Formação de Professores para a Justiça Social: uma reflexão sobre a docência na Residência Pedagógica

Autores

  • Helena Fontoura Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n1.7932

Palavras-chave:

Formação de professores. Justiça social. Residência pedagógica.

Resumo

O presente trabalho aborda um processo de formação de professores na forma de Residência Pedagógica, desenvolvido em uma instituição pública do Rio de Janeiro, projeto que atende prioritariamente a egressos da instituição, mas que vem recebendo interessados em discutir suas práticas docentes e aprimorar o que fazem. O recorte escolhido para esse artigo enfatiza a formação de professores para a justiça social, a partir de Zeichner, que defende um programa de formação radical em que ensinar é visto como uma atividade crítica e o docente como um profissional que investiga e reflete sobre sua prática. Entendemos que a reflexão sobre o fazer docente é uma condição política fundamental da formação do professor, sendo que a sua formação reflexiva deve vincular-se à luta pela construção da justiça social e intelectual no país. Cabe à sociedade, como um todo, e aos responsáveis pela elaboração de políticas públicas, em todos os níveis, buscarem assegurar que a escola cumpra seu papel de espaço privilegiado na promoção dos direitos humanos, procurando garantir a inclusão, o respeito e a valorização das diferenças, tentando garantir que o espaço escolar propicie liberdade de expressão, promoção dos direitos humanos, inclusão educacional, em outras palavras, justiça social.

Biografia do Autor

Helena Fontoura, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora Associada Departamento de Educação Faculdade de Formação de Professores Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Docente do Programa de Pós Graduação em Educação - processos formativos e desigualdades sociais

Downloads

Publicado

13/01/2017

Como Citar

FONTOURA, H. Formação de Professores para a Justiça Social: uma reflexão sobre a docência na Residência Pedagógica. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, p. 120–133, 2017. DOI: 10.21723/riaee.v12.n1.7932. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7932. Acesso em: 4 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos