Epistemologia na profissão docente: a perspectiva dos professores em formação sobre formação inicial, supervisão pedagógica e identidade profissional

Pedro Duarte, Ana Isabel Moreira

Resumo


Este artigo propõe-se a apresentar os resultados de uma investigação – estudo de caso, variante multicaso - de cariz qualitativo que, a partir da interpelação de futuros professores em formação, quis entender as suas conceções construídas sobre a identidade e prática profissionais de um docente. Por via da resposta a um inquérito por questionário, dezasseis estudantes, a frequentarem o 4.º ano (de cinco: 3 anos de Licencituatura + 2 Mestrado) de dois cursos de habilitação para a docência, redigiram uma narrativa pessoal, livre e estruturada, expondo as suas representações, interpretações e opiniões alusivas a três temas distintos: a formação inicial experienciada no Esnino Superior, o processo de supervisão pedagógica ainda a experimentar, as especificidades definidoras da identidade profissional docente. Pese embora se trate de uma amostra reduzida, a mesma é também o exemplo de que um estudo de caso, aqui centrado numa particular instituição de formação, pode oferecer um panorama de perceções várias. E, desta forma, torna-se possível, ainda, pensar os desafios que, no século XXI e associados à espistemologia docente, se colocam às instituições de Ensino Superior no que concerne à formação de professores.


Palavras-chave


Ensino superior; Formação de professores; Supervisão pedagógica; Identidade profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


AKKERMAN, S.; MEIJER, P. A dialogical approach to conceptualizing teacher identity. Teaching and Teacher Education, 27, p. 308-319, 2011.

ALARCÃO, I. Desenvolvimento profissional, interação colaborativa e supervisão. In: MACHADO, J.; ALVES, J. M. (coords.). Coordenação, supervisão e liderança. Porto: Universidade Católica Editora, 2014. p. 22-35.

ALARCÃO, I.; Canha, B. Supervisão e colaboração: uma relação para o desenvolvimento. Porto: Porto Editora, 2013.

ALARCÃO, I.; TAVARES, J. Supervisão da prática pedagógica: uma perspectiva de desenvolvimento e aprendizagem. 2 ed. rev. e desenvolvida. Coimbra: Almedina.

Azevedo, E. S.; Pereira, B. O.; Sá, C. A. Percepções docentes acerca da formação inicial na atuação pedagógica: Estudo de caso dos professores de educação física. Revista Iberoamericana de Educación, n. 56,p. 201-226, 2011.

BELL, J. Como realizar um projeto de investigação? 5 ed. Lisboa: Gradiva, 2010.

BOLÍVAR, A. La identidad profesional del profesorado de secundaria: crisis y reconstrucción. Málaga: Aljibe, 2006.

BOLÍVAR, A. Metodología de la investigación biográfica-narrativa: recogida y análisis de datos. In: ABRAHAO, M. H.; PASSEGGI, M. Dimensões epistemológicas e metodológicas da investigação (auto)biográfica. Tomo II. Porto Alegre: Editora da PUCRS, 2012. p. 79-102.

BRITZMAN, D. P. Practice makes practice: a critical study of learning to teach. (Rev. ed.). Albany: State University of New York Press, 2003.

BURNS, R. W.; BADIALI, B. J. When Supervision Is Conflated with evaluation: teacher candidates’ perceptions of their novice supervisor. Action in Teacher Education, v. 37, n. 4, p. 418-437, 2015. DOI:10.1080/01626620.2015.1078757.

CAIRES, S.; ALMEIDA, L.; VIEIRA, D. Becoming a teacher: student teachers’ experiences and perceptions about teaching practice. European Journal of Teacher Education, v .35, n. 2, p. 163-178, 2012. DOI:10.1080/02619768.2011.643395.

CARRETERO, M.; CASTORINA, J. A.; SARTI, M.; VAN ALPHEN, F.; BARREIRO, A. La construcción del conocimiento histórico. Propuesta Educativa, n. 39, p. 13-23, 2013.

COCHRAN-SMITH, M. The Future of Teacher Education: Framing the questions that matter. Teaching Education, v. 11, n. 1, p. 13-24, 2000. DOI:10.1080/10476210050020327.

COUTINHO, C. P. Metodologia de investigação em ciências sociais e humanas: teoria e prática. Coimbra: Almedina, 2013.

DARLING-HAMMOND, L. Building a profession of teaching: legacies, continuities and changes in educational policy, practice and research. In: FLORES, M. A.; CARVALHO, A. A.; FERREIRA, F. I.; VILAÇA, M. T. (Eds.). Back to the future. Rotterdam: Sense Publishers, 2013. p. 3-28.

DAY, C. Continuing professional development. London: Falmer Press, 1999.

DAY, C.; SACHS, J. Professionalism, performativity and empowerment: discources in the politics, policies and purposes of continuing professional development. In: DAY, C.; SACHS, J. International handbook on the continuing professional development of teachers. England: Open University Press, 2004. p. 3-32.

DAY, C.; SAMMONS, P.; STOBART, G.; KINGTON, A.; GU, Q. Emotional contexts of teaching: agency, vulnerability and professional identities. In: Goodson, I.; HARGREAVES, A. Professional learning: teachers matter. England: Open University Press, 2007. p. 102-123.

DUARTE, P. A construção de comunidades educativas e pedagógicas: para uma formação e prática pedagógica articulada. Revista Internacional de Educação Superior [RIES], v. 2, n. 3, p. 405-429, 2016. DOI:http://dx.doi.org/10.22348/riesup.v2i3.7609.

