Gestão escolar democrática: entre o promulgado e a prática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v25i3.14744

Palavras-chave:

Gestão escolar democrática, Participação, Autonomia

Resumo

O objetivo desta pesquisa é compreender os elementos dificultadores e os caminhos possíveis para efetivação da gestão escolar democrática em Monte Santo-BA. Trata-se de um estudo netnográfico, de abordagem qualitativa, que parte da seguinte questão: quais os elementos dificultadores e os caminhos possíveis para efetivação da gestão escolar democrática em Monte Santo-BA? Para atingir o objetivo proposto e responder à questão central, realizou-se uma entrevista semiestruturada com três profissionais da educação que atuaram na direção de escolas por indicação política e por processo eletivo, e traçou-se uma discussão das aspirações e crenças dos sujeitos com os estudos teóricos sobre gestão escolar democrática e proposições impressas nos diplomas legais. Os resultados apontam que a eleição para gestores escolares é um mecanismo fundamental para promoção da gestão escolar democrática que dialoga com os anseios dos interlocutores da pesquisa, mas ainda depende da vontade política dos governantes locais para ser efetivada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sidmar da Silva Oliveira, Secretaria Municipal de Educação (SME), Monte Santo – BA

Professor da Educação Básica. Membro do Grupo de Pesquisa intitulado Grupo de Estudo e Pesquisa em (Multi)letramentos, Educação e Tecnologias (GEPLET). Mestrado Profissional em Educação e Diversidade (UNEB).

Referências

ALVES, F. C. Mapeamento das políticas de escolha de diretores da escola e de avaliação na rede pública das capitais brasileiras. Rev. Bras. Est. pedag., Brasília (DF), v. 90, n. 224, p. 71-86, jan./abr. 2009. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/rbep/article/view/920/667. Acesso em: 17 jan. 2021.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília, DF: MEC/SEB, 2013.

BRASIL. Plano Nacional de Educação 2014-2024: Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014, que aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, 2014.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei no 9.394/1996. 3. ed. Brasília: Senado Federal, 2019.

ESQUINSANI, R. S. S. Contribuições ao debate sobre gestão democrática da educação: foco em legislações municipais sul-rio-grandenses. Rev. bras. Estud. pedagog., Brasília (DF), v. 97, n. 247, p. 490-505, set./dez. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbeped/ v97n247/2176-6681-rbeped-97-247-00490.pdf. Acesso em: 16 jan. 2021.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo, SP: Atlas, 2008.

KOZINETS, R. V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Porto Alegre, RS: Penso, 2014.

LIBÂNEO, J. C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5. ed. Goiânia, GO: Alternativa, 2004.

LIMA, A. B. Adeus à gestão (escolar) democrática. Revista Arquivo Brasileiro de Educação, Belo Horizonte (MG), v. 1, n. 1, p. 27-50, 2013. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/arquivobrasileiroeducacao/article/view/P.2318-7344.2013v1n1p27. Acesso em: 16 jan. 2021.

LIMA, L. C. Por que é tão difícil democratizar a gestão da escola pública? Educar em Revista, Curitiba (PR), Brasil, v. 34, n. 68, p. 15-28, mar./abr. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/er/v34n68/0104-4060-er-34-68-15.pdf. Acesso em: 10 jan. 2021.

LÜCK, H. Dimensões de gestão escolar e suas competências. Curitiba, PR: Positivo, 2009.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M.E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo, SP: EPU, 1986.

MONTE SANTO. Decreto n. 404, de 7 de novembro de 2018. Regulamenta o procedimento das Eleições Diretas para Escolha e Nomeação para o Exercício da Função de Diretor e Vice-diretor das escolas da rede Pública Municipal de Ensino para o triênio 2019/2021 e dá outras providências. Monte Santo, BA, 2018. Disponível em: https://montesanto.ba.io.org.br/diarioOficial/download/519/1098/0. Acesso em 15 jan. 2021.

