Altas habilidades/superdotação e deficiência visual: duplicidade de necessidades educacionais especiais

Rosemeire de Araújo Rangni, Ailton Barcelos da Costa

Resumo


A Educação Especial no Brasil é evidenciada, historicamente, à atenção aos indivíduos com deficiência. Os estudantes com alto potencial estão nas escolas, porém, com pouca visibilidade e reconhecimento. Infere-se que os estudantes em condição de altas habilidades/superdotação e deficiência são menos contemplados pelos serviços especiais. Este artigo objetiva revisar publicações sobre a duplicidade de necessidades educacionais especiais (DNEE), talento e deficiência visual, no período de 2002 a 2012, como também, considerar conceitos sobre talento e deficiência visual e refletir sobre a DNEE. Os métodos Bibliográfico e Documental foram usados para a realização da pesquisa. Procedeu-se buscas em livros especializados, documentos educacionais brasileiros e artigos publicados em revistas acadêmicas. Os resultados obtidos foram: em oito artigos encontrados somente três foram considerados relevantes para o propósito pesquisado. A maioria dos artigos nos sítios buscados não estava disponível de forma completa, apresentando apenas os resumos. Revelou-se, também, que há escassez de pesquisas sobre a temática no Brasil, especificamente sobre altas habilidades/superdotação e deficiência visual, pois, não foi encontrado nenhum trabalho no Portal de Periódicos da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Espera-se com este artigo contribuir para que os estudantes com DNEE sejam reconhecidos, de fato, por seus potenciais elevados.


Palavras-chave


Educação Especial. Superdotação. Cegueira.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v11.n4.7387



Direitos autorais 2016 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.