Habilidades preditoras de leitura em escolares em anos iniciais de alfabetização em tempos de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i4.16233

Palavras-chave:

Pandemia, Aprendizagem, Avaliação educacional

Resumo

O objetivo foi caracterizar e comparar as habilidades preditoras de leitura de escolares do 1º e 2º ano do Ensino fundamental I em tempos de pandemia. Trata-se de uma pesquisa de abordagem quantitativa. Participaram deste estudo 40 escolares na faixa etária de 6 a 7 anos de idade, divididos em grupos (GI: 20 escolares do 1º e 2º ano) e GII (20 escolares, pareados com GI em relação a ano escolar e idade cronológica). Os escolares foram submetidos ao Protocolo de Identificação Precoce dos Problemas de Leitura. Os resultados indicaram diferença para a maioria das provas, exceto memória operacional fonológica, Leitura Silenciosa e Compreensão Auditiva de sentenças a partir de Figuras, antes e durante a Pandemia. Os escolares tiveram durante a pandemia dificuldades para as habilidades preditoras de leitura, devido a não vivenciarem os conteúdos didáticos para a aquisição da leitura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Garrido Santana, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP – Brasil

Discente do Programa de Pós-graduação em Fonoaudiologia. Graduação em Pedagogia (UNESP).

Simone Aparecida Capellini, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP – Brasil

Livre-docente do Departamento de Fonoaudiologia.

Giseli Donadon Germano, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP – Brasil

Docente do Departamento de Educação e Desenvolvimento Humano. Pós-Doutorado em Fonoaudiologia (UNESP).

Referências

BADDELEY, A. D. Memória de trabalho. In: BADDELEY, A. D.; EYSENCK, M. W.; ANDERSON, M. C. (org.). Memória. Porto Alegre: Artmed, 2011.

BATISTA, F. A.; MARTINS, K. S. B. S. Pandemia e estudantes em casa: Currículo escolar e novas formas de aprendizagem dos estudantes no contexto de Parintins (AM). Conjecturas, v. 21, n. 3, p. 142-168, 2021. Disponível em: https://conjecturas.org/index.php/edicoes/article/view/101. Acesso em: 06 fev. 2022.

BRADLEY, L.; BRYANT, P. E. Categorizando sons e aprendendo a ler-uma conexão causal. Nature, v. 301, n. 5899, p. 419-421, fev. 1983. Disponível em: https://www.nature.com/articles/301419a0. Acesso em: 18 jan. 2022.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília, DF: Ministério da Educação, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 11 fev. 2022.

BUZETTI, M. C.; CAPELLINI, S. A. Habilidades preditoras para alfabetização. 1. ed. Ribeirão Preto: BookToy, 2020.

CAPELLINI; S. A.; CÉSAR, A. B. P. C.; GERMANO, G. D. Protocolo de Identificação Precoce dos Problemas de Leitura - IPPL. 1. ed. Ribeirão Preto, SP: Editora Booktoy, 2017.

CHARD, D. J.; DICKSON, S. V. Consciência Fonológica: Diretrizes Instrucionais e de Avaliação. Intervention in school and clinic, v. 34, n. 5, p. 261-270, maio 1999. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/105345129903400502. Acesso em: 23 jan. 2022.

CLARK, H.; CLARK, E. Psychology and Language. New York: Harcourt Brace Jovanovic, 1977.

COLTHEART, M. et al. DRC: Um modelo em cascata de rota dupla de reconhecimento visual de palavras e leitura em voz alta. Psychological review, v. 108, n. 1, p. 204-256, jan. 2001. Disponível em: https://psycnet.apa.org/buy/2001-16162-009. Acesso em: 06 fev. 2022.

DE JONG, P. F.; VAN DER LEIJ, A. Specific contributions of phonological abilities to early reading acquisition: Results from a Dutch latent variable longitudinal study. Journal of educational psychology, v. 91, n. 3, p. 450-476, 1999. Disponível em: https://psycnet.apa.org/doiLanding?doi=10.1037%2F0022-0663.91.3.450. Acesso em: 06 fev. 2022.

