A formação continuada de professores da educação infantil

Contribuições da teoria histórico-cultural

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17iesp.1.16318

Palavras-chave:

Formação continuada, Educação infantil, Processo de humanização, Teoria histórico-cultural

Resumo

A formação continuada de professores da Educação Infantil tem sido tema recorrente de estudos e debates. Estes buscam reflexões e a consequente melhoria na qualidade social do ensino, visando favorecer o processo de aprendizagem da criança pequena. O presente artigo apresenta contribuições da Teoria Histórico-Cultural na formação continuada de professores, fundamentando-a. Desta forma, a considera como relevante elemento para a qualificação do trabalho educativo e esta, por sua vez, imprescindível para a formação humana integral. De acordo com a abordagem vigotskiana, a humanização acontece por meio da Educação, processo esse capaz de potencializar o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social da criança na primeira etapa da Educação Básica. Como resultado destaca-se o trabalho docente por meio de ações planejadas e intencionais que promovam o pleno desenvolvimento da criança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Fernanda de Souza Lordani, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR – Brasil

Aluna especial no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPEdu-UEL) (Doutorado). Mestrado em Ensino (UENP).

Daniane Salustiano de Lucena Cruz, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá – PR – Brasil

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPE/UEM).

Roberta Negrão de Araújo, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Cornélio Procópio – PR – Brasil

Docente do PPGEN/UENP. Doutorado em Ensino (UEL).

Referências

BERNARDES, Maria Eliza Mattosinho. O desenvolvimento humano e apropriação da cultura. In: Mediações simbólicas na atividade pedagógica: contribuições da teoria histórico-cultural para o ensino e aprendizagem. Curitiba: CRV, 2012. p. 29-77.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: MEC, 1996. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1996/lei-9394-20-dezembro-1996-362578- normaatualizada-pl.html Acesso em: 10 set. 2020.

CHAVES, Marta et al. O espaço e o tempo para brincar e aprender. In: CHAVES, Marta; LIMA, Elieuza Aparecida; FERRAREZE, Sineide (org.). Teoria Histórico-cultural e formação de professores: estudos de intervenções pedagógicas humanizadoras. Maringá: Lab. de Arqueologia, Etnologia e Etno-História, UEM, 2012. p. 45-53.

CHAVES, Marta; LIMA, Elieuza Aparecida; GROTH, Janice Carina. Literatura Infantil e Arte: uma possibilidade de realização humanizadora em cursos de formação de professores. In: CHAVES, Marta; LIMA, Elieuza Aparecida; FERRAREZE, Sineide (org.) Teoria Histórico-cultural e formação de professores: estudos de intervenções pedagógicas humanizadoras. Maringá: Lab. de Arqueologia, Etnologia e Etno-História, UEM, 2012. p. 11-16.

DUARTE, Newton. A teoria da atividade como uma abordagem para a pesquisa em educação. Revista Perspectiva. Florianópolis, v. 20, n. 2, p. 279-301, jul./dez. 2002.

DUARTE, Newton. A pedagogia histórico-crítica e a formação da individualidade para si. In: SILVA, João Carlos da et al. Pedagogia histórico-crítica, a educação brasileira e os desafios de sua institucionalização. Curitiba, PR: CRV, 2014.

EIDT, Nadia Mara; DUARTE, Newton. Contribuições da teoria da atividade para o debate sobre a natureza da atividade de ensino escolar. Revista Psicologia da Educação, São Paulo, v. 24, p. 51-72, 2007.

FRANCO, Patrícia Lopes Jorge; LONGAREZI, Andréa Maturano. Elementos Constituintes e Constituidores da Formação Continuada de Professores: contribuições da teoria da atividade. Educação e Filosofia, v. 25, n. 50, p. 557-582, 2011. DOI: https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v25n50a2011-07

LEONTIEV, Alexei. Actividad, conciencia y personalidad. Buenos Aires: Ediciones Ciencias del Hombre, 1978.

LIMA, Elieuza Aparecida de; SILVA, Ana Laura Ribeiro da; RIBEIRO, Aline Escobar Magalhães. Reflexões sobre a educação infantil: contribuições da teoria histórico-cultural. Revista Interfaces, ano 2, n. 2, out. 2010. ISSN: 2176-5227.

MALANCHEN, Julia. Cultura, processo de humanização e emancipação humana: definição e compreensão a partir da teoria marxista. In: BARROS, Marta Silene Ferreira; PASCHOAL, Jaqueline Delgado; PADILHA, Augusta (org.). Formação, ensino e emancipação humana: desafios da contemporaneidade para a educação escolar. Curitiba, PR: CRV, 2019.

MELLO, Suely Amaral. Infância e humanização: algumas considerações na perspectiva histórico-cultural. Revista Perspectiva, Florianópolis, v. 25, n. 1, 83-104, jan./jun. 2007.

MELLO, Suely Amaral. Cultura, mediação e atividade. In: MENDONÇA, Sueli Guadalupe de Lima; SILVA, Vandeí Pinto da; MILLER, Stela (org.). Marx, Gramsci e Vigotski: aproximações. Araraquara: Junqueira & Martin; Marília: Cultura Acadêmica, 2009.

SAITO, Heloísa Toshie Irie; OLIVEIRA, Marta Regina Furlan de. Trabalho docente na educação infantil: olhares reflexivos para a ação intencional e planejada do ensino. Imagens da Educação, v. 8, n. 1, e39310, 13 mar. 2018. DOI: https://doi.org/10.4025/imagenseduc.v8i1.39310

SANTOS, Marília Alves dos; ASBAHR, Flávia da Silva Ferreira. A teoria da atividade de A. N. Leontiev: uma síntese a partir de suas principais obras. Revista Brasileira da Pesquisa Sócio-Histórico-Cultural e da Atividade, v. 2, n. 2, 2020.

SILVIA, Ana Maria; OLIVEIRA, Marta Regina Furlan. A relevância da formação continuada do (a) professor (a) de educação infantil para uma prática reflexiva. In: JORNADA DE DIDÁTICAS. DESAFIOS PARA A DOCÊNCIA, 3.; SEMINÁRIO DE PESQUISA DO CEMAD, 2., 2014, Londrina. Anais [...]. Londrina, PR: UEL, 2014. ISBN: 978-85-7846-276-5.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. Estudo do desenvolvimento dos conceitos científicos na infância. In: VYGOTSKY, Lev Semionovitch. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Downloads

Publicado

01/03/2022

Como Citar

LORDANI, S. F. de S.; CRUZ, D. S. de L.; ARAÚJO, R. N. de. A formação continuada de professores da educação infantil: Contribuições da teoria histórico-cultural. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. esp.1, p. 0661–0673, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17iesp.1.16318. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16318. Acesso em: 25 maio. 2022.