A política de assistência estudantil em uma universidade pública; a perspectiva estudantil

Adrian Alvarez Estrada, Andressa Radaelli

Resumo


Este trabalho apresenta alguns dos resultados da pesquisa realÍ2ada imito aos estudantes atendidos pelo Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) em uma Instituição Federal de Educação Superior fIFES) criada no contesto do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUXI). Para tanto, levamos por base a experiência, ainda que em fase inicial da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), criada em 15 de setembro de 2009. O estudo tem como objetivo analisar a politica de assistência estudantil na perspectiva dos estudantes assistidos por ela. O estudo avalia se esta política vem atendendo satisfatoriamente à demanda dos estudantes em situação de vulnerabilidade econômica. Foram entrevistados 192 estudantes de diversos cursos de graduação do Campus de Realeza. Os dados apresentados nos possibilitam compreender que a expansão do acesso não é somente garantir o ingresso na universidade, ê necessário também gerar condições de permanência durante a vida acadêmica. Os resultados da pesquisa indicam que das ações desenvolvidas nesse sentido, prevalecem programas que ofertam bolsas ou auxílios financeiros para subsidiar os gastos com moradia, alimentação e transporte e que para estes estudantes, esse tipo de iniciativa é essencial para permanência na universidade.


Palavras-chave


Acesso; Permanência; Educação Superior.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v0i16.9359



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.