Trabalho educativo, tecnologias educacionais e formação humana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17iesp.1.15880

Palavras-chave:

Trabalho educativo, Tecnologias educacionais, Emancipação humana

Resumo

 O presente artigo é fruto de uma pesquisa de abordagem qualitativa bibliográfica que se encontra em andamento. Para o desenvolvimento do nosso trabalho investigativo, estamos partindo da hipótese de que a tecnologia educacional é fundamental para o desenvolvimento do trabalho educativo que visa à emancipação humana. O estudo toma como pressuposto que a tecnologia sempre esteve presente no cotidiano escolar. Sua presença, porém, fica subsumida aos interesses do desenvolvimento da sociedade capitalista, expressando saberes pragmáticos e utilitaristas, reduzindo o potencial emancipador do trabalho docente. Nesse ínterim, nos perguntamos: como acumular um conhecimento crítico-dialético sob a dinâmica sócio-metabólica do capital, que promova, ainda que como possibilidade, a emancipação dos filhos e filhas da classe trabalhadora no contexto da escola pública brasileira? Os resultados preliminares apontam para a constatação de que a tecnologia educacional, embora fundamental para desenvolvimento do trabalho educativo que visa a emancipação humana, continua sendo tratada de forma mistificadora e fetichista, situando-se abstratamente no âmbito educativo como receita e remédio dos problemas educacionais complexos e que só podem ser enfrentados atacando questões estruturais e historicamente determinadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Welington Araújo Silva, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana – BA – Brasil

Professor do Programa de Pós-graduação em Educação da UEFS e do curso de graduação em Educação Física. Lotado no Departamento de Saúde. Doutorado em Educação (UFBA).

Referências

ANTUNES, Caio. A educação em Mészáros: trabalho, alienação e emancipação. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

ARRUDA, Eucídio Pimenta; GOMES, Suzana dos Santos; ARRUDA, Durcelina Ereni Pimenta. Mediação tecnológica e processo educacional em tempos de pandemia da COVID-19. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 3, p. 1730-1753, jul./set. 2021. e-ISSN: 1982-5587. DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v16i3.14788

BAPTISTA, Maria das Graças de Almeida et al. Inovações tecnológicas, educação e necessidades do capital. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. 1, p. 289-304, jan./mar. 2020. e-ISSN: 1982-5587. DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v15i1.12710

BONILLA, Maria Helena Silveira; PRETTO, Nelson De Luca. Políticas brasileiras de educação e informática. Universidade Federal da Bahia, 2000. Disponível em: https://blog.ufba.br/gec/files/2013/07/texto-politicas-Bonilla-Pretto.pdf. Acesso em: 01 nov. 2021.

DUARTE, Newton. Sociedade do conhecimento ou sociedade das ilusões. Campinas, SP: Autores Associados, 2003.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Tecnologia. In: PEREIRA, Isabel Brasil; LIMA, Júlio César França (org.). Dicionário da Educação Profissional em Saúde. 2. ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: EPSJV, 2008. p. 377-383.

KUENZER, Acácia Zeneida. A articulação entre conhecimento tácito e inovação tecnológica: a função mediadora da educação. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 36. set./dez. 2007.

KUENZER, Acácia Zeneida. A reforma do ensino técnico no Brasil e suas consequências. In: Trabalho, formação e currículo: para aonde vai a escola?, São Paulo: Xamã, 1999.

MÉSZÁROS, Istvan. A teoria da alienação em Marx. São Paulo: Boitempo, 2006.

NASCIMENTO, Alberico Francisco do. Educação a distância e fetichismo tecnológico: Estado e capital no projeto de ensino superior no Brasil. 2011. 233 f. Tese (Doutorado em Políticas Públicas) – Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2011.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas, SP: Autores Associados, 2003

SAVIANI, Dermeval. Trabalho didático e história da educação: enfoque histórico-pedagógico. In: BRITO, Silvia Helena Andrade de. et al. (org.). A organização do trabalho didático na história da educação. Campinas, SP: Autores Associados, 2010.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. 5. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2019.

SILVA, Welington Araújo. Tecnologia, educação física e o ensino do esporte. Curitiba, PR: Editora Appris, 2014.

Downloads

Publicado

01/03/2022

Como Citar

SILVA, W. A. Trabalho educativo, tecnologias educacionais e formação humana. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. esp.1, p. 0781–0794, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17iesp.1.15880. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15880. Acesso em: 25 maio. 2022.