Análise sobre temáticas de educação especial e inclusiva no programa de educação escolar da FCL/CAr

Relma Urel Carbone Carneiro, Maria Júlia Canazza Dall'Acqua, Patricia Moralis Caramori, Daniel Bianconi Previato

Resumo


O presente estudo tem como objetivo continuar uma investigação anterior sobre levantamento da produção do Programa de Pós-graduação em Educação Escolar da Universidade Estadual Paulista no que diz respeito às temáticas da Educação Especial e Inclusiva. Para verificar a tendência atual e, posteriormente, realizar um paralelo entre os dois períodos investigados, foi replicado o mesmo procedimento, cujo objetivo é caracterizar a produção científica. No período analisado, de outubro/2008 a março/2015, foram localizadas 24 produções pertinentes. A análise foi quali-quantitativa. Os resultados demonstram que os trabalhos totalizaram 7,57% em média da produção, o que pode ser considerado pouco. A temática mais investigada foi Inclusão Escolar e o lócus preferencial foi a Escola, mostrando que o eixo de interesses tem características abrangentes e contextualizadas. Alinhada com a pesquisa nacional, a produção tem contemplado temáticas emergentes e relevantes, sinalizando na direção dos professores e também dos alunos público alvo da Educação Especial.


Palavras-chave


Educação especial; Educação inclusiva; Produção científica

Texto completo:

PDF XML

Referências


BUENO, J. G. S. As dissertações sobre a escola: balanço tendencial da produção do PPGEES - 1981/2001. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A.; WILLIAMS, L. C. de A. (Org.). Temas em educação especial: avanços recentes. São Carlos: EDUFSCar, 2004. p. 21-28.

BUENO, J. G. S. A produção discente do PEPG em Educação: História, Política, Sociedade (PUC/SP) no campo dos processos de escolarização, desigualdades sociais e deficiência (2004/2007). In: JESUS, D. M. et al. (Org.) Inclusão, práticas pedagógicas e trajetórias de pesquisa. Porto Alegre: Mediação, 2007. p.199-209.

BUENO, J. G. S. A produção acadêmica sobre inclusão escolar e educação inclusiva. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A.; HAYASHI, M. C. P. I. Temas em educação especial: conhecimentos para fundamentar a prática. Araraquara: Junqueira & Marin; Brasília: CAPES-PROESP, 2008. p.31-47.

BUENO, J. G. S. A pesquisa brasileira sobre Educação Especial: balanço tendencial das dissertações e teses brasileiras (1987 – 2009). In: BUENO, J. G. S., MUNAKATA, K.; CHIOZZINI, D. F. (Org.). A escola como objeto de estudo – Escola, Desigualdades, Diversidades. Araraquara: Junqueira & Marin, 2014. p.211-244.

DALL’ACQUA, M. J. C. et al. Evasão e inclusão escolar: convergências e dissonâncias na escolaridade de alunos com deficiências matriculados na Educação de Jovens e Adultos. In: MIGUEL, J. C.; CAMARGO, M. R. R. M. de (Orgs.). A educação de pessoas jovens e adultas em capítulos: contextos, desafios e práticas. São Paulo: PROEX; Cultura Acadêmica, 2012. p.171-182.

DALL’ACQUA, M. J. C.; ZANIOLO, L. O. Tendências de pesquisa em educação especial no programa de pós-graduação em educação escolar da FCL/UNESP. Doxa: Revista Paulista de Psicologia e Educação, Araraquara: UNESP/FCLAR – Laboratório Editorial, v.13, p.75-86, 2009.

FERREIRA, J. R.; BUENO, J. G. S. Os 20 anos do GT Educação Especial: gênese, trajetória e consolidação. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, ABPEE, v. 17, p.143-170, 2011.

FREITAS, S. N. Considerações acerca da produção de artigos científicos em educação especial: uma análise da Revista Educação Especial CE/UFSM. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A.; HAYASHI, M. C. P. I. Temas em educação especial: conhecimentos para fundamentar a prática. Araraquara: Junqueira & Marin; Brasília: CAPES-PROESP, 2008. p.56-72.

GATTI, B.; ANDRÉ, M. A relevância dos métodos de pesquisa qualitativa em Educação no Brasil. In: WELLER, W.; PFAFF, N. Metodologias da pesquisa qualitativa em educação. 3.ed. Petrópolis: Vozes, 2013. p.29-38.

LIMA, P. G. Tendências paradigmáticas na pesquisa educacional. 2001, 302 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2001.

MANZINI, E. J. et al. Análise de dissertações e teses em educação especial produzidas no Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESP – Marília (1993 – 2004). Revista de Educação Especial, Santa Maria, n. 28, p.341-359, 2006.

MANZINI, J. E. Que tipo de conhecimento as pesquisas de pós-graduação têm fornecido sobre inclusão? In: JESUS, D. M. et al. (Org.). Inclusão, práticas pedagógicas e trajetória de pesquisa. Porto Alegre: Mediação, 2007. p.76-186.

MOREIRA, M. H. B. Educação Especial e Educação: Percepções sobre a formação docente em nível de Pós-Graduação - EaD - no Brasil e em Portugal. 2012, 350 f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2012. Disponível em: http://wwws.fclar.unesp.br/agenda-pos/educacao_escolar/2603.pdf. Acesso em: 14 set. 2015.

MOREIRA, M. H. B.; DALL’ACQUA, M. J. C.; MIRANDA, G. M. L. F. de. Especialização docente em educação especial e EaD: qual a relação estabelecida? In: DALL’ACQUA, M. J. C. (Org.). Tópicos em educação especial e inclusiva: formação, pesquisa, escolarização e famílias. Jundiaí: Paco Editorial, 2014. p.129-156.

NUNES, L. R. O. P.; FERREIRA, J. R.; MENDES, E. G. A produção discente da pós-graduação em educação e psicologia sobre o indivíduo com necessidades educacionais especiais. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A.; WILLIAMS, L. C. de A. (Orgs.). Temas em educação especial: avanços recentes. São Carlos: EDUFSCar, 2004. p.29-36.

ORLANDO, R. M.; CAIADO, K. R. M. Educação especial na ANPEd: balanço da produção no GT15 (2000-2012). In: DALL’ACQUA, M. J. C. (Org.). Tópicos em educação especial e inclusiva: formação, pesquisa, escolarização e famílias. Jundiaí: Paco Editorial, 2014. p.109-127.

SKRTIC, T. M. A injustiça institucionalizada: construção e uso da deficiência na escola. In: BUENO, J. G. S.; MUNAKATA, K.; CHIOZZINI, D. F. (Org.). A escola como objeto de estudo: escola, desigualdades e diversidades. Araraquara: Junqueira & Marin, 2014. p. 173-210.

TOMAINO, G. C. Do ensino especializado à educação de jovens e adultos: análise das trajetórias escolares na perspectiva dos alunos, familiares e professores. 2009, 152 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2009. Disponível em: http://wwws.fclar.unesp.br/agenda-pos/educacao_escolar/1845.pdf. Acesso em: 14 set. 2015.

TREMBLAY, M. A. Prefácio: Reflexões sobre uma trajetória pessoal da diversidade dos objetos de pesquisa. In: POUPART, J. et al. (Org.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Editora Vozes, 2010. p. 9-30.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v22.n2.maio/ago.2018.11340



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.