Participação pedagógica no brincar de um grupo de crianças: o que revelam os fazeres docentes em contexto de educação infantil?

Autores

  • Aline Sommerhalder UFSCar – Universidade Federal de São Carlos - Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas - Pós-Graduação em Educação. São Carlos – SP
  • Maria Elisa Nicolielo UFSCar – Universidade Federal de São Carlos - Pós-Graduação em Educação. São Carlos – SP
  • Fernando Donizete Alves UFSCar – Universidade Federal de São Carlos - Pós-Graduação em Educação - Dep. de Educação Física e Motricidade Humana. São Carlos – SP

DOI:

https://doi.org/10.21723/RIAEE.v11.n2.p604

Palavras-chave:

Interação docente. Educação infantil. Práticas pedagógicas. Brincar. Aprendizagem e desenvolvimento humano.

Resumo

Este artigo aborda a participação pedagógica em contexto de brincar livre no cotidiano da Educação Infantil. Focaliza modos de interação e intervenção docente nas brincadeiras infantis. Colaboraram 14 crianças com idade média de 3 anos e a respectiva professora de turma de uma escola municipal de Educação Infantil, do interior do estado de São Paulo. Utilizou-se observação participante com registro em diários de campo. Os resultados revelaram que os modos de participação pedagógica da professora transitaram entre a observação das crianças brincando, intervenções principalmente em situações de conflito e o brincar junto com elas. Nas múltiplas formas de participação pedagógica, além de fomentar interações, ações de empréstimos de brinquedos entre as crianças, cooperação, partilha, enriquecendo as possibilidades das aprendizagens infantis nas brincadeiras, houve também momentos em que esta participação docente fragilizou ou limitou as possibilidades educativas das crianças. A participação pedagógica nas brincadeiras infantis possibilita que o(a) professor(a) aproxime-se ainda mais das crianças para conhecer com mais profundidade seus interesses, necessidades, saberes e culturas. A interação docente nas brincadeiras livres é fundamental para a realização de práticas pedagógicas mais sensíveis na Educação Infantil e voltadas para as aprendizagens e o desenvolvimento humano das crianças.

Biografia do Autor

Aline Sommerhalder, UFSCar – Universidade Federal de São Carlos - Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas - Pós-Graduação em Educação. São Carlos – SP

Universidade Federal de São Carlos, Docente do Programa de Pós - Graduação em Educação/ Docente do Dep. de Teorias e Práticas Pedagógicas.

Maria Elisa Nicolielo, UFSCar – Universidade Federal de São Carlos - Pós-Graduação em Educação. São Carlos – SP

Pedagoga, Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos/Professora de Educação Infantil.

Fernando Donizete Alves, UFSCar – Universidade Federal de São Carlos - Pós-Graduação em Educação - Dep. de Educação Física e Motricidade Humana. São Carlos – SP

Universidade Federal de São Carlos, Docente do Programa de Pós - Graduação em Educação/ Docente do Dep. de Educação Física e Motricidade Humana.

Downloads

Publicado

06/07/2016

Como Citar

SOMMERHALDER, A.; NICOLIELO, M. E.; ALVES, F. D. Participação pedagógica no brincar de um grupo de crianças: o que revelam os fazeres docentes em contexto de educação infantil?. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. 2, p. 604–624, 2016. DOI: 10.21723/RIAEE.v11.n2.p604. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8485. Acesso em: 28 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos