Educação especial e formação continuada de professores de Educação Física: uma revisão sistemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16i2.13449

Palavras-chave:

Formação continuada, Educação física, Educação especial, Capacitação

Resumo

A formação continuada dos profissionais da Educação Física, para atuarem na educação inclusiva, é uma possibilidade de oferecer subsídios para um trabalho mais assertivo. Portanto, este estudo objetivou identificar como se caracterizam as propostas de formação continuada, na perspectiva de um ensino que ofereça subsídios para o trabalho desses profissionais junto aos estudantes Público-Alvo da Educação Especial nas aulas de Educação Física. As informações foram coletadas a partir de Teses e Dissertações indexadas na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) e no Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES. Após critérios de inclusão e exclusão, doze documentos foram escolhidos e lidos na totalidade e passaram por uma análise temática de abordagem qualitativa. Seis deles trouxeram informações sobre cursos de formação continuada elaborados, aplicados e/ou analisados pelo próprio pesquisador, e, nos outros, os pesquisadores objetivaram investigar os efeitos de cursos oferecidos por algum órgão, na formação e/ou na prática dos professores. Concluiu-se que os cursos de formação continuada oferecidos para professores de Educação Física estão trabalhando com definição de termos e conceitos, com elementos relacionados ao trabalho destes professores, com estratégias e instrumentos de ensino e aprendizagem, exemplos de atividades, possibilitando o desenvolvimento de novas estratégias e do repensar sobre suas práticas, visando atender às necessidades, promover a participação e a retenção dos alunos Público-Alvo da Educação Especial em suas aulas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia d'Azeredo Orlando-Bacciotti, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos – SP

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação Especial.

Juliane Aparecida de Paula Perez Campos, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos – SP

Professora Associada do Departamento de Psicologia, Docente no curso de Licenciatura em Educação Especial e no Programa de Pós-Graduação em Educação Especial.

Referências

ALTENFELDER, A. H. Desafios e tendências em formação continuada. Constr. psicopedag., v. 13, n. 10, 2005. Versão impressa. ISSN 1415-6954. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1415-69542005000100004. Acesso em: 02 nov. 2019.

BAHIA, C. S. B. et al. Continuing education of physical education teachers: pedagogical actions by the regional education board of Ilhéus. Journal of Physical Education., Maringá, v. 29, e2961, 2018. DOI: https://doi.org/10.4025/jphyseduc.v29i1.2961

BOATO, E. M. SAMPAIO, T. M. V. SILVA, J. V. P. Capacitação de professores para inclusão de pessoas deficientes nas aulas de educação física. Motricidade, v. 8, n. supl. 2, p. 891-900, 2012. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/2730/273023568113.pdf. Acesso em: 07 jun. 2019.

BONATO, N. A. M. Inclusão escolar: um estudo da formação continuada dos professores de Educação Física na cidade de Araraquara – SP. Orientadora: Luci Pastor Manzoli. 2009. 143 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, SP, 2009. Disponível em: bdtd.ibict.br/vufind/Record/UNSP_313847b8762ec54351916763ac858528. Acesso em: 13 set. 2019.

BRASIL. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, DF, 07 jul. 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em: 09 jul. 2020.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, n. 248, p. 27833, 23 dez. 1996. PL 1258/1988

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 02 jun. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC/SECADI, 2008.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. Secretaria de educação Fundamental. Referenciais para Formação de Professores. Brasília, DF: MEC, 1999.

BRAUN, V.; CLARKE, V. Using thematic analysis in psychology. Qualitative Research in Psychology, v. 3, p. 77-101, 2006.

COSTA, A. B.; ZALTOWSKI, A. P. C. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In: KOLLER, S. H.; COUTO, M. C. P. P.; HOHENDORFF, J. V. (Org.). Métodos de pesquisa: manual de produção científica. Porto Alegre, RS: Penso, 2014. p. 55-70.

CRUZ, G. C. Formação Continuada de professores de Educação Física em ambiente escolar inclusivo. Orientador: Julio Romero Ferreira. 2005. 229 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/274958. Acesso em: 13 set. 2019.

EFFGEN, A. P. S. Educação Especial e Currículo Escolar: possibilidades nas práticas pedagógicas cotidianas. Orientadora: Denise Meyrelles de Jesus. 2011. 227 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2011. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFES_2b91519f640ea52c4454b05610a5eb00. Acesso em: 13 set. 2019.

FALKENBACH, A. P. A questão da integração e da inclusão nas aulas de Educação Física. Lecturas, Educación Física y Deportes, Buenos Aires, ano 11, n. 106, mar. 2007.Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd106/a-questao-da-integracao-e-da-inclusaonas-aulas-de-educacao-fisica.htm. Acesso em: 17 mar. 2015.

FIORINI, M. L. S. Formação continuada do professor de Educação Física em tecnologia assistiva visando a inclusão. Orientador: Eduardo José Manzini. 2015. 155 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/123891. Acesso em: 30 abr. 2019.

GALINDO, C. J.; INFORZATO, E. C. Formação de professores: impasses, contextos e perspectivas. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 20, n. 03, p. 463-477, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.22633/rpge.v20.n3.9755

KOLLER, S. H.; DE PAULA COUTO, M. C. P.; HOHENDORFF, J. V. (Org.). Manual de produção científica. Porto Alegre: Penso, 2014. Disponível em: https://www.biosanas.com.br/uploads/outros/artigos_cientificos/18/6505082c2a7c23986651c7b1f7a4a92e.pdf. Acesso em: 02 nov. 2019.

LACERDA, L. C. Z. Formação continuada de professores e gestores: o programa REDEFOR educação especial e inclusiva em foco. Orientador: Renata Portela Rinaldi. 2017. 209 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual paulista, Presidente Prudente, 2017. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UNSP_857ce0a8b7c3c1f3bda0fce70fa0788b. Acesso em: 13 set. 2019.

LIMA, T. C. S.; MIOTO, R. C. T. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista katálysis, Florianópolis, v. 10, p. 37-45, 2007. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802007000300004

MAHL, E. Programa de formação continuada para professores de Educação Física: possibilidades para a construção de saberes sobre a inclusão de alunos com deficiência. Orientadora: Fátima Elisabeth Denari. 2016. 268 f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2016. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/SCAR_b7a53580bc52b3372fdcb9fdf4aab24a. Acesso em: 13 set. 2019.

MARIN, E. C. et al. Formação continuada em educação física: relação entre mundo do trabalho, políticas educacionais e educação. Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, p. 259-278, jun. 2011. ISSN 1982-8918. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/16670/13142. Acesso em: 02 nov. 2019.

NASCIMENTO, S. F. Formação continuada de professores de educação física na perspectiva da inclusão. Orientador: José Francisco Chicon. 2012. 128 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Centro de Educação Física e Desportos, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFES_5743fed2eafca9016b9b0358d0f5bc8e. Acesso em: 13 set. 2019.

NUNES, F. S. F. Formação de professores de educação física para a educação inclusiva: práticas corporais para crianças autistas. Orientadora: Morgana de Fátima Agostini Martin. 2019. 221 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, 2019. Disponível em:http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFGD-2_98574e4acb16c4cace3ec5de7db10289. Acesso em: 13 set. 2019.

OLIVEIRA, A. C. S. Formação continuada na perspectiva colaborativa: subsídios para inclusão nas aulas de educação física. Orientadora: Maria da Piedade Resende da Costa. 2017. 200 f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/9847/TESE%20ACSO.pdf?sequence=3&isAllowed=y. Acesso em: 6 mar. 2020.

OLIVEIRA, A. R. P.; MUNSTER, M. A.; GONCALVES, A. G. Desenho Universal para Aprendizagem e Educação Inclusiva: uma revisão sistemática da literatura internacional. Revista brasileira de educação especial, Bauru, v. 25, n. 4, p. 675-690, dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/s1413-65382519000400009

ORLANDO, P. A. O colega tutor de alunos com deficiência visual nas aulas de Educação Física. Orientadora: Fátima Elisabeth Denari. 2010. 75 f. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010.

PETERLE, L.L. Formação, gestão e inclusão: a experiência da educação física no município de Viana. Orientador: José Francisco Chicon. 2017. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Centro de Educação Física e Desportos, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2017. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFES_3926faa9b1376c92f6a8b25df4b986d8. Acesso em: 13 set. 2019.

ROSSI, P.; MUNSTER, M. A. Formação profissional em Educação Física Adaptada: um estudo de caso. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL, 8., 2013, Londrina. Anais […]. Londrina, PR: Universidade Estadual de Londrina, 2013.

SOBRINHO, J.M. Educação física escolar, formação continuada em serviço e inclusão: um diálogo com a diversidade. Orientadora: José Pereira de Melo. 2017. 113 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFRN_30d29e98ea59f9afd5ce1e8a1db93d81. Acesso em: 13 set. 2019.

SOUZA, F. A. Formação, educação física e inclusão: compreendendo os processos inclusivos. Orientador: José Francisco Chicon. 2013. 112 f. Dissertação (mestrado em Educação Física) – Centro de Educação Física e Desporto da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória. 2013.

TOLOI, G. G. Formação de professores de educação física para inclusão educacional usando tecnologia assistiva. Orientador: Eduardo José Manzini. 2015. 212 f. Tese (Doutorado) – Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2015. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UNSP_f1fff02b36842baafc44e6529cc1b986. Acesso em: 13 set. 2019.

Downloads

Publicado

01/02/2021

Como Citar

ORLANDO-BACCIOTTI, P. d’Azeredo; CAMPOS, J. A. de P. P. Educação especial e formação continuada de professores de Educação Física: uma revisão sistemática. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 2, p. 649–665, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16i2.13449. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13449. Acesso em: 14 jun. 2021.