Psicologia escolar e educação inclusiva: da formação às práticas de psicólogas escolares de Mato Grosso do Sul

Suéllen Soares Alcatrão, Denise Mesquita de Melo Almeida

Resumo


Este artigo resulta de um estudo que teve por objetivo conhecer concepções e práticas de psicólogas/os escolares em relação à Educação Inclusiva. Para tanto, destacou a formação e a atuação de profissionais institucionalmente ligados a redes municipais de educação de municípios da região sul de Mato Grosso do Sul: Ivinhema, Batayporã e Glória de Dourados. Por meio de pesquisa qualitativa na modalidade estudo de caso buscou-se compreender fatores que influenciaram nas escolhas pela atuação na Psicologia Escolar e Educacional, processos de qualificação profissional para o exercício neste campo, bem como os desafios enfrentados em suas trajetórias para a promoção da inclusão escolar nos sistemas de ensino em que atuam. Os resultados sugerem que a presença de psicólogos escolares na região ainda é inexpressiva e as profissionais atuantes, embora demonstrem conhecimentos sobre a inclusão, encontram dificuldades no planejamento e na implementação de projetos voltados à construção de práticas educativas inclusivas.

Palavras-chave


Educação Inclusiva; Psicologia; Formação.

Referências


ALMEIDA, Denise Mesquita de Melo. Ação docente e desenvolvimento local: o papel do Grupo das Meninas na construção das redes de sociabilidade e desenvolvimento de Amargosa/BA. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP: 2014.

ALMEIDA, Denise Mesquita de Melo; GÉLLER, Léa. Psicologia e educação: transdisciplinaridade na construção do atendimento educacional especializado de Caarapó-MS. Revista on-line de Política e Gestão Educacional, [S.l.], p. 856-871, dec. 2018. ISSN 1519-9029. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2018. doi:https://doi.org/10.22633/rpge.unesp.v22.nesp2.dez.2018.11917.

ANTUNES, Mitsuko Aparecida Makino. Psicologia escolar e educacional: história, compromissos e perspectivas. Psicologia Escolar e Educacional, v. 12, n. 2, p. 469-475, 2008.

ASBAHR, Flávia da Silva Ferreira. Notas sobre o ensino de psicologia escolar em uma concepção crítica. Psicologia Ensino & Formação, v. 5, n. 1, p. 20-31, 2014.

BRASIL. Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm.Acesso em: 15 maio 2019.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm. Acesso em: 15 maio 2019.

BRASÍLIA. Referências técnicas para Atuação de Psicólogas(os) na Educação Básica / Conselho Federal de Psicologia, CFP, 2013, 58p.

DIAS, Sueli de Souza; OLIVEIRA, Maria Cláudia Santos Lopes de. Inclusão como contexto de transição de desenvolvimento: Um olhar da Psicologia Escolar. In: FRANCISCHINI, Rosângela; VIANA, Meire Nunes. Psicologia Escolar: que fazer é esse? Brasília: CFP, 2016.

FLORES-MENDOZA, Carmem E. Estudo exploratório sobre a atuação dos psicólogos escolares que trabalham com populações especiais em Mato Grosso do Sul. Estud. Psicol. (Campinas), Campinas, v. 14, n. 1, p. 71-82, 1997.

KASSAR, Mônica Carvalho Magalhães. Escola como espaço para a diversidade e o desenvolvimento humano. Educ. Soc., Campinas, v. 37, nº. 137, p.1223-1240, 2016.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar: O que é? Por quê? Como fazer? São. Paulo: Moderna, 2003.

OLIVEIRA-MENEGOTTO, Lisiane Machado de; FONTOURA, Gabriela Prado da Escola e Psicologia: Uma História de Encontros e Desencontros. Psicol. Esc. Educ. Maringá, v. 19, n. 2, p. 377-386, 2015.

PATTO, Maria Helena Souza. Ciência e política na primeira república: origens da psicologia escolar. Mnemosine, 2004.

ROSA, Paulo Ricardo da Silva. Uma introdução à pesquisa qualitativa em ensino de ciências. Campo Grande: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 2013.

SOUZA, Marilene Proença Rebello de. Psicologia Escolar e políticas públicas em Educação: desafios contemporâneos. Em Aberto, Brasília, v. 23, n. 83, p. 107-128, mar. 2010.

VIEGAS, Lygia de Sousa; HARAYAMA, Rui Massato; SOUZA, Marilene Proença Rebello de. Apontamentos críticos sobre estigma e medicalização à luz da psicologia e da antropologia. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 20, n. 9, p. 2683-2692, 2015.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v23iesp.1.13018



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.