Programa de Auxílio Moradia em uma Unidade Acadêmica de uma Universidade de Pernambuco: uma avaliação na perspectiva dos (as) discentes beneficiados

Lilian da Silva Brito, Alba Barbosa

Resumo


O artigo procurou analisar um Programa de Auxílio Moradia desenvolvido em uma Unidade Acadêmica de uma Universidade em Pernambuco, através da percepção dos discentes beneficiados. O Programa Nacional de Assistência Estudantil, Decreto nº 7.234/10, dispõe que as instituições federais de ensino devem fixar mecanismos de avaliação. O estudo é qualitativo e descritivo e utilizou como coleta de dados um questionário aplicado com todos os beneficiários do referido programa.  Concluiu-se que o programa, contribui para minimizar as desigualdades socioeconômicas, tendo em vista as iniciativas voltadas para a democratização do acesso e a formação para a cidadania, bem como a permanência no curso. 


Palavras-chave


Assistência estudantil. Ensino superior. Políticas públicas.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Jolinda Moraes. A assistência estudantil no âmbito da política de Ensino Superior Pública. Serviço Social em Revista, v. 5, n.1, jul/dez. 2002. Londrina-PR: UEL, 2002.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. História da educação e da pedagogia. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2006.

BAGGI, Cristiane Aparecida dos Santos. Evasão e avaliação institucional: uma discussão bibliográfica. Dissertação de Mestrado em Educação -Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Campinas. 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 jun. 2016.

BELLONI, Isaura.; MAGALHÃES, Heitor.; SOUSA, Luzia Costa de. Metodologia para avaliação de políticas públicas: uma experiência em educação profissional. 4ª ed. São Paulo: Cortez, 2007. Coleção Questões da Nossa Época, v. 75.

BONETI, L. W. Políticas públicas por dentro. Ijuí (RS): Unijuí, 2007.

BRASIL. Decreto nº 6096, de 24 de abril de 2007. Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI, 2007. Disponível em: . Acessado em: 27 maio 2016.

BRASIL. Decreto nº 7234, de 19 de julho de 2010. Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES, 2010. Disponível em: . Acesso em: 26 maio 2016.

BRASIL. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Lei de Cotas para o Ensino Superior, 2012. Disponível em: . Acesso em: 28 maio 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. A democratização e expansão da educação superior no país 2003 – 2014. Disponível em: . Acess em: 28 maio 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão Ministério da Educação, 2016. Disponível em: . Acesso em: 28 maio 2016.

DANTAS, A. O.; ARAUJO, J. O. A Questão do Financiamento da Assistência Estudantil nos Trâmites da Reforma Universitária do Governo Lula. In: ARAUJO, J. O.; CORREIA, M. V. C. (org.). Reforma Universitária. Maceió: EDUFAL, 2005.

GUARESCHI, N. Problematizando as práticas psicológicas no modo de entender a violência. In: STREY, Marlene (Org.). Violência, gênero e políticas públicas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004.

GEORGEN, Pedro. Educação Superior na perspectiva do sistema e do Plano Nacional de Educação. Campinas, SP., 2010. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2016.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. 7ª edição, São Paulo, atlas 2009.

MUGNOL, Márcio; GISI, Maria de Lourdes. Avaliação de Políticas Públicas Educacionais: Os Resultados do PROUNI. IX ANPED Sul. Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul 2012. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2016.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. (1989), A educação na Nova Constituição: mudar para permanecer. Revista da Faculdade de Educação, 15(1):16-27, jan.-jun. São Paulo, FEUSP. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2016.

PEREIRA, P. A. P. Discussões conceituais sobre política social como política pública e de direito de cidadania. In: BOSCHETTI, I. (Org.). Política social no capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2009.

PLATT NETO, O. A. da; CRUZ, F.; PFITSCHER, E. D. Utilização de metas de desempenho ligadas à taxa de evasão escolar nas universidades públicas. Revista de Educação e pesquisa em Contabilidade. Brasília, v.2, art.4, maio/agosto 2008. Disponível em: . Acesso em: 13 jul. 2016.

SILVA, E. G. Desempenho Institucional: a política de qualificação dos docentes da UESB. 2009. 134 f. Dissertação (Mestrado) – UNEB / Departamento de Ciências Humanas, Salvador.

VAITSMAN, J.; RODRIGUES, R.W.S.; SOUSA, R.P. O Sistema de Avaliação e Monitoramento das Políticas e Programas Sociais: a experiência do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome do Brasil. Brasília: Unesco, 2006. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2016.

VASCONCELOS, Natalia Batista. Programa Nacional de Assistência Estudantil: uma análise da evolução da Assistência estudantil ao longo da história da Educação Superior no Brasil. Revista da Católica. Uberlândia, 2010. Disponível em: . Acesso em: 27 maio 2016.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v21.n1.2017.9989



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.