A dimensão conservadora da educação republicana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v19i00.16587

Palavras-chave:

Conservação, Transmissão, Escola, República

Resumo

O presente artigo reflete acerca da educação republicana, considerando os pressupostos fundamentais que estão em sua base e que, em virtude disso, definem a sua especificidade. Seu objetivo é dar destaque à dimensão conservadora da escola republicana como um de seus traços característicos e cuja efetividade encontra-se na inegociável tarefa de ensinar. Desta perspectiva, o texto tematiza questões acerca da condição humana, do caráter conservador da escola e da função da transmissão subjacente ao ensinar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gian Eligio Soliman Ruschel, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

Doutorando em Educação junto ao PPG em Educação Ciências da UNIJUÍ, Mestre em Educação pela UNIJUÍ, Especialista em Ensino de Filosofia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), graduado em História Licenciatura pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI).

Vânia Lisa Fischer Cossetin, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

Doutora e Mestre em Filosofia pela PUCRS, Graduada em Filosofia e Artes pela UNIJUÍ, Professora do PPG em Educação nas Ciências da UNIJUÍ.

Referências

ARENDT, H. Entre o passado e o futuro. Tradução: Mauro W. Barbosa. São Paulo: Perspectiva, 2016.

BIESTA, G. J. J. The beautiful risk of education. New York: Routledge, 2016.

BRAYNER, F. H. A. Educação e republicanismo: experimentos arendtianos para uma educação melhor. Brasília, DF: Liber Livro Editora, 2008.

CHARLOT, B. Educação ou barbárie? Uma escolha para a sociedade contemporânea. Tradução: Sandra Pina. São Paulo: Cortez, 2020.

COSSETIN, V. L. F. Moral asepsis in education. Educação e Filosofia, [S. l.], v. 35, n. 73, p. 391-422, 2021a. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/54953. Acesso em: 22 fev. 2022.

COSSETIN, V. L. F. Solitude e isolamento: o caráter formativo do encontro consigo mesmo. Revista Espaço Pedagógico, [S. l.], v. 28, n. 3, p. 1036-1054, set/dez, 2021b. DOI: 10.5335/rep.v28i3.11810.

FENSTERSEIFER, P. E. A tarefa educacional na especificidade da escola. Ijuí, RS: Ed. Unijuí, 2020.

KANT, I. Sobre a pedagogia. Tradução: Francisco Cock Fontanella. 2. ed. Piracicaba, SP: Editora Unimep, 1999.

MASSCHELEIN, J.; SIMONS, M. Em defesa da escola: uma questão pública. Tradução: Cristina Antunes. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

ORWELL, G. 1984. Tradução: Karla Lima. Jandira: Princips, 2021.

POMBO, O. Elogio da transmissão. 2008. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/267156022_Elogio_da_Transmissao_Praise_of_the_Transmission. Acesso em: 09 nov. 2021. Não paginado.

ROUSSEAU, J.-J. Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. Tradução: Paulo Neves. Porto Alegre: L&PM, 2016.

SAVATER, F. O valor de educar. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

YOUNG, M. Para que servem as escolas. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v28n101/a0228101.pdf. Acesso em: 15 dez. 2021.

Publicado

24/01/2024

Como Citar

RUSCHEL, G. E. S.; COSSETIN, V. L. F. A dimensão conservadora da educação republicana. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 19, n. 00, p. e024011, 2024. DOI: 10.21723/riaee.v19i00.16587. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16587. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos