Os sentidos discursivos da ciência e da educação na ação política: relatórios de desenvolvimento

Sayra Liliana Benitez Arenas, Antonio Luzón Trujillo

Resumo


Os relatórios e documentos de recomendação publicados pelas organizações internacionais podem ser abordados como representações discursivas do exercício do poder, quanto, por um lado, mostram a relação entre países e organizações supranacionais e, mesmo asim, definem o significado dos diferentes campos de ação política que são seu objeto de análise. Os relatórios de desenvolvimento abordaram esses campos por 40 anos, nos quais suas concepções mudaram. Com análise crítica do discurso propõe a estrutura geral dos relatórios é reconstruída como um gênero, no qual temas e indicadores são associados como formas de significância. Conclui-se que a mudança nos sentidos da educação e da ciência tem impacto na desvalorização do primeiro, em termos de desenvolvimento, e uma nova avaliação do segundo, que determina uma dupla existência entre os dois.


Palavras-chave


Análisis del Discurso; Ciencia y sociedad; Política educativa.

Referências


DEL CAMPO, O., y SALCINES, J. El valor económico de la educación a través del pensamiento económico en el siglo XX. Revista de la educación superior, México, no 37, p. 45-61, 2008.

ELZINGA, A., y JAMISON, A. El cambio de las agendas políticas en ciencia y tecnología. Revista Zona Abierta, Madrid, no 75/76, 1996. Disponible en http://docs.politicascti.net/documents/Teoricos/ELZINGA_JAMISON.pdf

DALE, R. Specifying globalization effects on national policy: a focus on the mechanisms. Journal of education policy, Londres, no 14, p. 1-17, 1999

DRORI, Gili, MEYER, J., RAMÍREZ, Francisco y SCHOFER, E. La ciencia en la política mundial moderna. Institucionalización y globalización. Barcelona: Ediciones Pomares S.A., 2006.

FAIRCLOUGH, Norman. Analysing Discourse. Textual analysis for social research. Londres: Routledge, 2003.

MARTÍNEZ, R., GARMENDIA, R.; SOTO, E. El Consenso de Washington: la instauración de las políticas neoliberales en América Latina. Política y cultura, México, no 37, p. 35-64, 2012.

ROBERTSON, S., BONAL, X., y DALE, R. GATS and the education service industry: The politics of scale and global reterritorialization. Comparative education review, Chicago no 46, p. 472-496, 2002

VAN DIJK T. A. Discurso y Poder. Barcelona: Gedisa S.A., 2009.

THE WORLD BANK. World Development Report, 1980. Disponible en: https://openknowledge.worldbank.org/bitstream/handle/10986/5963/WDR%201980%20-%20English.pdf?sequence=1

THE WORLD BANK. World Development Report 1990: Poverty. Disponible en: https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/5973

THE WORLD BANK. World Development Report 2000/2001: Attacking Poverty. Disponible en: https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/11856

THE WORLD BANK. World Development Report 2010: Developing and Climate Change. Disponible en: https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/4387




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v15i1.13076



Direitos autorais 2020 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.