DUARTE, P.; CANHA, M. B. Supervisão e colaboração em Prática de Ensino Supervisionada: um estudo na formação de educadores e de professores do Ensino Básico. Atas do II Colóquio - Desafios Curriculares e Pedagógicos na Formação de (pp. 76-87). Brafa: Universidade do Minho, Instituto de Educação Centro de Investigação em Estudos da Criança, 2017.

FLORES, M. A. Algumas reflexões em torno da formação inicial de professores. Educação, v. 33, n. 3, p. 182-188, 2010.

FLORES, M. A. Formação de Professores: questões críticas e desafios a considerar. In: GREGÓRIO, M. d.; FERREIRA, S. (orgs.). Formação inicial de professores. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, 2015. p. 192-222.

FLORES, M. A. Contributos para (re)pensar a formação de professores em Portugal. In: Lei de Bases do Sistema Educativo. Balanço e Prospetiva, v. II, p. 773-810. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, 2017.

FLORES, M. A.; DAY, C. Contexts which shape and reshape new teachers' identities: a multi-perspective study. Teaching and Teacher Education, n. 22, p. 219-232, 2006.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar. 8 ed. Rio de Janeiro: Editora Record, 2004.

HAGGARTY, L. What does research tell us about how to prepare teachers? ESCalete PGCE. University of Nottingham, 2002.

KATAYAMA, R. Introducción a la investigación qualitativa: fundamentos, métodos, estrategias y técnicas. Perú: Fondo Editorial de la UIGV, 2014.

KORTHAGEN, F.; LOUGHRAN, J.; RUSSELL, T. Developing fundamental principles for teacher education programs and practices. Teaching and Teacher Education, n. 22, p. 1020-1041, 2006. DOI:10.1016/j.tate.2006.04.022.

MARCELO, C. La identidad docente: constantes y desafíos. Investigación Educativa y Pedagogíca, p. 15-42, 2009a.

MARCELO, C. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Sísifo / Revista de Ciências da Educação, v. 8, n. 1, p. 7-22, 2009b.

Mesquita, E.; Machado, J. Formação inicial de professores em Portugal: evolução e desafios. In: SHIGUNOVA, A. N.; FORTUNATO, I. (orgs.). educação superior e formação de professores: questões atuais. São Paulo: Edições Hipótese, 2017. P. 97-115.

MESQUITA, E.; ROLDÃO, M. d. (2015). Visão dos futuros professores sobre o(s) modelo(s) de supervisão: entre a teoria e a aplicação. Atas do I Seminário Internacional. Educação, Territórios e Desenvolvimento Humano. Porto: Universidade Católica Portuguesa do Porto - Faculdade de Educação e Psicologia. p. 902-907.

MESQUITA, E.; FORMOSINHO, J.; MACHADO, J. Supervisão da prática pedagógica e colegialidade docente. a perspetiva dos candidatos e professores. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, n. 12, p. 59-77, 2012.

MINAYO, M. C. Investigación social: teoría, método y creatividad. Buenos Aires: Lugar Editorial, 2012.

NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, A. (coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 13-33.

NÓVOA, A. Evidentemente: histórias da educação. Porto: Edições ASA, 2005.

NÓVOA, A. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2009.

NÓVOA, A. Pensar la escuela más alla de la escuela. Con-Ciencia Social, n. 17, p. 27-37, 2013.

PALACIOS, S. Manual de investigación cualitativa. México: Editorial Fontamara, 2014.

QUIVY, R.; CAMPENHOUDT, L. V. Manual de investigação em ciências sociais. 4. ed. Lisboa: Gradiva, 2005.

RIBEIRO, D. (2015). Um olhar na mudança de orientações para a formação de professores em Portugual. Desafios curriculares e pedagógicos na formação de professores. Braga: Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) | Universidade do Minho, 2015. p. 358-365.

ROLDÃO, M. d. Professores para quê? Para uma reconceptulização da formação de profissionais de ensino. Discursos: Perspetctivas em Educação, p. 95-120, 2004.

ROLDÃO, M. d. Profissionalidade docente em análise: especifidades dos ensinos superior e não superior. Nuances: estudos sobre a educação, v. 12, n. 13, p. 105-127, 2005.

ROLDÃO, M. d. Supervisão, conhecimento e melhoria: uma triangulação transformativa nas escolas? Revista Portuguesa de Investigação Educaciona, n. 12, p. 7-28, 2012.

ROLDÃO, M. d. Professores: dilema de uma transformação. In: MACHADO, J.; ALVES, J. M. (orgs.). Escola para todos: igualdade, diversidade e autonomia. Porto: Universidade Católica Editora, 2014. p. 57-68.

ROLDÃO, M. d. Formação de professores e desenvolvimento profissional. Revista de Educação PUC-Campinas, v. 22, n. 2, p. 191-202, 2017.

ROSALES, C. Competencias específicas curriculares que ha de adquirir el estudiante del título de grado de maestro. Revista de currículum y formación del prefesorado, v. 17, n. 3, p. 73-90, 2013.

SHULMAN, L. S. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational researcher, v. 15, n. 2, p. 4-14, 1986.

SHULMAN, L. S. Knowledge and Teaching: foundations of the New Reform. Harvard Educational Revew, v. 57, n. 1, p. 1-21, 1987.

VIEIRA, F. Para uma visão transformadora da supervisão pedagógica. Educação Social, v. 29, n. 105, p. 1971-217, 2009.

VIEIRA, F.; MOREIRA, M. A. Supervisão e avaliação do desempenho docente: para uma abordagem de orientação transformadora. Lisboa: Ministério da Educação - Conselho Científico para a Avaliação de Professores, 2011.

ZEICHNER, K. Two visions of teaching and teacher education for the twenty‐first century. Social Policy. Education and Curriculum Research, Unit, b-kk, 2012.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.unesp.v13.iesp3.dez.2018.11324



Direitos autorais 2019 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.