O programa residência pedagógica - experiências formativas no curso de pedagogia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v24i2.13631

Palavras-chave:

Residência pedagógica, Formação inicial de professores, Atuação profissional, Educação.

Resumo

O presente texto buscou investigar as contribuições que o Programa Residência Pedagógica edital CAPES, 06/2018 proporcionou a um grupo de estudantes do Curso de Pedagogia de uma Universidade pública do interior do Paraná. Como procedimento metodológico, a opção foi pela abordagem qualitativa, na modalidade exploratório-explicativo. O público alvo foi constituído por quinze estudantes. Os dados foram coletados por meio dos seguintes procedimentos: observações das atividades realizadas pelos residentes, análise documental das produções e narrativas em seus portfólios individuais. Para a análise dos dados, os materiais foram submetidos à Análise de Conteúdo, usando o critério semântico para a criação das categorias. Os resultados indicam que o Programa Residência Pedagógica apresenta algumas fragilidades, mas proporcionou várias contribuições ao processo formativo inicial dos estudantes, com destaque para novas experiências, articulação entre teoria e prática, formação acadêmica, profissional e humana e entendimentos sobre o que é ser professor. Os dados revelam ainda que, apesar de vários encaminhamentos e estudos é preciso uma reorganização das atividades para inserção de programas de Formação Inicial que possibilitem novas e significativas experiências aos estudantes em seu processo formativo, e que, é preciso que as Formações de Professores não tenham ênfase na subjetividade do professor, mas nas possíveis mudanças sociais e educacionais com contribuições efetivas no tocante ao processo formativo do futuro docente.

Biografia do Autor

Diene Eire de Mello, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Doutora em Educação

Dirce Aparecida Foletto de Moraes, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Doutora em Educação

Sandra Aparecida Pires Franco, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Doutora em Educação

Ediléia Ferreira de Assis, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Mestranda em Educação 

Graziela Potoski, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Mestranda em Educação

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. Ministério da Educação. Edital capes nº 06/2018 - programa de residência pedagógica. Brasília, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 175/2019- Regulamento do Programa de Residência Pedagógica e do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). Brasília, 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Edital capes nº 02/2020 -programa de residência pedagógica. Brasília, 2020.

CAVACO, M. H. Ofício do professor: o tempo e as mudanças. In: Nóvoa, A. (org.) Profissão Professor. Lisboa, Porto Editora, 1991, p. 155-190.

CODO, W. Educação: Carinho e trabalho. Vozes: Rio de Janeiro,1999.

CONCEIÇÃO, C. P. F. A inserção profissional do egresso do Programa Residência Pedagógica da Universidade Federal de São Paulo. Dissertação (Mestrado – Pontífica Universidade Católica). São Paulo, 2018.

COSTA, L. L. Residência Pedagógica: criando caminhos para o desenvolvimento profissional docente. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação: Políticas, Direitos e Desigualdades)- Universidade do Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo, 2015

ESTEVE, J. M. Mudanças sociais e função docente. IN: Nóvoa, A. (org.) Profissão professor. Lisboa, Porto Editora, 1991, p. 93-124.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. SP: Paz e Terra, 1996.

GARCIA, G. M. A formação de professores: novas perspectivas baseadas na investigação sobre o pensamento do professor. In: Nóvoa, A. (org.). Os professores e sua formação. Lisboa, publicações Dom Quixote/ Instituto de Inovação Educacional, 1997, p. 51-76.

GATTI, B. A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. REVISTA USP, São Paulo, n. 100, p. 33-46, Dez./Jan./Fev. 2013-2014. Disponível em:

GATTI, Bernardete Angelina et al. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019. Disponível em: <https://unesdoc.unesco.org/in/documentViewer.xhtml?v=2.1.196&id=p::usmarcdef_0000367919&file=/in/rest/annotationSVC/DownloadWatermarkedAttachment/attach_import_3807253c-1be4-4e1d-8ff8-a2462dba83a1%3F_%3D367919por.pdf&updateUrl=updateUrl3341&ark=/ark:/48223/pf0000367919/PDF/367919por.pdf.multi&fullScreen=true&locale=en#%5B%7B%22num%22%3A375%2C%22gen%22%3A0%7D%2C%7B%22name%22%3A%22XYZ%22%7D%2C0%2C680%2Cnull%5D>. Acesso em 08 Apr. 2020.

GÓMEZ, A. P. O pensamento prático do professor: a formação do professor reflexivo. In: Nóvoa, A. (org.). Os professores e sua formação. Lisboa, publicações Dom Quixote/ Instituto de Inovação Educacional, 1997, p. 93-114.

HELLER, A. O cotidiano e a história. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1970.

LEAL, C. DE C. N. Residência pedagógica: representações sociais de formação continuada. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação em Educação da

Universidade Estácio de Sá. Rio de Janeiro, 2016.

LIBÂNEO, José Carlos. Formação de Professores e Didática para Desenvolvimento Humano. Educ. Real. Porto Alegre, v. 40, n. 2, p. 629-650, jun. 2015 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-62362015000200629&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 16 abr. 2020. Epub 20-Mar-2015. https://doi.org/10.1590/2175-623646132.

MARTINS, Lígia Márcia. A formação social da personalidade do professor: um enfoque vigotskiano, Campinas, SP: Autores Associados, 2007.

NÓVOA, A. O professor e as histórias da sua vida. In: _____. (org.). Vidas de professores. Lisboa, Porto Editora, 1992, p. 11-29.

POLADIUM, M- L. P. Estudo sobre o Programa de Residência Pedagógica da UNIFESP: uma aproximação entre Universidade e Escola na Formação de professores. Dissertação (Mestrado -Programa de Pós-graduação em Educação, Psicologia da aprendizagem. São Paulo, USP, 2014.

NUNES, Claudio Pinto; OLIVEIRA, Dalila Andrade. Trabalho, carreira, desenvolvimento docente e mudança na prática educativa. Educ. Pesqui. São Paulo, v. 43, n. 1, p. 66-80, março de 2017. Disponível em . Acesso em 12 de abril de 2020.

PIMENTA, S. G. Professor reflexivo: construindo uma crítica. In: PIMENTA, S. G. (Org.); GHEDIN, E. (Org.). Professor Reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, p. 17-52, 2002.

PIMENTA, S.G. ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no ensino superior. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

PIMENTA, Selma Garrido et al. Os cursos de licenciatura em pedagogia: fragilidades na formação inicial do professor polivalente. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 43, n. 1, p. 15-30, Mar. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022017000100015&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 10 Apr. 2020.

SENA, I. P. S.F. Convite ao questionamento e à resistência ao abismo. In: UCHOA A. M. da C.; I. P. e SENA, I. P. S.F. (Orgs.) Diálogos Críticos: BNCC, educação, crise e luta de classes em pauta [recurso eletrônico]. Porto Alegre, RS: Editora Fi, 2019.

SILVA, K. A. C. P. da e CRUZ, S. P. A Residência Pedagógica na formação de professores: história, hegemonia e resistências. Momento diálogos em educação. v. 27, n. 2 (2018) . disponível em https://periodicos.furg.br/momento/article/view/8062/5352.

Publicado

09/04/2020

Como Citar

Mello, D. E. de, Moraes, D. A. F. de, Franco, S. A. P., Assis, E. F. de, & Potoski, G. (2020). O programa residência pedagógica - experiências formativas no curso de pedagogia. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, 24(2), 518–535. https://doi.org/10.22633/rpge.v24i2.13631

Edição

Seção

Artigos