Paulo Freire e a Pedagogia Crítica: seu legado para uma nova pedagogia do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15i3.12472

Palavras-chave:

Pensamento pedagógico, Pedagogia crítica, Pensamento frereano.

Resumo

O artigo tratará da relevância do pensamento e da ação de Paulo Freire e das respostas que ele sofreu nos últimos cinquenta anos. Além disso, propõe-se demonstrar a relevância e o legado de Freire para a educação no mundo, especialmente para a América Latina. Para continuar nos caminhos que nos propomos, primeiro refletiremos sobre o contexto da escrita de Freire - Educação e atualdade brasileira - contra os golpes políticos no Brasil (antigos e atuais). Em seguida, trazer a memória o legado de Paulo Freire na condição de um clássico latino-americano, seguido dos contextos em que seu pensamento e obra foram concebidos, expressando sua singularidade e, talvez, sua universalidade. Por fim, far-se-á uma análise das teses que discordam da referida universalidade do pensamento de Freire, partindo de alguns conceitos/categorias de sua obra. Finaliza-se com o desafio de releitura de Freire na construção de um pensamento pedagógico do sul alimentada pelo debate das epistemologias do sul.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Rubens Lima Jardilino, Universidade Federal de Ouro Preto

Departamento de Educação - DEEDU-UFOP 

Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado/Doutorado - PPGE.UFOP

Diana Elvoira Soto-Arango, Universidad Pedagógica y Tecnológica de Colombia (UPTC), Tunja – Boyacá

Directora del Doctorado en Ciencias de la Educaciòn (RUDECOLOMBIA/UPTC). Investigadora Senior-Emérita de Colciencias. Directora de Grupos de Investigación: HISULA y ILAC (Categoría A COLCIENCIAS). Directora-Fundador de la Revista RHELA (Indexada B). Fundadora y Presidenta Emérita de la Sociedad de Historia de la Educación Latinoameicana (SHELA). Doctora en Filosofía y Ciencias de La Educación, con Postdoctorado/Estancia postdoctoral en el Consejo Superior de Investigaciones Científicas en España-CSIC.

Referências

APPLE, M. Expanding the dynamics of power: Freire and the politics of race in education Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 277-295, jan./mar. 2016.

CALVINO, I. Por que ler os clássicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

COLLINS, D. Paulo Freire: his life, works and thought. New York: Paulist Press,1997.

FREIRE, P. Pedagogía de la esperanza: un reencuentro con la pedagogía del oprimido. 5. ed. Río de Janeiro: Paz y Tierra, 1992.

FREIRE. P. Acción cultural para la libertad. Buenos Aires: Terra Nueva, 1975.

FREYHOLD, M. Some observation on adult education in Tanzania. In: HIZEN, H.; HUNDSDÖRFER, V. H. (Eds.). The Tanzanian Experience: Education of Liberation and Development. Hamburg: Unesco Institute of Education, 1979.

GIROUX, H. Critical pedagogy: Paulo Freire and the courage to be political. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 296-306, jan./mar, 2016.

HARASIM, L. M. Literacy and national reconstruction in Guinea Bissau: a critique of the Freirean literacy campaign. 1983. 437 f. Thesis (Ph.D.) - University of Toronto, 1983.

KUBOTA, K. Literacy campaigns and pedagogy of Paulo Freire: a comparative view on literacy campaigns in Brazil, Nicaragua, Tanzania and Guinea Bissau. Departmental Bulletin Paper, Kansai University, p. 70, 1996. Disponível em: https://kuir.jm.kansai-u.ac.jp/dspace/bitstream/10112/1001/1/KU-1100-19960100-03.pdf. Acesso em: 2 jul. 2018.

La BELLE, T.J. From consciousness raising to popular education in Latin America and Caribbean. Comparative Education Review, v. 31, n. 2, p. 201-217, 1987.

LIMA-JARDIINO, J.R. Paulo Freire, filósofo, pedagogo e cientista social: singularidade e a universalidade do seu pensamento. Revista Historia de la Educación Latinoamericana, Tunja, n. 10, p. 40-56, 2008.

LIMA-JARDIINO, J.R. Paulo Freire: apuntes biobliográficos. Bogotá: Editorial Magistério, 2009.

LUCKÁCS, G. História e consciência de classe: Estudos sobre a dialética marxista. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

MÉSZÁROS, I. Educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MIGNOLO, W. Histórias locais / Projetos globais: colonialidade, saberes subalternos e pensamento liminar. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003

SCOCUGLIA, A. C. Origens e prospectivas do pensamento político-pedagógico de Paulo Freire. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. 2, p. 25-37, jul./dez. 1999.

SOUSA-SANTOS, B; MENESES, M. P. [Orgs.] Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez Editora, 2010.

TORRES, C.A. Diálogo com Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1979.

ZIZEK, S. De História e Consciência de Classe a dialética dos esclarecimentos, e volta. Revista Lua Nova, n. 59, p. 159-175, 2003. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ln/n59/a08n59.pd. Acesso em: mar. 2020.

Publicado

20/02/2020

Como Citar

JARDILINO, J. R. L.; SOTO-ARANGO, D. E. Paulo Freire e a Pedagogia Crítica: seu legado para uma nova pedagogia do Sul. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. 3, p. 1072–1093, 2020. DOI: 10.21723/riaee.v15i3.12472. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12472. Acesso em: 23 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos