Formação de professores para inclusão escolar na modalidade de educação de jovens e adultos: análise de pesquisas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v22i3.11391

Palavras-chave:

Formação de professores, Educação especial, Educação de jovens e adultos

Resumo

Esta pesquisa de revisão sistemática buscou descrever e analisar dissertações e teses que tematizassem sobre a formação inicial e continuada de professores para inclusão escolar de alunos com deficiência na modalidade da EJA, no período de 2008 a 2016, disponibilizadas no banco de Biblioteca Digital de Teses e Dissertações Brasileiras (BDTD) e Banco de Dissertações e Teses da Capes. Os descritores foram: formação de professores, formação docente, inclusão escolar, educação inclusiva, educação especial, deficiência, educação de Jovens e Adultos. Foram selecionadas nove produções para análise de conteúdo. Os resultados apontaram que três estudos focalizaram a concepção de professores sobre seu processo de formação inicial e continuada, indicando-os insuficientes e frágeis para atuar com alunos com deficiência na EJA; quatro indicaram que a formação continuada precisaria ocorrer no cotidiano da escola para atender as necessidades dos professores em serviço e dois estudos sinalizaram o trabalho colaborativo como estratégia para melhoria da formação dos professores. Evidenciou-se que a temática, formação de professores para inclusão escolar na modalidade de EJA, tem sido pouco privilegiada nas produções que dialogam a interface entre EJA e Educação Especial, tornando oportuno seu debate para o avanço de conhecimentos e discussão sobre a (re)estruturação de currículos de cursos de licenciaturas e reconfiguração de programas para a formação continuada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria do Carmo Lobato da Silva, Universidade Federal de São Carlos

Doutoranda em Educação Especial pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR/2017). Mestre em Desenvolvimento Regional pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP/2011); Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Amapá (2008). Professora efetiva em regime de tempo integral com dedicação exclusiva junto ao Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). Pesquisadora no Grupo de Formação de Recursos Humanos em Educação Especial (GP- FOREESP)

Juliane Aparecida de Paula Perez Campos, Universidade Federal de São Carlos

Doutorado em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (2006), Mestrado em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (1999), Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia (1996), e Graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário Claretiano (2006). Professora Associada do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de São Carlos (início em 2009). Atua como docente no curso de Licenciatura em Educação Especial e no Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Além do ensino, desenvolve atividades de pesquisa e extensão, principalmente nos seguintes temas: educação especial, formação de professores, deficiência intelectual, didática e práticas pedagógicas no contexto inclusivo, a educação especial no contexto do ensino médio e da educação de jovens e adultos, profissionalização de pessoas com deficiência.

Referências

ARAÚJO, M. D. Tessituras da inclusão na Educação de Jovens e Adultos no município de Altamira-Pará. 2013. 212f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado do Pará, Belém, 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRITO, J.; CAMPOS, J. A. P. P. Escolarização de Jovens e adultos com deficiência intelectual: considerações em Pesquisas em dissertações e teses de 1988 a 2008. Revista Educação Especial, v. 26, n. 45, p. 45-58, 2013. Disponível em: http://www.ufsm.br/revistaeducacaoespecial. Acesso em: 12 dez. 2017.

CAPELLINI, V. L.; MENDES, E. G. Formação Continuada de Professores para a Diversidade. Educação, v. 54, n. 3, p. 597-615, 2004.

COSTA, A. B., ZOLTOWSKI, A. P. C. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In: KOLLER, M. C. P.; HOHENDORFF, J. V. C. (Orgs) Manual de Produção Científica. Porto Alegre: Penso, 2014. p. 55-70.

DANTAS, D. C. L. A inclusão de pessoas com deficiência intelectual na Educação de Jovens e Adultos (EJA): um estudo de caso. 2012. 288f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

DI PIERRO, M. C. Luta Social e reconhecimento jurídico do direito humano dos jovens e adultos à educação. Educação. Santa Maria, v. 33, n. 3, p. 395-410, 2008. Disponível em: http//www.ufsm/revistaeeducação. Acesso em: 12 dez. 2017.

