Diversidade cultural nas artes visuais e artes indígenas no Brasil e na educação básica indígena

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v28i00.19279

Palavras-chave:

Educação escolar, Indígena, Cultura

Resumo

Este artigo compreendeu as artes visuais, história, cultura e sociedade no Brasil. Tendo como eixo temático as manifestações culturais indígenas no Brasil, e por objetos as produções visuais. Frente a essa realidade, a escola é considerada um local onde os saberes podem convergir para que haja uma relação harmoniosa entre os diferentes grupos interétnicos. O objetivo geral foi analisar a importância e a valorização das artes indígenas nas escolas indígenas, como a pintura corporal, a confecção de máscaras e as atividades de pintura em cerâmica. Para este estudo, de forma qualitativa, utilizou-se para coleta de dados a revisão bibliográfica ou da literatura, onde foi feito uma análise meticulosa e ampla das publicações coerente para esta pesquisa. Os resultados apresentados apontam a importância de promover um ambiente escolar onde a integração dos envolvidos no processo ensino-aprendizagem é fundamental na valorização do ser humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Libério Mayk Luciano dos Santos, Centro Universitário Vale do Cricare

Professor da Secretaria da Educação do Espírito Santo. Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Educação (UNIVC).

Anilton Salles Garcia, Centro Universitário Vale do Cricare

Professor do Mestrado Profissional em Ciência, Tecnologia e Educação do Centro Universitário Vale do Cricaré, Diretor de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Espírito Santo, Membro do Comitê Gestor da MCI (Mobilização Capixaba pela Inovação), Professor Voluntário da Universidade Federal do Espírito Santo. Doutorado em Engenharia Elétrica (UNICAMP).

Referências

BAIRON, S. A história palinódica: a evidência da não-linearidade a caminho da compreensão do hipertexto. São Paulo, [1998].

BARBOSA, A. M. Tópicos utópicos. Belo Horizonte: C/Arte, 1998.

BERGAMASCHI, M. A.; GOMES, L. B. A temática indígena na escola: ensaios de educação intercultural. Currículo sem Fronteiras, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 53-69, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação e Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. Brasília, DF: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação e Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/arte.pdf. Acesso em: 10 jan. 2024.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Parecer CNE n. 14 de 1999. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Escolar Indígena. Brasília, DF: CNE/CEB, 1999. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/marco-2012-pdf/10204-13-parecer-cne-ceb-14-99-diretrizes-curriculares-nacionais-da-educacao-escolar-indigena/file. Acesso em: 10 jan. 2024.

BRASIL. Lei n. 11.645, de 10 março de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Brasília, DF: Presidência da República, 2008. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm. Acesso em: 10 jan. 2024.

CAVALCANTE, Lucíola Inês de Pessoa. Formação de professores na perspectiva do Movimento dos Professores Indígenas da Amazônia. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 22. p.14-24, 2003.

FUSARI, M. F. de R. e; FERRAZ, M. H. C. de T. Arte na educação escolar. São Paulo: Cortez, 2001.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GRUPIONI, L. D. B. Formação de Professores Indígenas: repensando trajetórias. Brasília, DF: MEC/SECADI, 2000.

KLEIMAN, Â. Texto e leitor: aspectos cognitivos da linguagem. 5. ed. Campinas, SP: Pontes, 1997.

LOPES, E. da L. As representações sociais acerca de reação química de um grupo de professores indígenas e a teoria da relação com o saber: algumas reflexões. [S. l.: s. n.], 2008.

LUCIANO, G. dos S. O Índio Brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. Brasília, DF: MEC, 2006.

MANDULÃO, F. da S. Educação na visão do professor indígena. In: RAMOS, M. N. et al. (coord.). Diversidade na educação: reflexões e experiências. Brasília, DF: Secretaria de Educação Média e Tecnológica, 2003.

MARTINS, D. S.; VENTURA, J. A.; TATAGIBA, J. S. Produção Integrada de mamão no Espírito Santo. In: ZAMBOLIM, L. et al. (org.). Produção integrada no Brasil. Brasília, DF: CNPq; Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, 2008.

MEDEIROS, L.; ROSA, S. Supervisão educacional: possibilidades e limites. São Paulo: Cortez, 2012.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-764, 2008.

PAVIANI, Jayme. Interdisciplinaridade: conceitos e distinções. 2. ed. Caxias do Sul, RS: Educs, 2008.

SILVA, E. C. da. Análise bibliométrica dos estudos sobre a temática do cooperativismo em Programas de Pós-Graduação no estado do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2006 a 2016. 2016. 75 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) – Universidade Federal da Fronteira Sul, Cerro Largo, RS, 2016.

Publicado

29/04/2024

Como Citar

SANTOS, L. M. L. dos; GARCIA, A. S. Diversidade cultural nas artes visuais e artes indígenas no Brasil e na educação básica indígena. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 28, n. 00, p. e023011, 2024. DOI: 10.22633/rpge.v28i00.19279. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/19279. Acesso em: 24 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.