Produção científica sobre as políticas afirmativas para negros/as na Pós-Graduação em Educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16i3.15132

Palavras-chave:

Negros/as, Políticas afirmativas, Pós-Graduação em Educação

Resumo

Este artigo objetiva mapear a produção científica sobre políticas afirmativas para negros/as na pós-graduação em educação. Foram lidos e analisados teses, dissertações e artigos. A busca ocorreu na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações e Biblioteca da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, no Grupo de Trabalho 21 (Educação e Relações Étnico-Raciais). Os principais descritores foram: “políticas afirmativas”, “políticas afirmativas AND pós-graduação”, “cotas AND pós-graduação”. Ele é bibliográfico, descritivo e qualitativo, desenvolvido por meio do estado do conhecimento. Concluiu-se que há poucas produções relacionadas à pesquisa, pois os temas abordados ora são díspares, ora são apenas tangenciais. Há poucas produções que tratam sobre cotas para negros/as na pós-graduação e sobre elas na pós-graduação em educação nenhuma pesquisa foi encontrada nas duas bases de dados selecionadas. Frente às constatações, o artigo é original e relevante para a educação, no contexto das políticas afirmativas para negros/as no ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Moreira de Sousa, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Dourados – MS

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Eugenia Portela de Siqueira Marques, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campo Grande – MS

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação. Doutorado em Educação (UFSCAR).

Ana Paula Oliveira dos Santos, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Nova Andradina – MS

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Referências

ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith. A “revisão da bibliografia” em teses e dissertações: meus tipos inesquecíveis – o retorno. In: BIANCHETTI, Lucídio; MACHADO, Ana Maria Neto (org.). A bússola do escrever: desafios e estratégias na orientação e escrita de teses e dissertações. São Paulo: Cortez, 2006. p. 25-43.

BARRETO, Maria Aparecida Santos Correa. Ações afirmativas e sistema de cotas: um olhar a partir do movimento negro. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 35., 2012, Porto de Galinhas. Anais [...]. Porto de Galinhas, PE, 2012. Disponível em: http://www.35reuniao.anped.org.br/images/stories/trabalhos/GT21%20Trabalhos/GT21-2449_int.pdf. Acesso em: 08 out. 2020.

BITTAR, Mariluce; ALMEIDA, Carine e Maciel de. Mitos e controvérsias sobre a política de cotas para negros na educação superior. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 29., 2006, Caxambu. Anais [...]. Caxambu, MG, 2006. Disponível em: https://anped.org.br/sites/default/files/gt11-2516-int.pdf. Acesso em: 20 set. 2020.

BÉU, Rivany Borges. Ações afirmativas para a população negra em programas de pós-graduação: aprofundando a questão da Universidade de Brasília. 2015. Dissertação (Mestrado - Mestrado Profissional em Gestão Pública) – Universidade de Brasília, Brasília, 2015. Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/19996/1/2015_RivanyBorgesBe%c3%ba.pdf. Acesso em: 10 set. 2020.

BRASIL. Lei n. 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Brasília, DF, 29 ago. 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm. Acesso em: 10 set. 2020.

BRASIL. Portaria Normativa n. 12, de 11 de maio de 2016. Regulamenta a adesão das instituições públicase gratuitas de educação superior aoprocesso seletivo do Sistema de SeleçãoUnificada para ocupação de vagas remanescentesem cursos de graduação - SisuVR no segundo semestre de 2016. Brasília, DF, 12 de maio 2016. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/21520543/do1-2016-05-12-portaria-normativa-n-12-de-11-de-maio-de-2016-21520465. Acesso em: 12 out. 2020.

CAMARGO, Edwiges Pereira Rosa. O negro na educação superior: perspectivas das ações afirmativas. 2005. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/252884/1/Camargo_EdwigesPereiraRosa_D.pdf. Acesso em: 20 set. 2020.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, São Paulo, ano 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v23n79/10857.pdf. Acesso em: 14 out. 2020.

GOMES, Nilma Lino. Trajetórias escolares, corpo negro e cabelo crespo: reprodução de estereótipos ou ressignificação cultural? Revista Brasileira de Educação, n. 21, set./out./nov./dez. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbedu/n21/n21a03.pdf. Acesso em: 10 set. 2020.

GOMES, Nilma Lino. MUNANGA, Kabengele. O negro no Brasil de hoje. São Paulo: Global, 2006.

IENSI, Geziela. Política de cotas raciais em universidades brasileiras: entre a legitimidade e a eficácia. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2010. Disponível em: https://tede2.uepg.br/jspui/bitstream/prefix/284/1/Geziela%20Iensue.pdf. Acesso em: 15 out. 2020.

JACCOUD, Luciana de Barros; BEGHIN, Nathalie. Desigualdades raciais no Brasil: um balanço da intervenção governamental. Brasília, DF: IPEA, 2002. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/9164/1/Desigualdadesraciais.pdf. Acesso em: 10 set. 2020.

MAGALHÃES, Ana Maria Silva; REAL, Gisele Cristina Martins. A produção científica sobre a expansão da educação superior e seus desdobramentos a partir do Programa Reuni: tendências e lacunas. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 23, n. 02, p. 467-489, jul. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/aval/v23n2/1982-5765-aval-23-02-467.pdf. Acesso em: 14 out. 2020.

MARQUES, Eugenia Portela de Siqueira. O Programa Universidade para Todos e a inserção de negros na educação superior: a experiência de duas instituições de educação superior de Mato Grosso do Sul – 2005-2008. 2010. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/2244/2973.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 10 set. 2020.

MOROSINI, Marília Costa.; FERNANDES, Cleoni Maria Barboza. Estado do conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 154-164, jul./dez. 2014. Disponível em: http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/8646/2/42.Estado%20do%20Conhecimento....pdf. Acesso em: 14 out. 2020.

NORÕES, Kátia Cristina. Cotas na pós-graduação e a perspectiva de conquistar outros espaços para a produção de conhecimento. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 36., 2013, Goiânia. Anais [...]. Goiânia, GO, 2013. Disponível em: https://anped.org.br/sites/default/files/gt21_3207_texto.pdf. Acesso em: 01 out. 2020.

OLIVEIRA, Maria Marly de. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2007.

PEREIRA, Fabiana Santos. Ações afirmativas na pós-graduação. 2019. 89 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/194789/001092802.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 23 set. 2020.

QUEIROZ, Delcele Mascarenhas. Quem são os negros? Classificação racial no Brasil: aproximações e divergências. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 24., 2001, Caxambu. Anais [...]. Caxambu, MG, 2001. Disponível em: https://anped.org.br/sites/default/files/gt03_05.pdf. Acesso em: 22 set. 2020.

SANTOS, Adilson Pereira dos. Implementação da lei de cotas em três universidade federais mineiras. 2018. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/BUOS-AWKLUJ/1/tese_adilson_pereira_dos_santos.pdf. Acesso em: 15 out. 2020.

SANTOS, Joel Rufino dos. Movimento negro e crise brasileira. In: SANTOS, Joel Rufino dos; BARBOSA, Wilson do Nascimento. Atrás do muro da noite: dinâmica das culturas afro-brasileiras. Brasília, DF: Ministério da Cultura/Fundação Cultural Palmares, 1994. p. 157.

SANTOS, Sales Augusto dos. Movimentos negros, educação e ações afirmativas. 2007. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade de Brasília, Brasília, 2007. Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/1973/1/Tese%20Sales%20versao%20final%203.pdf. Acesso em: 20 set. 2020.

SOUZA, Nilda Rodrigues de. Ações afirmativas em universidades públicas brasileiras: uma análise sobre a implantação das cotas raciais. 2017. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2017. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/150895/souza_nr_dr_arafcl.pdf?sequence=3&isAllowed=y. Acesso em: 25 set. 2020.

Downloads

Publicado

01/07/2021

Como Citar

SOUSA, A. P. M. de; MARQUES, E. P. de S.; SANTOS, A. P. O. dos. Produção científica sobre as políticas afirmativas para negros/as na Pós-Graduação em Educação. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 3, p. 2240–2261, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16i3.15132. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15132. Acesso em: 25 out. 2021.