DORZIAT, A. A formação de professores e a educação inclusiva: desafios contemporâneos. In: CAIADO, K. R. M.; JESUS, D. M.; BAPTISTA, C. R. (Orgs.). Professores e Educação Especial: formação em foco. Porto Alegre: Mediação/CDV/FACITEC, 2011.

FERREIRA, A.R.A. Trabalho colaborativo na educação física escolar: estratégias para a formação de professores e inclusão. 2016. 169f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, São Paulo, 2016.

FERNANDES, A. P. S. Estudos e observações sobre vivências docentes da educação de jovens e adultos no processo de inclusão escolar. 2011. 145f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade do Estado do Pará, Belém, 2011.

GLAT, R.; PLETSCH, M. D. Inclusão escolar de alunos com necessidades educacionais especiais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011. 162p.

HAAS, C. Educação de jovens e adultos e educação especial: a (re) invenção da articulação necessária entre as áreas. Educação, v. 40, n. 2, p. 347-360, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5902/198464449038. Acesso em: 09 nov. 2017

LINS, M. V. L. Formação docente na educação de Jovens e Adultos: processo de inclusão/exclusão de pessoas com necessidades educacionais especiais em uma perspectiva de humanização. 2008. 230f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Pernambuco, Recife, 2008.

MELO, R. F. A experiência como fonte de normas: o trabalho de professores da EJA com alunos surdos. 2013. 147f. Dissertação (Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.

MENDES, E. G.; TOYODA, C. Y.; BISACCIONE, P. S.O.S. Inclusão escolar: avaliação de um programa de consultoria colaborativa com base em diários de campo. In: JESUS, D. M.; BAPTISTA, C. R.; BARRETO, M. A. S. C.; VICTOR, S. L (Org.). Inclusão, praticas pedagógicas e trajetórias de pesquisa. Porto Alegre: Editora Mediação, 2007.

OTALARA, A. P.; DALL’ACQUA, M. J.C. Formação de professores para alunos público-alvo da educação especial: algumas considerações sobre limites e perspectivas. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, n.2, p.1048-1058, 2016. Disponível em: https://dx.doi.org/10.21723/riaee.v11.esp2.p1048-1058. Acesso em: 09 nov. 2017

PIRES, F. L. B. O ensino da Língua Espanhola na Educação Especial: Formação docente e aprendizagem de pessoas com Deficiência Intelectual. 2010. 257f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2010.

SANTOS, T. M. D. Alunos com deficiência na Educação de Jovens e Adultos: experiências de inclusão na escola pública. 2014. 108f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2014.

SIEMS, M. E. R. Educação de jovens e adultos com deficiência: saberes e caminhos em construção. Eixo temático: Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos. Revista Educação em foco, v. 16, n. 2, p. 61-79, 2012.

SOARES, L.; SILVA, F. R.; FERREIRA, L. O. F. A pesquisa em Educação de Jovens e Adultos: Um olhar retrospectivo sobre a produção do período de 1998 a 2008. In: SOARES, L. (Org.). Educação de Jovens e Adultos: O que revelam as pesquisas? Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

TRENTIN, V. B. Escolarização de jovens e adultos com deficiência nas pesquisas de pós-graduação no período de 2009 a 2015. Revista Educação Especial. v. 29, n. 55, p. 361-372, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10. 5902/1984686X19693 362. Acesso em: 10 nov. 2017.

VARELLA, M. C.B. Trilhas da inclusão escolar percorridas por uma aluna com paralisia cerebral na EJA: concepções e práticas. 2011. 223f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.

Downloads

Publicado

01/12/2018

Como Citar

SILVA, M. do C. L. da; CAMPOS, J. A. de P. P. Formação de professores para inclusão escolar na modalidade de educação de jovens e adultos: análise de pesquisas. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 22, n. 3, p. 1154–1167, 2018. DOI: 10.22633/rpge.v22i3.11391. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/11391. Acesso em: 20 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.