MONTE SANTO. Lei de n. 001/2016. Dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreira, remuneração e Funções Públicas dos Servidores Efetivos da Educação Básica Pública Municipal de Monte Santo e dá outras providências. Monte Santo, BA, 2016. Disponível em: http://doem.org.br/ba/montesanto?dt=2016-03-16. Acesso em: 12 jan. 2021.

MONTE SANTO. Lei n. 003/2021. Dispõe sobre a alteração da Lei Municipal nº 16/2013 que dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público do Município de Monte Santo, alterada pelas Leis nº 025/2017 e 088/2020, e dá outras providências. Monte Santo, BA, 2021. Disponível em: https://doem.org.br/ba/montesanto?dt=2021-02-16. Acesso em: 06 jun. 2021.

MONTE SANTO. Lei n. 025/2017, de 28 de dezembro de 2017. Altera a Lei Municipal nº 16/2013, de 22 de agosto de 2013, que dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público do Município e a Lei Municipal nº 001/2016, de 14 de março de 2016, que dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreira, Remuneração e Funções Públicas dos Servidores Efetivos da Educação Básica Pública Municipal, e dá outras providências. Monte Santo, BA, 2017. Disponível em: https://montesanto.ba.io.org.br/diarioOficial/download/519/689/0. Acesso em: 15 jan. 2021.

MONTE SANTO. Lei n. 05, de 25 de junho de 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação (PME) do Município de Monte Santo em consonância com a Lei nº 13.005/2014 que trata do Plano Nacional de Educação (PNE), e dá outras providências. Monte Santo, BA, 2015. Disponível em: https://doem.org.br/ba/montesanto?dt=2015-06-26. Acesso em: 18 de jan. 2021.

MONTE SANTO. Lei n. 088/2020. Dispõe sobre a alteração da Lei Municipal nº 16/2013 que dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público do Município de Monte Santo e dá outras providências, alterada pela Lei nº 025/2017. Monte Santo, BA, 2020. Disponível em: https://montesanto.ba.io.org.br/diarioOficial/download/519/2137/0. Acesso em: 12 jan. 2021.

MONTE SANTO. Lei n. 16/2013. Dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público do Município de Monte Santo e dá outras providências. Monte Santo, BA, 2013. Disponível em: http://doem.org.br/ba/montesanto?dt=2014-11-06. Acesso em: 12 jan. 2021.

MONTE SANTO. Lei Orgânica do Município de Monte Santo. Monte Santo, BA: Câmara Municipal, 2017. Disponível em: http://doem.org.br/ba/montesanto?dt=2017-01-03. Acesso em: 12 jan. 2021.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, v. 9, n. 2, p. 191-211, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ciedu/v9n2/04.pdf. Acesso em: 13 jan. 2021.

OLIVEIRA, I. C.; VASQUES-MENEZES, I. Revisão de literatura: o conceito de gestão escolar. Cadernos de Pesquisa, v. 48, n. 169, p. 876-900, jul./set. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cp/v48n169/1980-5314-cp-48-169-876.pdf. Acesso em: 16 jan. 2021.

PARO, V. H. Crítica da estrutura da escola. São Paulo, SP: Cortez, 2011.

PARO, V. H. Gestão democrática da escola pública. 4. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2016.

SANTOS, S. M. M.; CASTRO, S. B. D. Gestão Escolar em Feira de Santana: análise dos textos oficiais. Educação & Realidade, Porto Alegre (RS), v. 45, n. 1, e-92062, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edreal/v45n1/2175-6236-edreal-45-01-e92062.pdf. Acesso em: 15 jan. 2021.

SOUZA, Â. R. Explorando e construindo um conceito de gestão escolar democrática. Educação em Revista, Belo Horizonte (MG), v. 25, n. 3, p. 123-140, dez. 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edur/v25n3/07.pdf. Acesso em: 15 jan. 2021.

Downloads

Publicado

08/12/2021

Como Citar

OLIVEIRA, S. da S. . Gestão escolar democrática: entre o promulgado e a prática. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. 3, p. 2147–2162, 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25i3.14744. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/14744. Acesso em: 24 maio. 2022.