Formação pedagógica no curso de pedagogia: indefinições e desafios

Clara Corrêa da Costa, Helenice Maia Gonçalves

Resumo


Embora a literatura aponte a necessidade de repensar a formação do professor da educação básica, a formação desses profissionais vem se constituindo, ao longo de décadas, um campo de disputas de concepções. As ambiguidades, contradições e indefinições presentes na legislação vigente para a formação de professores no curso de Pedagogia refletem uma tentativa de aliar interesses distintos, sobretudo políticos e econômicos, sem que se chegue a um consenso. Assim, prevalece uma ênfase teórica à formação pedagógica, desenvolvida de forma generalista, em detrimento de conhecimentos tanto de cunho específico quanto pedagógico. A articulação desses conhecimentos, que deveria nortear a formação de professores, muitas vezes não acontece. Diante dessas considerações, este trabalho se propõe a apresentar um debate em torno da política educacional brasileira para a formação de professores no curso de Pedagogia, a fim de identificar fatores que vêm dificultando a implementação de mudanças significativas nesse curso.


Palavras-chave


Formação docente; Formação pedagógica; Pedagogia.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


ALVES-MAZZOTTI, A. J. Formação para o magistério: o discurso dos formadores. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 11, n.33, p. 287-307, maio/ago. 2011. Disponível em: http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/dialogo. Acesso em: 06 mar. 2020.

ANDREOTTI, A. L. O governo Vargas e o equilíbrio entre a pedagogia tradicional e a pedagogia nova. Disponível em: http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/periodo_era_vargas_intro.html. Acesso em: 17 mar. 2020.

AZANHA, J. M. P. Roque Spencer Maciel de Barros: defensor da escola pública. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 167-169, jan./jun. 1999. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v25n1/v25n1a13.pdf. Acesso em: 11 maio 2020.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 1/2006, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 16 maio 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 22 abr. 2020.

BRASIL. Decreto-Lei n. 1.190, de 4 de abril de 1939. Organização da Faculdade Nacional de Filosofia. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 6 abr. 1939. Seção 1, p. 7.929. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1930-1939. Acesso em: 12 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 27 dez. 1961. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L4024.htm. Acesso em 12 maio 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 5.540, de 28 de novembro de 1968. Fixa normas de organização e funcionamento do Ensino Superior e sua articulação com a escola média e dá outras providências. Ministério da Educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 nov. 1968. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L5540.htm. Acesso em: 12 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 13 maio 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 12.796, de 04 abril de 2013. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 5 abr. 2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12796.htm#:~:text=LEI%20N%C2%BA%2012.796%2C%20DE%204%20DE%20ABRIL%20DE%202013.&text=Altera%20a%20Lei%20n%C2%BA%209.394,educa%C3%A7%C3%A3o%20e%20dar%20outras%20provid%C3%AAncias. Acesso em: 13 maio 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 13.415 de 16 de fevereiro de 2017. Altera a Lei nº 9394 de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 17 fev. 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13415.htm. Acesso em: 10 maio 2020.

BRZEZINSKI, I. LDB/1996 Contemporânea: contradições, tensões, compromissos. São Paulo: Cortez, 2014.

BRZEZINSKI, I. Pedagogia, pedagogos e formação de professores: busca e movimentos. São Paulo: Papirus, 2015.

CASTANHA, A. P. Escolas Normais no século XIX: um estudo comparativo. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 32, p.17-36, dez. 2008. Disponível em: https://www.fe.unicamp.br/pf-fe/publicacao/5395/art02_32.pdf. Acesso em: 06 maio 2020.

CRUZ, G. B. O Curso de Pedagogia no Brasil na visão de pedagogos primordiais. 2008. 305 f. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. 2008.

DALLABRIDA, N. A Reforma Francisco Campos e a modernização nacionalizada do ensino secundário. Educação, Porto Alegre, v. 32, n. 2, p. 185-191, maio/ago. 2009. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br. Acesso em: 20 abr. 2020.

GATTI, B. A. A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. Revista USP, São Paulo, n. 100, p. 33-46, dez./jan./fev. 2014. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/76164. Acesso em: 28 abr. 2020.

GATTI, B. A et al. A. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019.

KULESZA, W. A. Genealogia da Escola Nova no Brasil. Revista Educação em Foco, Juiz de Fora, v. 7, n. 2, p. 83-92, set./fev. 2002. Disponível em: http://www.ufjf.br/revistaedufoco/files/2010/02/061.pdf. Acesso em: 15 maio 2020.

MAIA, H. Formação docente em nível médio e superior: perspectivas de professores sobre o exercício da docência em seu trabalho. Revista Internacional de Formação de Professores (RIFP), Itapetininga, v. 4, n. 2, p. 149-168, abr./jun. 2019. Disponível em: https://periodicos.itp.ifsp.edu.br/index.php/RIFP/article/view/1417/1038. Acesso em: 15 maio 2020.

MARTELLI, A. C.; MANCHOPE, E. C. P. A história do curso de Pedagogia no Brasil: da sua criação ao contexto após LDB 9394/96. Revista Eletrônica de Ciências da Educação, v. 3, n. 1, p. 1-21, 2004. Disponível em: http://www.periodicosibepes.org.br/index.php. Acesso em: 15 maio 2020.

MORAES, M. C. M. Educação e Política nos Anos 30: a Presença de Francisco Campos. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 73, n. 17-4, p. 291-321, maio/ago. 1992. Disponível em: http://emaberto.inep.gov.br/index.php/rbep/article/view/1257. Acesso em: 15 maio 2020.

NEVES, F. M. O método pedagógico de Lancaster e a instituição do estado nacional brasileiro. In: ROSSI, E. R.; RODRIGUES, E.; NEVES, F. M. (Org.). Fundamentos históricos da educação no Brasil. Maringá: UEM, 2009, p.57-66.

OLIVEN, A. C. Histórico da Educação Superior no Brasil. In: SOARES, M. S. A. (Org.). A Educação Superior no Brasil. Brasília: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), 2002.

RIO DE JANEIRO. Decreto Nº 1.331-A, de 17 de fevereiro de 1854. Aprova o regulamento para a reforma do ensino primário e secundário do Município da Côrte. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-1331-a-17-fevereiro-1854-590146-publicacaooriginal-115292-pe.html. Acesso em: 09 maio 2020.

SANTOS, I. M. A formação de professores e o curso de Pedagogia, Debates em Educação, Maceió, v. 5, n. 9, p. 67-78, jan./jun. 2013. Disponível em: www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao. Acesso em: 16 maio 2020.

SCHEIBE, L; DURLI, L. Curso de Pedagogia no Brasil: olhando o passado, compreendendo o presente. Revista Educação em Foco, ano 14, n. 17, p. 79-109, jul. 2011. Disponível em: revista.uemg.br/index.php/educacaoemfoco/article/view/104. Acesso em: 13 mar. 2020.

TANURI, L. M. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 14, p. 61-88, maio/ago. 2000. Disponível em: www.scielo.br/pdf/rbedu/n14/n14a. Acesso em: 12 mar. 2020.

XAVIER, A. P. S.; SÁ, N. P. A escola normal de Mato Grosso no século XIX. Série-Estudos - Periódico do Mestrado em Educação da UCDB, Campo Grande-MS, n. 25, p. 123-132, jan./jun. 2008. Disponível em: http://www.serie-estudos.ucdb.br/index.php/serie. Acesso em: 16 maio 2020.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v24i2.13772



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.