Integração e relações étnico-raciais. Um exercício de análise de redes sociais

Autores

  • Davide Carbonai UFRGS Departamento de Ciências Administrativas

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n1.8228

Palavras-chave:

Análise de redes sociais. Integração social. Ensino médio. Sociologia dos grupos.

Resumo

O artigo examina as relações de amizade entre alunos de duas turmas de ensino médio e se propõe a destacar eventuais elementos críticos na integração entre grupos étnicos. A pesquisa utiliza algumas técnicas de análise de redes sociais: além das estatísticas de centralidade e betweeness, o texto apresenta um índice de homofilia-eterofilia, para indicar a propensão de cada aluno (Ego) a se relacionar com Alters do mesmo ou de diferente grupo étnico. Ao final, a análise aponta para algumas criticidades na integração entre grupos. Além de apresentar a pesquisa e os resultados deste exercício, o artigo introduz o leitor nos principais conceitos utilizados na análise de redes sociais, também como proposta metodológica na área de educação. 

Biografia do Autor

Davide Carbonai, UFRGS Departamento de Ciências Administrativas

Professor adjunto no Departamento de Ciências Administrativas da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). Conseguiu Laurea Magistrale em Ciência Política em 2001 (Università di Firenze) e Doutorado em Sociologia Econômica em 2005 (Università di Teramo). Sempre na Itália, lecionou Sociologia econômica na Università di Teramo e participou de vários projetos de pesquisa na área de relações trabalhistas e de políticas públicas (até 2009). No Brasil, entre as outras, lecionou na Universidade Federal do Pampa (campus de São Borja-RS) até 2015, mas continua colaborando com o programa de pós-graduação em Políticas Públicas. Foi pesquisador visitante na Université Catholique de Louvain-la-Neuve (2009-2010) e na Università di Firenze (2012).

Downloads

Publicado

13/01/2017

Como Citar

Carbonai, D. (2017). Integração e relações étnico-raciais. Um exercício de análise de redes sociais. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 215–227. https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n1.8228

Edição

Seção

Artigos