DE JONG, P. F.; OLSON, R. K. Early predictors of letter knowledge. Journal of experimental child psychology, v. 88, n. 3, p. 254-273, jul. 2004. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0022096504000517?via%3Dihub. Acesso em: 06 fev. 2022.

FUKUDA, M. T. M.; CAPELLINI, S. A. Treinamento de habilidades fonológicas e correspondência grafema-fonema em crianças de risco para dislexia. Revista Cefac, v. 13, n. 2, p. 227-235, mar./abr. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rcefac/a/fyJKMBHbpv6jCvSNbTNYHYv/?lang=pt. Acesso em: 06 fev. 2022.

GERMANO, G. D.; CAPELLINI, S. A. Protocolo de avaliação das habilidades metafonológicas. 1. ed. Ribeirão Preto, SP: Editora Booktoy, 2016.

GERMANO, G. D.; CÉSAR, A. B. P. C.; CAPELLINI, S. A. Protocolo de Triagem para identificação precoce de Crianças Brasileiras em risco de dislexia. Frontiers in Psychology, v. 8, p. 1-13, out. 2017. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fpsyg.2017.01763/full. Acesso em: 06 fev. 2022.

GOMBERT, J. E. Desenvolvimento metalingüístico. Chicago: University of Chicago Press, 1992.

HAYES, R. A.; SLATER, A. Three-month-olds’ detection of alliteration in syllables. Infant Behavior and Development, v. 31, n. 1, p. 153-156, 2008. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0163638307000847?via%3Dihub. Acesso em: 12 dez. 2022.

HULME, C.; SNOWLING, M. J. A interface entre linguagem falada e escrita: Transtornos do desenvolvimento. Philosophical Transactions of the Royal Society B: Biological Sciences, v. 369, n. 1634, p. 1-8, jan. 2014. Disponível em: https://royalsocietypublishing.org/doi/10.1098/rstb.2012.0395. Acesso em: 13 fev. 2022.

MENDONÇA, O. S.; KODAMA, K. M. R. O. Alfabetização: Por que a criança não aprende a ler e escrever? Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. esp. 4, p. 2448–2464, 2016. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/9202. Acesso em: 7 fev. 2022.

MONTGOMERY, J. W. Sentence comprehension in children with specific language impairment: The role of phonological working memory. Journal of Speech, Language, and Hearing Research, v. 38, n. 1, p. 18-25, fev. 1995. Disponível em: https://pubs.asha.org/doi/10.1044/jshr.3801.18. Acesso em: 06 fev. 2022.

SAMPAIO, R. M. Práticas de ensino e letramentos em tempos de pandemia da COVID-19. Research, Society and Development, São Paulo, v. 9, n. 7, p. 1-16, maio 2020. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/4430. Acesso em: 06 fev. 2022.

STOLF, M. T. et al. Performance of early literacy students in cognitive-linguistic skills during the pandemic. Journal of Human Growth and Development, v. 31, n. 3, p. 484-490, dez. 2021. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/jhgd/article/view/12668. Acesso em: 26 set. 2022

VAN DEN BOER, M.; VAN BERGEN, E.; DE JONG, P. F. Underlying skills of oral and silent reading. Journal of experimental child psychology, v. 128, p. 138-151, dez. 2014. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0022096514001489. Acesso em: 21 jan. 2022.

ZHAO, J. et al. Underlying skills of oral and silent reading fluency in Chinese: Perspective of visual rapid processing. Frontiers in Psychology, v. 7, p. 2082, jan. 2017. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fpsyg.2016.02082/full. Acesso em: 03 fev. 2022.

Publicado

30/12/2022

Como Citar

SANTANA, M. G.; CAPELLINI, S. A.; GERMANO, G. D. Habilidades preditoras de leitura em escolares em anos iniciais de alfabetização em tempos de pandemia. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 4, p. 2513–2525, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i4.16233. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16233. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.