Desafios do regime de Progressão Continuada na Rede Estadual Paulista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v18i00.16593

Palavras-chave:

Políticas Públicas em Educação, Avaliação da Educação, Qualidade da Educação, Ensino Fundamental, Progressão Continuada

Resumo

O objetivo desse artigo é discutir o regime de Progressão Continuada na rede pública estadual paulista, por meio de investigação qualitativa, levantamento bibliográfico e documental. Abrangendo 44 documentos de 1995 a 2017, destacaram-se: o Projeto de Lei 251/2007, que dispôs sobre o fim da Progressão Continuada no estado de SP; a Lei Complementar 41/2008, que instituiu a Bonificação por Resultados (BR) e o Projeto de Lei 857/2015, que propôs o fim da “Aprovação Automática”. A análise de dados quantitativos do IBGE demonstrou que houve um aumento no índice de reprovação escolar entre 1999 e 2016, invalidando a afirmação de que o regime de Progressão Continuada teria se convertido na prática da Promoção Automática. Já a ausência de participação na discussão da proposta, formação continuada para os docentes, investimento em materiais adequados, discussões sobre a política nos cursos de formação inicial de professores etc., prejudicaram a concretização da política educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Barbosa, Universidade Estadual Paulista

Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação.

Regiane Bertagna, Universidade Estadual Paulista

Docente no Departamento de Educação. Doutorado em Educação (UNICAMP).

Referências

BARBOSA, A. C. Regime de Progressão Continuada na rede estadual de São Paulo: continuidades e rupturas. Orientadora: Regiane Helena Bertagna. 2020. 246 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, 2020.

BARRETO, S. S. E.; MITRULIS, E. Trajetória e desafios dos ciclos escolares no País. Estudos Avançados, v. 15, n. 42, p. 103-140, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v15n42/v15n42a03.pdf. Acesso em: 28 jan. 2022.

BERTAGNA, R. H. Ciclos, Progressão Continuada e Aprovação Automática: contribuições para a discussão. Educação Teoria e Prática, Rio Claro (SP), v. 18, n. 31, p. 73-86, dez. 2008. Disponível em: http://base.repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/106776/ISSN1981-8106-2008-18-31-73-86.pdf?sequence=1. Acesso em: 28 jan. 2022.

BERTAGNA, R. H. Progressão continuada: limites e possibilidades. Orientador: Luiz Carlos de Freitas. 2003. 500 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2003.

BIANI, R. P. A Progressão continuada rompeu com os mecanismos de exclusão? Orientadora: Maria Marcia Sigrist Malavasi. 2007. 339 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2007.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Taxa de abandono escolar por nível de ensino no estado de São Paulo no período de 1999 a 2016. Censo Escolar. Brasília, DF: MEC/INEP, 2016a. Disponível em: https://seriesestatisticas.ibge.gov.br/. Acesso em: 20 fev. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Taxa de aprovação por nível de ensino no estado de São Paulo de 1999 a 2016. Censo Escolar. Brasília, DF: MEC/INEP, 2016b. Disponível em: https://seriesestatisticas.ibge.gov.br/. Acesso em: 20 fev. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Taxa de reprovação por nível de ensino no estado de São Paulo de 1999 a 2016. Censo Escolar. Brasília, DF: MEC/INEP, 2016c. Disponível em: https://seriesestatisticas.ibge.gov.br/. Acesso em: 20 fev. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 11.274/06, de 6 de fevereiro de 2006. Brasília, DF: MEC, 2006. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11274.htm. Acesso em: 22 jan. 2022.

FREITAS, L. C. A reforma empresarial da educação. Nova direita, velhas ideias. São Paulo, SP: Expressão Popular, 2018.

FREITAS, L. C. Ciclos ou Séries? O que muda quando se altera a forma de organizar os tempos-espaços da escola? In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 27., 2004, Caxambu. Anais [...]. Caxambu, MG: [s. n.] 2004. Disponível em: http://27reuniao.anped.org.br/diversos/te_luiz_carlos_freitas.pdf. Acesso em: 20 fev. 2022.

HOFFMANN, J. Avaliação: Mito e desafio: uma perspectiva construtivista. Porto Alegre, RS: Editora Mediação, 2005.

JEFFREY, D. C. O regime de progressão continuada: o caso paulista (1998-2004). São Paulo, SP: Ed. Unesp, 2011.

MAINARDES, J. Reinterpretando os Ciclos de Aprendizagem. São Paulo, SP: Cortez, 2009.

RIBEIRO, M. L. S. História da Educação Brasileira: A Organização Escolar. Campinas, SP: Editora Cortez, 2007.

ROCHA, F. Políticas educacionais dos anos 1990: A questão do fracasso escolar. Orientadora: Maria Aparecida Segatto Muranaka. 2013. 101 f. Monografia (Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, 2013.

SÃO PAULO (Estado). Deliberação CEE n. 09/1997. São Paulo, SP: Conselho Estadual de Educação, 1997. Disponível em: http://www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/diretrizes_p0820-0830_c.pdf. Acesso em: 17 jan. 2022.

SÃO PAULO (Estado). Projeto de Lei n. 251/2007. São Paulo, SP: Assembleia Legislativa do estado de São Paulo. 2007. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=705194. Acesso em: 23 fev. 2022.

SÃO PAULO (estado). Lei Complementar n. 41/2008. São Paulo, SP: Assembleia Legislativa do estado de São Paulo. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=815151. Acesso em: 15 fev. 2022.

SÃO PAULO (estado). Projeto de Lei n. 857, de 2015. São Paulo, SP: Assembleia Legislativa do estado de São Paulo. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=1259537. Acesso em: 15 jan. 2022.

SILVA, S. E. G. Quinze anos de Progressão Continuada: a percepção dos professores. Orientador: Cristiano Amaral Gaborggini Di Giorgi. 2015. 176 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, SP, 2015.

Publicado

30/09/2023

Como Citar

BARBOSA, A. C.; BERTAGNA, R. H. Desafios do regime de Progressão Continuada na Rede Estadual Paulista. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 18, n. 00, p. e023087, 2023. DOI: 10.21723/riaee.v18i00.16593. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16593. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.