Pensando aspectos da educação destinada a jovens e adultos a partir de Nicolas Condorcet, Jacques Ranciére, Marco Raul Mejía e Paulo Freire

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v25i3.15678

Palavras-chave:

Educação de jovens e adultos, Emancipação, Instrução

Resumo

O presente artigo, embasado em fontes de natureza bibliográfica, pretende fazer um levantamento de aspectos trazidos pelas obras de Condorcet, Jacques Ranciére, Marco Raul Mejía e Paulo Freire relativos à concepção de educação destinada a jovens e adultos. Isso porque, se está considerando que tais preocupações foram, em alguma medida, incorporadas ao que hoje se concebe como EJA no Brasil. A escolha desses autores se deveu ao fato de eles mencionarem, em suas obras, a necessidade de uma educação que atinja a todos e não somente classes privilegiadas. Considerando que, no primeiro momento da história da Pedagogia, a educação formal era destinada a um público bastante específico, ou seja, brancos e burgueses oriundos da nobreza. Este texto busca trazer, mesmo que brevemente, o pensamento desses quatro importantes teóricos, que até os dias de hoje influenciam a concepção de educação destinada a jovens e adultos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dinamara Garcia Feldens, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aracaju - SE

Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação. Doutorado em Educação Básica (UNISINOS).

Fernanda Bispo Correia, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aracaju – SE

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Perolina Souza Teles, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aracaju – SE

Mestrado em Educação.

Referências

BOTO, Carlota. A escola do homem novo: entre o Iluminismo e a Revolução Francesa. – São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1996.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é o Método Paulo Freire. São Paulo: Editora Brasiliense, 1991.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 10 set. 2021.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Parecer 11/2000. Brasília, 2000. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/eja/legislacao/parecer_11_2000.pdf. Acesso em: 10 set. 2021.

CONDORCET, Nicolas. Cinco memórias sobre a instrução pública. Tradução e apresentação Maria das Graças de Souza. São Paulo: Editora UNESP, 2008.

COSTA, Cláudia Borges; MACHADO, Maria Margarida. Políticas Públicas e Educação de Jovens e Adultos no Brasil. São Paulo: Editora Cortez, 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

KLEIN, Ana Quézia Roldão da Silva. Condorcet e a instrução pública: por uma escolarização gratuita, laica e universal. Revista de Espaço Acadêmico, n. 188, jan. 2017. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/32410. Acesso em: 17 jan. 2020.

MEJÍA, Marco Raul. Educação e Pedagogias críticas a partir do Sul: cartografias da Educação Popular. São Carlos: Pedro & João Editores, 2018.

MORAES, Marileia Gollo de. Mulheres analfabetas e inscrições de suas heranças: aproximações e distanciamentos na educação das suas filhas. 2018. 157 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2018. Disponível em: http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/6067. Acesso em: 03 mar. 2020.

RANCIÈRE, Jacques. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. 3. ed. São Paulo: Autêntica, 2015.

SANTOS, Rodison Roberto. Igualdade, liberdade e instrução pública em Condorcet. 2004. 142 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-04032008-103714/publico /DISSERTACAO _RODISON_ROBERTO_SANTOS.pdf. Acesso em: 23 fev. 2020.

Downloads

Publicado

08/12/2021

Como Citar

FELDENS, D. G.; CORREIA, F. B.; TELES, P. S. Pensando aspectos da educação destinada a jovens e adultos a partir de Nicolas Condorcet, Jacques Ranciére, Marco Raul Mejía e Paulo Freire. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. 3, p. 2933–2946, 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25i3.15678. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/15678. Acesso em: 24 maio. 2022.