 20, n. 2, p. 289-304, jul./dez. 2018. ISSN 2594-8385. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/12020. Acesso em: 27 fev. 2020.

PLETSCH, M. D. A formação de professores para a educação inclusiva: legislação, diretrizes políticas e resultados de pesquisas. Educ. rev., Curitiba, n. 33, p. 143-156, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n33/10.pdf. Acesso em: 05 jan. 2020.

SILVA, S. S. da.;, CARNEIRO, R. U. C. Inclusão escolar de alunos público-alvo da educação especial: como se dá o trabalho pedagógico do professor no ensino fundamental I?. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, n. esp. 2, p.935-955, 2016. E-ISSN: 1982-5587. Disponível em: https://dx.doi.org/10.21723/riaee.v11.esp2.p935-955. Acesso em: 27 fev. 2020.

TARTUCI, D.; VINHAL, J. M.; DIAS, R. M. P. A atuação do professor de apoio à inclusão e do professor regente de referência de classe comum e o ensino colaborativo. In: Pesquisas, Reflexões e Experiências - Desafios e Perspectivas na Educação apresentadas no V SPPGI. 1. ed. Jundiaí, Brasil.: Paco Editorial, v. I, p. 1-13, 2019.

VILARONGA, C. A. R., MENDES, E. G. Ensino colaborativo para o apoio à inclusão escolar: práticas colaborativas entre os professores. Revista Brasileira de Educação, v. 95, n. 239, p. 139-151, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2176-66812014000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 27 fev. 2020.

Publicado

04/03/2020

Como Citar

LAGO, D. C.; TARTUCI, D. Consultoria colaborativa como estratégia de formação continuada para professores que atuam com estudantes com deficiência intelectual. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp.1, p. 983–999, 2020. DOI: 10.21723/riaee.v15iesp.1.13512. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13512. Acesso em: 3 mar. 2021.

Edição

Seção

Seção Temática - Educação especial e inclusão: diálogos sobre pesquisa, políticas e práticas